Uma bebida com alto índice glicêmico e muitas calorias. Você é uma daquelas pessoas que gosta de beber uma cerveja de vez em quando? Pois para sua dieta, então, esta não será uma boa notícia. A cerveja não apenas engorda por sua quantidade de calorias e seu teor de álcool, mas não acrescenta nada de significativo para o organismo e tem um índice glicêmico muito elevado. Leia a matéria e descubra por que esta bebida engorda tanto!

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

A cerveja é uma das bebidas favoritas de muitas pessoas, mas, sem dúvida alguma, não é a mais apropriada no momento de escolher algo que te alegre um pouco no meio da sua dieta.

E não apenas por seu alto teor de calorias ou sua tendência para promover a habitual "barriga de cerveja". Ainda são mais as causas que colocam a tradicional cerveja na lista negra dos alimentos que é melhor deixar de lado quando se pretende perder peso. Leia o restante da matéria e conheça mais a fundo este tema!

Por Que a Cerveja Engorda?

Estas são algumas das razões pelas quais a cerveja engorda:

Fornece calorias vazias: tanto a cerveja com álcool como a cerveja sem álcool, não fornecem nada significativo nutricionalmente falando. É o que habitualmente se denomina como "calorias vazias", pois não oferecem ao organismo nada mais do que isso, calorias. Além disso, a cerveja é geralmente muito rica em calorias. E estas aumentam à medida que aumenta também o teor alcoólico da bebida em questão.

Aumenta o índice glicêmico: de acordo com o que salienta Luis “Centinel” Jiménez, autor do livro: O que diz a ciência para perder peso, o IG que tem a cerveja é altíssimo, atingindo quotas que vão desde 80 a 120, considerando 100 como um valor já muito elevado. Vale a pena destacar que o IG é um dos elementos mais levados em conta mais hoje em dia no momento de determinar o perigo potencial para o organismo, especialmente em relação à síndrome metabólica. E os valores da cerveja são elevadíssimos.

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

Gera gordura abdominal: o consumo de cerveja está diretamente associado com a obesidade abdominal. E não é nenhum mito a "barriga de cerveja". Costuma estar bastante associada com o que se considera obesidade androide, a mais prejudicial no momento de gerar problemas cardiovasculares.

Sem dúvida, se você gosta de beber qualquer bebida alcoólica de vez em quando, incline-se para alternativas mais saudáveis ​​e, acima de tudo, mais completas. Um vinho tinto ou um branco seco são excelentes opções, pois também contam com antioxidantes e têm um perfil nutricional muito mais interessante do que o da cerveja. Caso contrário, um bom copo de suco de frutas ou uma água de desintoxicação são sempre opções que não te caíram mal durante uma dieta e assim, aliás, evitará o álcool.