Ao falar de suplementos para emagrecer não podemos deixar de mencionar o papel vital tanto da colina como do inositol. Estes componentes ajudam na perda de peso, já que contribuem para a regulação do metabolismo, auxiliando e acelerando os processos biológicos.

Por um lado, ao falar da colina, estamos falando do complexo vitamínico B Este é um componente da lecitina, o qual facilita o transporte de gordura a partir do fígado até as células e deve estar presente para que se armazene a vitamina A de forma apropriada. Pode ser elaborada no corpo, mas a maior parte da colina presente nos tecidos se deriva dos fosfatidos ingeridos, tais como os que se encontram na lecitina.

Outra parte do complexo vitamínico B é o inositol. Alguns dizem que, juntamente com a colina e várias vitaminas B, o inositol é necessário para o metabolismo das gorduras no organismo.

Ajuda a queimar gordura e muito mais…

A função do fígado é decompor e metabolizar a gordura, ajudando a eliminá-la. Alguns fatores nutricionais melhoram a capacidade do fígado para decompor e metabolizar a gordura dos alimentos, e são componentes muito importantes dos planos de perda de peso.

É assim que, a colina, juntamente com o inositol participa na formação de lecitina, que tem importantes funções no sistema lipídico. A colina é gerada no intestino delgado através da intervenção da vitamina B12 e do ácido fólico com o aminoácido metionina, portanto é importante a contribuição dessas substâncias para que não apresente um déficit da colina. Outra causa da deficiência de colina pode surgir no caso de não contarmos com uma oferta suficiente de fosfolipídios ou se consumimos álcool em grandes quantidades.

Suplementos Para Emagrecer

O inositol, por sua vez, faz parte do complexo B e está intimamente ligado à colina. Faz parte dos tecidos de todos os seres vivos: nos animais formando parte dos fosfolipídios, e nas plantas como ácido fítico, unindo o ferro e o cálcio em complexo insolúvel de difícil absorção. Sua principal função é ajudar na formação de lecitina, esta substância é transportadora das gorduras desde o fígado até as células, por essa razão é muito importante a sua colaboração para reduzir o colesterol no sangue.

Entre os alimentos que contêm inositol podemos mencionar: levedura de cerveja, frutas, feijão, leite, passas, legumes, grãos integrais de aveia e trigo.

Queimadores de gordura ou lipotrópicos: colina e inositol

Por todas estas razões podemos afirmar que estes componentes são ideais para evitar o acúmulo de gordura no fígado e melhorar o seu metabolismo.

A lecitina ou colina (é um complexo natural de fosfolipídios, relacionada às triglicérides) e principal fonte de colina.

A lecitina se encontra em todas e cada uma das células do corpo (componente fundamental na membrana celular). Sua maior concentração ocorre nos órgãos vitais, tais como o fígado, os rins, o cérebro e o coração.

As fontes de lecitina são: feijão, milho, fígado, couve-flor, repolho e gema de ovo. Também é utilizada como um aditivo em chocolate, sobremesas, etc.

Normalmente trata-se de complementos dietéticos indicados para os atletas, que favorecem a eliminação de gorduras (efeito lipotrópico). Aceleram a combustão e a eliminação de gordura corporal. Todos os componentes são fatores lipotrópicos de máxima eficácia.

Tanto a colina como o inositol são componentes essenciais para o metabolismo das gorduras, favorecendo a sua mobilização e aceleram a sua combustão produzindo energia, impedindo-a de se acumular no fígado ou outros tecidos. Daí a sua denominação queimadores de gordura. Uma função que se vê apoiada pelos outros componentes da fórmula.