A drenagem linfática manual está incluída dentro das técnicas chamadas manuais e foi descoberta pelo Dr. Vodder. A sua função é a de ajudar a mobilizar os fluídos do corpo, eliminando as substâncias residuais que se acumulam no fluído intersticial.

É uma massagem muito eficaz, que é usada para combater determinados problemas de saúde, e também no campo da estética. É uma técnica em que todas as operações são realizadas com mobilizações suaves, lentas e progressivas.

Manobras de Drenagem Linfática Manual

  • Afloramento é como uma carícia.
  • Círculos fixos, com as duas mãos ao mesmo tempo.
  • Arraste e bombeamento de movimentos.
  • Movimentos de arraste com o dedo polegar.
  • Arraste com as duas mãos ao mesmo tempo.
  • Bombeamento e esvaziamento venoso.
  • Bombeamento e círculos fixos com as duas mãos ao mesmo tempo.

Para obter um bom efeito, é importante seguir um ritmo apropriado e fazer bem as manobras, levando em conta a pressão exata em que se deve realizar esta técnica.

O Sistema Linfático

O sistema linfático é parte do sistema circulatório. É um dos componentes que constituem o sistema imunológico. O sistema linfático é constituído por vasos, vasos capilares, dutos e gânglios linfáticos.

Tudo Sobre Drenagem Linfática

Os gânglios linfáticos estão espalhados por todo o corpo, cabeça, pescoço, axilas, abdômen e pernas e fazem parte do sistema imunológico. Sua função é reconhecer e combater as bactérias, vírus e substâncias estranhas que entram em nossos corpos.

Quando um gânglio de linfonodos nos está indicando que algo está acontecendo em nosso corpo. Um exemplo seria quando há uma infecção na garganta, amigdalite ou faringite. Nosso sistema imunológico torna-se alerta para combater esses patógenos, e por isso um gânglio linfático se torna aumentado. Esta inflamação, no caso de problemas na garganta pode aparecer em um dos lados ou em ambos. Neste caso, a drenagem linfática pode ajudar muito.

O edema é um acúmulo de líquido em excesso no tecido intersticial.

A pele onde o edema se encontra pode ser brilhante ou esticada.

O edema pode ser temporário ou permanente, dependendo da causa que o provocou.

Leia também: “Drenagem Linfática Para Tratar a Celulite e Emagrecer“.

Indicações Para Drenagem Linfática

  • Neuralgia do trigêmeo, dores de cabeça e enxaquecas.
  • Edema nas pernas, tornozelos e pés.
  • Entorses, hematomas, contusões, dores nas costas, geralmente problemas de ombro.
  • Prisão de ventre, retenção de líquidos, varizes, pernas cansadas, dores menstruais.
  • Distúrbios dos problemas digestivos respiratórios e constipação em geral.
  • Doenças das vias aéreas superiores e problemas de audição.
  • Estresse, ansiedade, insônia, dor de garganta, hipertensão.
  • Edemas por queimaduras.
  • Transtornos dos tecidos conjuntivos e musculoesqueléticas.
  • Obesidade.

Benefícios da Drenagem Linfática

  • A mobilidade dos vasos linfáticos de drenagem ativa, ajudando a absorver o excesso de fluídos.
  • Tem uma ação sedativa da dor.
  • É um bom aliado em um processo inflamatório.
  • Tem uma ação relaxante.
  • Ela ajuda a melhorar as defesas do organismo.

A Drenagem Linfática Aplicada na Estética

  • Uma das melhores aplicações conhecidas em tratamento de drenagem é o problema de celulite, gorduras em excesso, maus hábitos alimentares, falta de exercício, estresse emocional, má circulação.
  • Retenção de líquidos e problemas hormonais são alguns dos fatores que impulsionam a formação de celulite. Por isso, uma das alternativas para prevenir e ajudar a celulite seria a drenagem linfática manual.
  • A drenagem linfática é um tratamento bom para a pele, especialmente porque promove a circulação do sangue para ajudar a prevenir a formação de rugas.

A acne é um dos problemas mais comuns e difundidos, que afeta cerca de 80% da população com idades entre os 12 e os 25 anos. Existem várias causas que podem ajudar no desenvolvimento de acne:

  • Produtos cosméticos são ácidos e oleosos e podem favorecer o aparecimento de acne.
  • Consumo de algumas drogas.
  • Causas hormonais.
  • Alimentação.

A drenagem é muito adequada porque que ajuda a combater a acne de forma eficaz.

Ao realizar a cirurgia estética como lipoaspiração, abdominoplastia, facelift, mamoplastia de aumento, etc., a drenagem ajuda a acelerar o tempo de cicatrização do tecido, reabsorve o edema, reduz a inflamação e dor.

No pós-operatório têm de se esperar entre 24-48 horas, no mínimo, para começar as sessões de drenagem linfática, e, por vezes, dependendo do tipo de intervenção até 7 ou 8 dias.

As cicatrizes tratadas com drenagem se tornam mais suaves e pequenas. Também é eficaz no tratamento de queloides.

Contraindicações da Drenagem Linfática

  • No edema devido à insuficiência renal ou cardíaca.
  • Reações alérgicas em estado agudo.
  • No hipertireoidismo e hipotireoidismo.
  • Quando existe um problema de pele pode ser trabalhado com a drenagem linfática em torno da área afetada, mas nunca na lesão.
  • Infecções.
  • Asma aguda.
  • Câncer.

Conclusões Sobre a Drenagem Linfática

A drenagem linfática é uma ferramenta muito importante no tratamento de qualquer tipo de doença. É realizada em uma maca e uma sessão dura entre 30-50 minutos. Quando o terapeuta irá tratar qualquer doença, com drenagem, deve levar em conta:

  • Se é um problema agudo ou crônico.
  • Se existe muita ou pouca dor.
  • Onde está localizada a lesão.

O mais usual é a de que o número de sessões recomendado seja de 1-3 por semana, dependendo do problema.