Gonorreia, O Que É, Sintomas Tratamento Prevenção

O Que é Gonorreia?

A gonorréia é uma doença sexualmente transmissível (DST) causada pela Neisseria gonorrhoeae, uma bactéria que pode crescer e se multiplicar facilmente em áreas quentes e úmidas do trato reprodutivo, incluindo o colo do útero (a abertura para o útero e as trompas de Falópio nas mulheres), e na uretra. A bactéria também pode crescer na boca, garganta, olhos e ânus. O período de incubação (tempo de infecção até ao aparecimento dos primeiros sintomas) é de 2 a 10 dias.

Índice neste artigo você irá encontrar as seguintes informações:

Sintomas da Gonorreia

Embora seja provável que muitos homens e mulheres com gonorreia não apresentem sintomas, alguns sinais ou sintomas aparecem entre 1 e 14 dias após a infecção.

Gonorreia, o que é, sintomas tratamento prevenção

Nos homens os sinais e sintomas incluem uma sensação de queimação ao urinar e um corrimento esbranquiçado no pênis, amarelado ou esverdeado. Às vezes homens com gonorreia apresentam testículos doloridos ou inchados.

A maioria das mulheres com gonorreia não apresentam sintomas e se acontecem, são leves. Mesmo quando apresentam sintomas, eles podem ser tão comuns que é possível confundir com os sintomas de uma infecção da bexiga ou infecção vaginal. Os primeiros sinais e sintomas nas mulheres incluem uma sensação dolorosa ou ardor ao urinar, aumento do corrimento vaginal e sangramento vaginal entre os períodos. Mulheres com gonorreia correm o risco de complicações graves de infecção, independentemente da presença ou severidade dos sintomas.

Os Principais sintomas Tanto para Homens ou Mulheres São

  • Ardor ao urinar.
  • Expulsão de uma espessa secreção verde amarelada no pênis ou na vagina.
  • Febre (por vezes).
  • Dor ou pressão para ter relações sexuais (às vezes).
  • Desconforto retal (às vezes).
  • Erupção, especialmente nas palmas da mão.
  • Dor de garganta leve (às vezes).

Os testes de diagnóstico incluem exames de sangue, culturas de laboratório e análise microscópica da secreção genital, reto ou da garganta.

Consequências e Complicações da Gonorreia

Quando a gonorreia não é tratada pode causar problemas de saúde graves e permanentes em ambos, homens e mulheres.

Nas mulheres, a gonorreia é uma causa comum de doença inflamatória pélvica (DIP). Anualmente, cerca de 750.000 mulheres nos Estados Unidos desenvolvem o DIP. Os sintomas podem ser muito leves ou muito graves e podem incluir dores abdominais e febre. DIP pode levar a abscessos internos (pústulas com pus difícil de curar) e de longo prazo a dor pélvica crônica. A DIP pode causar danos nas trompas de Falópio e causar infertilidade ou aumentar o risco de gravidez ectópica. A gravidez ectópica é uma condição potencialmente fatal em que o óvulo fertilizado se desenvolve fora do útero, geralmente em uma trompa de Falópio.

Nos homens, a gonorreia pode causar epididimite, uma condição dolorosa dos dutos dos testículos que, se não tratada pode causar infertilidade.

As Principais Consequências e Complicações da Gonorreia São:

A Gonorreia pode se espalhar para o sangue e articulações. Esta condição pode ser fatal. Além disso, pessoas com gonorreia podem mais facilmente adquirir HIV, o vírus causador da Aids.

  • Infecção de olho causa pela bactéria da gonorreia que também pode causar cegueira em crianças.
  • Infecção generalizada conhecida como septicemia gonocócica, proliferação de bactérias no sangue que origina febre, mal-estar geral e um quadro de extrema gravidade, o qual pode provocar a morte do paciente, necessitando do internamento de urgência no hospital.
  • A artrite gonocócica, uma infecção de uma das articulações que ocorre em pessoas que têm gonorréia.
  • A doença inflamatória pélvica em mulheres que pode causar infertilidade. A gonorreia pode causar infertilidade em homens e mulheres
  • Epididimite (infecção dos testículos).
  • Endocardite (infecção das válvulas cardíacas).
  • Impotência sexual nos homens (às vezes).

Transmissão da Gonorreia

A gonorreia é transmitida através do contato com o pênis, vagina, boca ou ânus. Não é necessário ter uma ejaculação para transmitir ou contrair essa DST, a gonorreia também pode ser transmitida de mãe para filho durante o parto. O período de incubação (tempo de infecção até ao aparecimento dos primeiros sintomas) é de 2 a 10 dias.

Prevenção

O caminho mais seguro para evitar a transmissão de doenças sexualmente transmissíveis é prevenir-se de contato sexual de auto risco ou ter um relacionamento estável e monogâmico com um parceiro conhecido e que não esteja infectado. Os preservativos de látex, quando usados consistentemente e corretamente, podem reduzir o risco de transmissão da gonorreia.

Pessoas que tiveram gonorreia e receberam tratamento podem se infectar novamente se tiverem contato sexual com uma pessoa que tem a doença.

Qualquer sintoma como corrimento genital ou queimação ao urinar ou uma erupção incomum, ferida, deve ser uma razão para parar de ter relações sexuais e consultar imediatamente um médico. Uma pessoa que tenha sido diagnosticada e tratada com gonorreia deve informar a todos os seus parceiros sexuais recentes para que eles consultem um médico. Isso irá reduzir o risco de parceiros sexuais desenvolverem graves complicações da gonorreia e também diminuir o risco de recaída em uma pessoa. A pessoa com gonorreia e todos os parceiros sexuais devem evitar relações sexuais até que tenham completado seu tratamento da doença.

As Melhores Maneiras de Prevenção da Gonorreia são

  • Evite parceiros sexuais, cujas práticas e estado de saúde são incertos.
  • Use um preservativo (camisinha) durante o sexo.
  • Os casos de gonorreia devem ser comunicados ao departamento de saúde local, a fim de evitar a sua propagação.
  • A cooperação é importante e confidencialidade é garantida.

Tratamento para Gonorreia

Tratamento de gonorréia em adultos

Adultos com gonorréia são tratados com antibióticos, entretanto devido ao uso descontrolado de antibióticos a bactéria Neisseria Gonorrheae tem criado resistência aos métodos convencionais de tratamento da gonorreia como o caso do uso de penicilina, para os casos mais simples é recomendado o tratamento da gonorreia apenas com o antibiótico ceftriaxona, por injecção.

Alguns outros medicamentos são usado para tratar a gonorreia como o caso azitromicina e doxiciclina, que são dois antibióticos da ingestão oral.

Tratamento de gonorréia para casais

Seu parceiro também deve passar por análise e tratamento para a gonorréia, mesmo que não haja sinais ou sintomas. Seu parceiro deve receber o mesmo tratamento que você. Mesmo que você tenha recebido tratamento para gonorreia, poderá ser infectado novamente se seu parceiro não recebeu tratamento adequado.

Tratamento de gonorréia para bebês

O Risco para o recém nascido ocorre durante o parto, devido aos órgãos genitais da mãe estarem infectados pela bactéria Neisseria gnorrhoeae, assim que o bebê nasce recebe uma medicação em seus olhos para prevenir a infecção.

Qual médico procurar?

Em caso de suspeita de gonorreia pode-se procurar um clínico geral e no casos dos homens deve-se procurar um urologista e no caso das mulheres um Ginecologista.

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

;
Confira Mais Sobre Esse Assuto