O Que é Alopurinol?

Alopurinol é usado para tratar a gota crônica. Ajuda a prevenir os ataques de gota, mas não vai aliviar um ataque que já começou. Alopurinol também é usado para prevenir ou tratar problemas de saúde causados pelo excesso de ácido úrico no corpo, incluindo certos tipos de pedras nos rins ou outros problemas renais.

Se alguma das informações e dicas contidas neste artigo de saúde lhe causa uma preocupação especial ou quiser mais informações sobre o seu medicamento e sua utilização, consulte o seu médico, enfermeiro ou farmacêutico. Lembre-se de manter este e todos os outros medicamentos fora do alcance das crianças e nunca compartilhe seus medicamentos com outras pessoas.

Informações Importantes:

Informe o seu médico, enfermeiro ou farmacêutico se…

  • É alérgico a algum medicamento, prescrito ou não.
  • Estiver grávida ou se planeja engravidar durante o uso deste medicamento.
  • Estiver amamentando.
  • Está tomando qualquer outro medicamento prescrito ou não, especialmente anticoagulantes, azatioprina ou mercaptopurina.
  • Possui algum outro problema médico, especialmente diabetes mellitus diabetes (açúcar), pressão arterial alta ou doença renal.

Posologia:

Se esse remédio irrita o seu estômago, tome após as refeições. Se continuar a irritar estômago (náuseas, vômitos, diarreia ou dor de estômago), consulte o seu médico.

Alopurinol (Oral)

Para que este medicamento possa ajudá-lo, deve ser tomado regularmente com as instruções.

Se estiver tomando alopurinol para impedir ataques de gota, e eles continuam, continue tomando essa medicação, mesmo quando se toma outros medicamentos para convulsões.

Os adultos devem tomar pelo menos 10 a 12 copos completos de líquido por dia para ajudar a prevenir pedras nos rins tomando o alopurinol a menos que seu médico tenha indicado. Pergunte ao seu médico sobre a quantidade de líquidos a ser tomada todos os dias para as crianças tratadas com esta medicação. Além disso, seu médico pode querer que você tome outro medicamento para fazer a sua urina ficar menos ácida.

Se você esquecer uma dose deste medicamento, tome-a logo que possível. No entanto, se estiver quase na hora da dose seguinte, pule a dose esquecida e retome ao seu esquema posológico regular. Nada de doses duplas.

Para guardar este medicamento:

Mantenha fora do alcance das crianças. Armazene longe do calor e da luz direta. Não armazene no banheiro, perto da pia da cozinha, ou em outros lugares úmidos. Calor ou umidade podem comprometer o medicamento. Não guarde medicamentos vencidos.

Leia também: “Remédios Caseiros Para Gota“.

Precauções:

O excesso de álcool pode aumentar a quantidade de ácido úrico no sangue e diminuir os efeitos do alopurinol. Portanto, as pessoas com gota e pessoas com excesso de ácido úrico no organismo devem ter o cuidado de limitar a quantidade de álcool que bebem.

Consulte o seu médico imediatamente se ocorrerem prurido, urticária ou comichão ao tomar alopurinol ou se ocorrer calafrios, febre, dores articulares, dores musculares, dor de garganta, ou náuseas ou vômitos, especialmente se eles ocorrem em conjunto com ou logo após uma erupção cutânea. Muito raramente, estes efeitos podem ser os primeiros sinais de uma reação grave ao medicamento.

Este medicamento pode causar em algumas pessoas sonolência e tontura.

Certifique-se de que você saiba como reage a este medicamento antes de conduzir ou utilizar máquinas ou realizar outras tarefas que exijam estar alerta.

Efeitos Colaterais:

Os efeitos colaterais que devem ser comunicados imediatamente ao seu médico:

Pare de tomar este medicamento e consulte o seu médico imediatamente se tiver:

Mais comuns: erupções cutâneas, urticária, coceira ou feridas.

Raros: fezes escuras, feridas sangrentas nos lábios, sangue na urina ou nas fezes, calafrios, febre, dores musculares, náuseas ou vômitos, especialmente se ocorrem em conjunto com ou logo após uma erupção cutânea, micção difícil ou dolorosa, pequenas pintas vermelhas na pele ou irritação nos olhos, vermelhidão, sensibilidade, queimação ou descamação da pele, falta de ar, respiração difícil, sensação de aperto no peito ou respiração ofegante, feridas, úlceras ou manchas brancas na boca, febre ou dor de garganta, inchaço do abdômen ou do estômago, inchaço da face, pernas, pés ou dedos dos pés, glândulas inchadas ou dolorosas, sangramento ou ferimento incomum, cansaço ou fraqueza, ganho de peso (rápido), pele ou olhos amarelos.

Outros efeitos colaterais que devem ser comunicados ao seu médico:

Raros: dor na parte inferior das costas ou de lado, dormência, formigamento, dor ou fraqueza nas mãos ou pés, sangramentos sem explicação.

Outros efeitos secundários não mencionados acima podem também ocorrer em alguns pacientes. Se notar qualquer outro efeito, verifique com seu médico, enfermeiro ou farmacêutico.