O Que é Anistreplase?

Anistreplase pertence a um grupo de medicamentos chamados trombolíticos. O anistreplase é utilizado para quebrar os coágulos de sangue que estão causando um ataque cardíaco.

Se alguma das informações e dicas contidas neste artigo de saúde lhe causarem uma preocupação especial ou se quiser mais informações sobre o seu medicamento e sua utilização, consulte o seu médico, enfermeiro ou farmacêutico. Lembre-se de manter este e todos os outros medicamentos fora do alcance das crianças e nunca compartilhe seus medicamentos com outras pessoas.

Leia também: “Os Sintomas da Trombose“.

Informações Importantes

Informe o seu médico, enfermeiro ou farmacêutico se…

  • É alérgico a algum medicamento, prescrito ou não.
  • Estiver grávida ou se planeja engravidar durante o uso deste medicamento.
  • Estiver amamentando.
  • Está tomando qualquer outro medicamento prescrito ou não, especialmente anticoagulantes (diluidores do sangue), aspirina, cefamandole, cefoperazona, cefotetan, divalproato, enoxaparina, heparina, indometacina, remédio para dor ou inflamação (exceto narcóticos), fenilbutazona, plicamicina, ticlopidina ou ácido valproico.
  • Recebeu uma injeção de anistreplase ou estreptoquinase no ano passado.
    Anistreplase (Injetável)
  • Possui algum outro problema médico, especialmente doença arterial, problemas de sangramento ou um histórico de sangramento em algum lugar do corpo, doença ou tumor cerebral, doenças do coração ou dos vasos sanguíneos (incluindo batimento cardíaco irregular), pressão arterial elevada, doença no fígado, infecção estreptocócica recente.
  • Possui uma lesão no corpo ou na cabeça, aplicou injeções intravenosas, recebeu um tubo no corpo ou realizou qualquer cirurgia, incluindo cirurgia dentária.

Maiores Cuidados:

O anistreplase pode causar sangramento que normalmente não é grave. No entanto, algumas pessoas podem ter hemorragia grave. Para ajudar a evitar uma hemorragia grave, siga cuidadosamente qualquer indicação do seu médico ou enfermeiro. Também se movimente, o mínimo possível e não saia da cama sem ajuda a menos que seu médico ou enfermeiro tenha permitido.