O Que é Anticolinérgico/Antiespasmódico?

Anticolinérgicos/Antiespasmódicos são utilizados para aliviar as cãibras ou espasmos do estômago, intestino e bexiga. Alguns são usados em conjunto com antiácidos ou outros medicamentos no tratamento de úlceras pépticas. Outros são usados para prevenir náuseas e vômitos causados pela doença de movimento. Alguns anticolinérgicos são também utilizados para tratar a intoxicação causada por drogas como a neostigmina e fisostigmina, certos tipos de fungos e de intoxicação causada por gás ou por pesticidas. Além disso, anticolinérgicos podem ser utilizados para a menstruação dolorosa, congestão nasal, pois impedem o nariz de entupir durante o sono. Estes medicamentos também podem ser usados para outras circunstâncias a serem determinadas por seu médico.

Se alguma das informações e dicas contidas neste artigo de saúde lhe causa uma preocupação especial ou se quiser mais informações sobre o seu medicamento e sua utilização, consulte o seu médico, ou farmacêutico. Lembre-se de manter este e todos os outros medicamentos fora do alcance das crianças e de nunca compartilhe seus medicamentos com outras pessoas.

Informações Importantes:

Informe o seu médico, enfermeiro ou farmacêutico se…

Anticolinérgicos/Antiespasmódicos (Oral)

  • É alérgico a algum medicamento, prescrito ou não.
  • Estiver grávida ou se planeja engravidar durante o uso deste medicamento.
  • Estiver amamentando.
  • Está tomando qualquer outro medicamento prescrito ou não.
  • Ter outros problemas médicos.

Posologia

Tome este medicamento somente como orientado pelo médico. Não tome mais do mesmo, ou por mais tempo do que o previsto.

Tome este medicamento de 30 minutos a 1 hora antes das refeições, a menos que tenha sido prescrito de outra forma.

Se você se esquecer de tomar uma dose deste medicamento, deve tomá-la assim que possível. No entanto, se estiver quase na hora da dose seguinte, salte a dose esquecida e retome seu esquema posológico regular. Não tome doses duplas.

Para guardar este medicamento:

Mantenha fora do alcance das crianças. A overdose deste medicamento é muito perigosa em crianças pequenas. Mantenha afastado do calor e da luz direta. Não guardar comprimidos ou cápsulas no banheiro, perto da pia da cozinha, ou em outros lugares úmidos. Calor ou umidade podem provocar alterações no medicamento. Evite congelar a forma líquida do medicamento, ou mantê-lo em lugares quentes. Não refrigere o medicamento. Não guarde medicamentos vencidos ou medicamento não mais necessário. Certifique-se de que qualquer medicamento esteja fora do alcance das crianças.

Leia também: “Intoxicação: O Que É, Causas, Sintomas e Recomendações“.

Precauções

Se achar que você ou alguém possa ter tomado uma overdose deste medicamento, procure ajuda de emergência imediatamente. Tomando uma overdose de qualquer destes medicamentos ou a ingestão de escopolamina com álcool ou outros depressores do sistema nervoso central pode levar a inconsciência e, possivelmente à morte. Alguns sinais de superdosagem são: imperícia ou tontura, instabilidade, confusão, alucinações, dormir balbuciando, febre alta, emoção, nervosismo, inquietação ou irritabilidade, batimento cardíaco acelerado, calor, secura e vermelhidão anormal da pele.

Estes medicamentos podem levar a uma diminuição da sudorese, causando um aumento da temperatura do seu corpo. Tenha cuidado para não ficar superaquecido por exercício ou durante o tempo quente, pois o superaquecimento pode provocar insolação. Além disso, banhos quentes ou saunas podem fazer você sentir tonturas ou sofrer desmaio durante o uso deste medicamento.

Consulte o seu médico antes de parar de utilizar o medicamento. Ele pode querer reduzir gradualmente a quantidade que você está tomando antes de parar completamente.

Anticolinérgicos podem causar em algumas pessoas a visão turva. Certifique-se de sua visão é clara, antes de conduzir, utilizar máquinas ou executar outras tarefas que exigem boa visão. Estes medicamentos podem também causar aos olhos maior sensibilidade à luz. Usar óculos de sol pode ajudar a diminuir o desconforto de luz brilhante.

Essas drogas, principalmente em altas doses podem causar em algumas pessoas tonturas ou sonolência.

Certifique-se de que você reage bem a este medicamento antes de conduzir ou utilizar máquinas ou realizar outras tarefas que exijam estar alerta.

Para os pacientes que tomam escopolamina:

Este medicamento aumentará a influência do álcool e outros depressores do sistema nervoso central.

Efeitos Colaterais

Os efeitos colaterais que devem ser comunicados ao seu médico:

Raros – confusão (especialmente nos idosos), tonturas, vertigens (contínuas) ou desmaios, dor ocular, prurido ou urticária.

Os efeitos colaterais que geralmente não requerem atenção médica:

Estes efeitos secundários podem desaparecer durante o tratamento, mas se continuam ou são incômodos, informe seu médico.

Efeitos colaterais mais comuns – constipação, diminuição da sudorese, boca, nariz, garganta ou pele seca.

Outros efeitos secundários não mencionados acima podem também ocorrer em alguns doentes. Se notar qualquer outro efeito, verifique com seu médico.

Para pacientes em uso de escopolamina: depois de parar de usar este medicamento, seu corpo precisa de tempo para se ajustar. O período de tempo de demora depende da quantidade de medicamento que você estava tomando e por quanto tempo você tomou. Durante este tempo, verifique com seu médico se você experimentar: ansiedade, irritabilidade, pesadelos e dificuldade para dormir.