O QUE É CANAMICINA?
A canamicina oral pertence à família de medicamentos chamados antibióticos. Ele é usado antes da cirurgia que afeta o intestino para ajudar a prevenir a infecção durante a cirurgia.

Se alguma das informações e dicas contidas neste artigo de saúde lhe causa preocupação especial ou quiser mais informações sobre o seu medicamento e sua utilização, consulte o seu médico, enfermeiro ou farmacêutico. Lembre-se de manter este e todos os outros medicamentos fora do alcance das crianças e de nunca compartilhar seus medicamentos com os outros.
Informações importantes:

Informe o seu médico, enfermeiro ou farmacêutico se. . .

  • é alérgico a algum medicamento, prescrito ou não;
  • estiver grávida ou se planeja engravidar durante o uso deste medicamento;
  • estiver amamentando;
  • está tomando qualquer outro medicamento prescrito ou não;
  • tiver outros problemas médicos, em especial obstrução intestinal, doença do oitavo nervo craniano (perda auditiva), doença renal ou úlceras intestinais.

Posologia
Este medicamento pode ser tomado com estômago cheio ou vazio.

Continue a tomar este medicamento durante todo o tempo do tratamento. Não perca nenhuma dose.

Canamicina (Oral)

Para os pacientes que estão tomando canamicina oral antes de qualquer cirurgia que afetam o intestino:

Se você esquecer uma dose deste medicamento, deve tomá-la assim que possível. No entanto, se estiver quase na hora da dose seguinte, salte a dose esquecida e retome seu esquema posológico regular. Não tome doses duplas.

Para guardar este medicamento:

Mantenha fora do alcance das crianças. Armazene longe do calor e da luz direta. Não armazene no banheiro, perto da pia da cozinha, ou em outros lugares úmidos. Calor ou umidade pode alterar o medicamento. Não guarde medicamentos desatualizados ou medicamento não mais necessários.

PRECAUÇÕES
Este medicamento não deve ser dado a terceiros ou utilizados para outros problemas, a menos que seu médico lhe tenha dito o contrário.

EFEITOS COLATERAIS
Os efeitos colaterais que devem ser comunicados imediatamente ao seu médico:

Raros (com longo prazo de uso ou altas doses) – Qualquer perda auditiva, imperícia, tonturas, grande diminuição na frequência da micção ou na quantidade de urina, aumento da sede, de toque ou zumbido ou uma sensação de plenitude nos ouvidos; instabilidade.

Os efeitos colaterais que geralmente não requerem atenção médica:

Mais comum: diarréia, náuseas ou vômitos.

Estes efeitos secundários podem desaparecer durante o tratamento, mas se eles continuarem ou são incômodos, verifique com seu médico.

Raros (com longo prazo de uso) – Aumento da quantidade de gases, fezes de cor clara, espumosa, de aspecto gorduroso.

Outros efeitos secundários não mencionados acima podem também ocorrer em alguns doentes. Se notar qualquer outro efeito, verifique com seu médico.