O que é flucitosina?

Flucitosina pertence à família de medicamentos chamados antifúngicos. Usados para tratar certas infecções fúngicas.

Se alguma das informações e dicas contidas neste artigo de saúde lhe causarem uma preocupação especial ou quiser mais informações sobre o seu medicamento e sua utilização, consulte o seu médico, enfermeiro ou farmacêutico. Lembre-se de manter este e todos os outros medicamentos fora do alcance das crianças e nunca compartilhe seus medicamentos com os outros.

Informações importantes:

Informe o seu médico, enfermeiro ou farmacêutico se. . .

  • é alérgico a algum medicamento, prescrito ou não;
  • estiver grávida ou se planeja engravidar durante o uso deste medicamento;
  • estiver amamentando;
  • está tomando qualquer outro medicamento prescrito ou não;
  • possui algum outro problema médico, especialmente doença arterial ou doença renal;
  • sempre foi tratado com radioterapia ou medicamentos contra o câncer.

Posologia:

Em alguns pacientes, flucitosina pode causar náuseas ou vômitos. Se você estiver tomando mais de 1 cápsula para cada dose, faça uma pausa, por um período de 15 minutos para ajudar a reduzir náusea ou vômitos. Se isso não ajudar, ou se você tiver qualquer dúvida, consulte o seu médico.

Flucitosina (Oral)

Para ajudar a curar completamente sua infecção, a utilização deste medicamento deve ser completa durante todo o tempo do tratamento. Não esqueça de tomar nenhuma dose.

Se você esquecer uma dose deste medicamento, tome-a logo que possível. No entanto, se estiver quase na hora da dose seguinte, pule a dose esquecida e retome ao seu esquema posológico regular. Nada de doses duplas.

Para guardar este medicamento:

Mantenha fora do alcance das crianças. Armazene longe do calor e da luz direta. Não armazene no banheiro, perto da pia da cozinha, ou em outros lugares úmidos. Calor ou umidade podem comprometer o medicamento. Não guarde medicamentos vencidos.

Precauções:

Seu médico deve verificar o seu progresso em visitas regulares para assegurar que este medicamento não está causando efeitos indesejáveis.

Flucitosina pode causar problemas no sangue. Estes problemas podem resultar em uma maior chance de infecção, cicatrização lentas, e sangramento nas gengivas. Portanto, tenha cuidado ao utilizar regularmente escovas, fio dental e palitos. Qualquer trabalho dental deve ser feito antes de começar a usar este medicamento ou ser adiado até que suas contagens de sangue tenham retornado ao normal. Consulte o seu médico ou dentista se tiver alguma dúvida sobre a higiene oral adequada (cuidado bucal) durante o tratamento.

Flucitosina pode tornar a sua pele mais sensível à luz solar do que o normal. Quando você começar a tomar este medicamento, evite muito sol até ver como reage, especialmente se você tende a queimar facilmente. Se você tiver uma reação muito forte, consulte o seu médico.

Este medicamento pode causar em algumas pessoas sonolência e tontura.

Certifique-se de que você saiba como reage a este medicamento antes de conduzir ou utilizar máquinas ou realizar outras tarefas que exijam estar alerta.

Se estas reações são especialmente incômodas, consulte o seu médico.

Efeitos Colaterais:

Os efeitos colaterais que devem ser comunicados imediatamente ao seu médico:

Mais comuns: febre ou dor de garganta, erupção cutânea, comichão ou vermelhidão da pele, hemorragias ou hematomas, cansaço ou fraqueza, olhos ou pele amarela.

Menos comuns: confusão, alucinações, aumento da sensibilidade da pele à luz solar

Os efeitos colaterais que geralmente não requerem atenção médica:

Estes efeitos secundários podem desaparecer durante o tratamento, mas se eles continuam ou são incômodos, verifique com seu médico, enfermeiro ou farmacêutico.

Mais comuns: dor abdominal, diarreia, perda de apetite, náusea ou vômitos.

Menos comuns: tonturas ou vertigens, dor de cabeça, sonolência.

Outros efeitos secundários não mencionados acima podem também ocorrer em alguns doentes. Se notar qualquer outro efeito, verifique com seu médico, enfermeiro ou farmacêutico.