O que é fluconazol?

Fluconazol está em um grupo de medicamentos chamados antifúngicos. Usado para tratar infecções fúngicas graves que podem ocorrer em diferentes partes do corpo.

Se alguma das informações e dicas contidas neste artigo de saúde lhe causarem uma preocupação especial ou quiser mais informações sobre o seu medicamento e sua utilização, consulte o seu médico, enfermeiro ou farmacêutico. Lembre-se de manter este e todos os outros medicamentos fora do alcance das crianças e nunca compartilhe seus medicamentos com os outros.

Informações importantes:

Informe o seu médico, enfermeiro ou farmacêutico se. . .

  • é alérgico a algum medicamento, prescrito ou não;
  • estiver grávida ou se planeja engravidar durante o uso deste medicamento;
  • estiver amamentando;
  • está tomando qualquer outro medicamento prescrito ou não, especialmente astemizol, cisaprida, terfenadina ou medicamentos contendo terfenadina;
  • Possui algum outro problema médico, especialmente abuso de álcool (ou histórico de) ou doença renal ou hepática.

Informações importantes

Alguns medicamentos administrados por injeção podem também ser administrados em casa, para pacientes que não precisam estar no hospital durante todo o tempo do tratamento. Se utilizar o medicamento em casa, certifique-se claramente de entender e seguir as instruções do seu médico cuidadosamente.

Fluconazol (Injeção)

Coloque as seringas e agulhas usadas em um recipiente coberto que as agulhas não possam perfurar, em seguida, jogue fora. Caso contrário, descarte de seringas usadas no lixo como indicado por seu médico, enfermeiro ou farmacêutico.

Para ajudar você a curar completamente sua infecção, a utilização deste medicamento deve ser completa durante todo o tempo do tratamento, mesmo se você começar a se sentir melhor. As infecções fúngicas podem exigir muitos meses de tratamento, mesmo que todos os sintomas tenham desaparecido. Algumas infecções por fungos não curam completamente e necessitam de tratamento contínuo. Se parar de utilizar este medicamento demasiadamente cedo, os sintomas podem voltar.

Este medicamento funciona melhor quando há uma quantidade constante no sangue. Para ajudar a manter a quantidade constante, não perca nenhuma dose. Além disso, é melhor usar cada dose na mesma hora todos os dias. Se precisar de ajuda para planejar o melhor momento de utilizar o medicamento, consulte o seu médico, enfermeiro ou farmacêutico.

Se você esquecer uma dose deste medicamento, tome o mais rapidamente possível. No entanto, se estiver quase na hora da dose seguinte, pule a dose esquecida e retome seu esquema posológico regular. Nade de doses duplas.

Mantenha fora do alcance das crianças. Armazenar longe do calor e da luz direta. Não armazenar cápsulas ou comprimidos do medicamento no banheiro, perto da pia da cozinha, ou em lugares úmidos. Calor ou umidade podem comprometer o medicamento. Evite congelar a forma líquida do medicamento. Não guarde medicamentos vencidos.

Precauções

É importante que o seu médico verifique o seu progresso em visitas regulares. Isso permitirá que o seu médico encontre quaisquer efeitos indesejados.

Se seus sintomas não melhorarem dentro de poucas semanas ou piorarem, consulte o seu médico. Este medicamento não deve ser tomado com astemizol (Hismanal), cisapride (Propulsid), terfenadina (Seldane) ou medicamentos contendo terfenadina (Seldane-D). Fazer isso pode aumentar o risco de efeitos secundários graves que afetam o coração e poderiam por em perigo a sua vida.

Efeitos Colaterais do fluconazol

Os efeitos colaterais que devem ser comunicados imediatamente ao seu médico:

Efeitos colaterais menos comuns – febre ou calafrios, erupções cutâneas e prurido.

Efeitos colaterais raros – urina na cor âmbar escuro, febre com dor de garganta, perda de apetite, fezes claras, vermelhidão, bolhas, descamação ou afrouxamento da pele e membranas mucosas (interior da boca), dor de estômago, hemorragia ou nódoas negras sensação de cansaço, pele ou olhos amarelos.

Os efeitos colaterais que geralmente não requerem atenção médica:

Estes efeitos secundários podem desaparecer durante o tratamento, mas se eles continuarem ou serem incômodos, verifique com seu médico, enfermeiro ou farmacêutico.

Efeitos colaterais menos comuns – constipação, diarreia, tontura, sono, dor de cabeça, náuseas, vômitos.

Outros efeitos secundários não mencionados acima podem também ocorrer em alguns doentes. Se notar qualquer outro efeito, verifique com seu médico, enfermeiro ou farmacêutico.