O que é lidocaína?

Lidocaína pertence à família de medicamentos chamados anestésicos locais. Lidocaína produz insensibilidade quando aplicado à pele. Este sistema de medicina é usado para aliviar a dor e desconforto na pele causada por infecção como a herpes zoster.

Se alguma das informações e dicas contidas neste artigo de saúde lhe causarem uma preocupação especial ou quiser mais informações sobre o seu medicamento e sua utilização, consulte o seu médico, enfermeiro ou farmacêutico. Lembre-se de manter este e todos os outros medicamentos fora do alcance das crianças e nunca compartilhe seus medicamentos com os outros.

Informações importantes:

Informe o seu médico, enfermeiro ou farmacêutico se. . .

  • é alérgico a algum medicamento, prescrito ou não;
  • estiver grávida ou se planeja engravidar durante o uso deste medicamento;
  • estiver amamentando;
  • está tomando qualquer outro medicamento prescrito ou não;
  • possui algum outro problema médico, especialmente inflamação da pele, queimaduras ou de feridas abertas no local de aplicação, ou doença grave do fígado.

Modo de usar:

Não aplique o medicamento em feridas abertas, queimaduras ou quando há inflamação na pele, a menos que seu médico lhe diga o contrário.

Lidocaína (tópico)

Evite encostar este medicamento em seus olhos, pois pode causar irritação grave. Se essa medicação entrar no olho, lave os olhos imediatamente com água, você deve protegê-lo até voltar ao normal e em seguida, consulte o seu médico.

Use este medicamento somente como prescrito por seu médico. Não use mais nem use por mais tempo do que o recomendado.

Pode ser usado sobre a área de aplicação.

Para guardar este medicamento:

Mantenha este medicamento fora do alcance de crianças e animais domésticos. Mantenha a embalagem bem fechada quando não estiver usando esta medicação. Armazene longe do calor. Evite congelar esta medicação. Não refrigere. Não guarde medicamentos cujo prazo de validade tenha expirado. Mastigar ou engolir lidocaína, pode causar sérios efeitos colaterais.

Precaução:

Se você tiver uma sensação de irritação ou queimação durante a utilização deste medicamento, remova a lidocaína e não coloque novamente até que a irritação passe.

Lavar as mãos após o manuseio de lidocaína.

Efeitos colaterais:

Pare de usar este medicamento e obtenha ajuda de emergência imediatamente se tiver:

Sinais de reação alérgica:

Raros: tosse, dificuldade de deglutição ou inchaço da língua, urticária, tonturas ou desmaio, inchaço das pálpebras, face ou lábios, comichão ou erupção da pele, falta de ar, aperto no peito ou chiado, nariz entupido.

Sinais de absorção excessiva da medicação no corpo:

Raros: visão turva ou visão dupla, confusão, tonturas, vertigens ou sonolência, sentir calor, frio ou dormência, tremores, náuseas ou vômitos, toque ou zumbido nos ouvidos, falta de ar ou dificuldade para respirar, excitação, nervosismo incomum ou agitação, cansaço ou fraqueza.

Nota: estes efeitos são raros, quando as quantidades habituais de medicamentos são utilizados de forma adequada, no entanto, pode ocorrer se esta medicação é usada com frequência, aplicado sobre a pele machucada ou inflamada, aplicados sobre grandes áreas ou quando usada por muito tempo.

Os efeitos colaterais que geralmente não requerem atenção médica:

Estes efeitos secundários podem desaparecer durante o tratamento, mas se eles continuam ou são incômodos, verifique com seu médico, enfermeiro ou farmacêutico.

Mais comuns: erupções cutâneas, urticária, inchaço ou sensação anormal no local de aplicação.

Outros efeitos secundários não mencionados acima podem também ocorrer em alguns doentes. Se notar qualquer outro efeito, verifique com seu médico, enfermeiro ou farmacêutico.