O que são sulfadoxina e pirimetamina?

A combinação de sulfadoxina e pirimetamina é usada para tratar a malária. Este medicamento pode também ser usado para prevenir a malária em pessoas que estão vivendo ou vão viajar para uma área onde há a possibilidade de contrair malária. A combinação de sulfadoxina e pirimetamina também pode ser tomado com outros medicamentos para a malária, ou pode ser usado para outros problemas, determinados pelo seu médico.

Se alguma das informações e dicas contidas neste artigo de saúde lhe causarem uma preocupação especial ou quiser mais informações sobre o seu medicamento e sua utilização, consulte o seu médico, enfermeiro ou farmacêutico. Lembre-se de manter este e todos os outros medicamentos fora do alcance das crianças e nunca compartilhe seus medicamentos com os outros.

Informações importantes:

Informe o seu médico, enfermeiro ou farmacêutico se. . .

  • é alérgico a algum medicamento, prescrito ou não;
  • estiver grávida ou se planeja engravidar durante o uso deste medicamento;
  • estiver amamentando;
  • está tomando qualquer outro medicamento prescrito ou não;
  • possui algum outro problema médico, especialmente anemia ou outros problemas do sangue, doença renal ou porfiria.
    Sulfadoxina e pirimetamina (Oral)

Posologia:

Não dê este medicamento a crianças com menos de 2 meses de idade a menos que seu médico lhe tenha dito o contrário. Além disso, mantenha este medicamento fora do alcance das crianças.

Se este medicamento provoca dores de estômago ou vômitos, tome com as refeições.

É importante que você tome este medicamento conforme indicado pelo seu médico. Não esqueça nenhuma dose.

Se você esquecer uma dose deste medicamento, tome-a logo que possível. No entanto, se estiver quase na hora da dose seguinte, pule a dose esquecida e retome ao seu esquema posológico regular. Nada de doses duplas.

Para guardar este medicamento:

Mantenha fora do alcance das crianças. Armazene longe do calor e da luz direta. Não armazene no banheiro, perto da pia da cozinha, ou em outros lugares úmidos. Calor ou umidade podem comprometer o medicamento. Não guarde medicamentos vencidos.

Precauções:

Se este medicamento provocar uma erupção na pele, comichão, vermelhidão, feridas na boca ou nos órgãos genitais ou dor de garganta, consulte o seu médico imediatamente. Estes podem ser sinais de alerta precoce de problemas mais sérios ou problemas de pele que podem surgir mais tarde.

A malária é transmitida por mosquitos. Use as seguintes medidas para controle do mosquito para ajudar a prevenir a infecção:

Durma debaixo de um mosquiteiro para evitar ser mordido pelo mosquito da malária.

Use camisetas ou camisa de mangas compridas e calças compridas para proteger os braços e pernas e aplique repelente nas partes descobertas da pele, especialmente do crepúsculo ao amanhecer, quando os mosquitos estão fora.

Para os pacientes que tomam este medicamento para prevenir a malária:

É muito importante que o seu médico verifique o seu progresso em visitas regulares. Este medicamento pode causar problemas de sangue, especialmente se for utilizado por um longo tempo.

Este medicamento pode deixar a sua pele mais sensível do que o normal à luz solar. Quando você começar a usar este medicamento, evitar tomar muito sol, especialmente se você tende a queimar facilmente. Se você tiver uma reação muito forte, consulte o seu médico.

Efeitos colaterais:

Os efeitos colaterais que devem ser comunicados imediatamente ao seu médico:

Mais comuns: febre, aumento da sensibilidade da pele à luz solar, irritação ou queimação da língua, erupção cutânea.

Menos comuns: fezes escuras, sangramento ou formação de crostas de lesões nos lábios, sangue na urina ou fezes, dor torácica, calafrios, tosse, rouquidão, perda de apetite, dor no lado ou na parte inferior das costas, espasmos e dores musculares, dor de garganta, feridas, úlceras ou manchas brancas na boca, feridas na boca, inchaço na área abdominal superior, hemorragia ou ferimento incomum, cansaço ou fraqueza, vômitos, olhos amarelados e pele.

Raros: dor de estômago, mudança na cor da face, constipação, respiração rápida ou irregular, erupções cutâneas, inchaço das pálpebras ou ao redor dos olhos, falta de ar, dificuldade respiratória, pressão sobre/ou chiado no peito.

Os efeitos colaterais que geralmente não requerem atenção médica:

Estes efeitos secundários podem desaparecer durante o tratamento, mas se eles continuam ou são incômodos, verifique com seu médico, enfermeiro ou farmacêutico.

Mais comuns: ansiedade, diarreia, sonolência, dor de cabeça, nervosismo.

Menos comum: dor nas articulações.

Outros efeitos secundários não mencionados acima podem também ocorrer em alguns doentes. Se notar qualquer outro efeito, verifique com seu médico, enfermeiro ou farmacêutico.