O Que é Vimblastina?

Vimblastina pertence ao grupo de medicamentos conhecidos como agentes antineoplásicos. Ele é usado para tratar alguns tipos de câncer, incluindo o linfoma e câncer de mama ou testículo, bem como algumas condições não cancerosas.

Se alguma das informações e dicas contidas neste artigo de saúde lhe causa preocupação especial ou quiser mais informações sobre o seu medicamento e sua utilização, consulte o seu médico, enfermeiro ou farmacêutico.

Converse com seu médico sobre os possíveis efeitos colaterais deste medicamento.

Alguns deles podem ser graves ou de longa duração.

Informe o seu médico, enfermeiro ou farmacêutico se…

  • É alérgico a algum medicamento, prescrito ou não.
  • Estiver grávida ou se planeja engravidar durante o uso deste medicamento.
  • Estiver amamentando.
  • Está tomando qualquer outro medicamento prescrito ou não; especialmente a anfotericina B, azatioprina, cloranfenicol, colchicina, flucitosina, ganciclovir, interferon, Plicamicina, probenecida, sulfinpirazona ou zidovudina.
  • Tiver outros problemas médicos; especialmente varicela (incluindo a exposição recente), herpes zoster (zona), infecção ou doença do fígado; sempre foi tratado com radioterapia ou medicamentos contra o câncer.
    Vimblastina (Injetável)

Posologia

Este medicamento é dado às vezes com outros medicamentos. Se você estiver recebendo uma combinação de medicamentos, é importante obter cada um deles no momento certo. Se estiver tomando algum destes medicamentos por via oral, peça ao seu médico para ajudar você a planejar uma maneira de tomá-los na devida hora.

Com a utilização deste medicamento, seu médico poderá lhe orientar a beber mais líquidos para urinar mais. Isso ajudará a evitar problemas com seus rins e manter boas condições de funcionamento.

Vimblastina, por vezes, provoca náuseas e vômitos. No entanto, é muito importante continuar tomando, mesmo que se sinta mal ou comece a se sentir doente. Pergunte ao seu médico sobre maneiras de diminuir estes efeitos.

Leia também: “Dor nos Testículos: Por Que Isso Acontece?“.

Precauções

É muito importante o seu médico verificar o seu progresso em visitas regulares para certificar-se de que este medicamento está funcionando corretamente e para verificar os efeitos indesejados.

Enquanto em tratamento com este medicamento e uma vez que o tratamento tenha terminado, não receba qualquer imunização (vacinação) sem autorização do seu médico. Além disso, outras pessoas que vivem em sua casa, não devem tomar a vacina oral contra a poliomielite, uma vez que é possível transmitir para você, o vírus da poliomielite. Também evite aqueles que receberam a vacina oral contra a poliomielite nos últimos meses.

Vimblastina pode temporariamente diminuir o número de glóbulos brancos no sangue, aumentando a chance de infecção. Ela também pode reduzir o número de plaquetas, que são necessárias para a coagulação sanguínea adequada. Se isso acontecer:

Evite as pessoas com infecções.

Tenha cuidado ao usar uma escova de dente, fio dental ou palitos.

Não toque seus olhos ou dentro de seu nariz a não ser que você tenha lavado as suas mãos e desde então não tenha tocado em mais nada.

Tenha cuidado para não se cortar, machucar ou ferir.

Efeitos Colaterais

Os efeitos colaterais que devem ser comunicados imediatamente ao seu médico:

Mais comuns – tosse ou rouquidão com febre ou calafrios, dor na parte inferior das costas ou de lado, com febre ou calafrios, dor ou dificuldade para urinar, febre ou arrepios.

Menos comuns – sangue na urina ou fezes, dor ou vermelhidão no local da injeção, hemorragia pequenas manchas vermelhas na pele ou ferimento incomum.

Raro -fezes pretas.

Outros efeitos colaterais que devem ser comunicados ao seu médico:

Menos comuns – dor nas articulações, dor na boca ou nos lábios, inchaço dos pés.

Raros – tontura, visão dupla, pálpebras caídas, dor de cabeça, dor de mandíbula; depressão mental, dormência ou formigamento nos dedos das mãos ou dos pés, dores nos dedos das mãos e dos pés, dores nos testículos, dificuldade para caminhar, fraqueza.

Os efeitos colaterais que geralmente não requerem atenção médica:

Estes efeitos secundários podem desaparecer durante o tratamento, mas se continuam ou são incômodos, verifique com seu médico.

Menos comuns – dores ósseas ou musculares, náuseas ou vômitos.

Este medicamento muitas vezes provoca uma perda temporária de cabelo. O cabelo vai crescer normalmente após o tratamento com vimblastina.

Outros efeitos secundários não mencionados acima podem também ocorrer em alguns pacientes. Se notar qualquer outro efeito, verifique com seu médico.