O fato de dedicar um par de sessões por semana para as pernas é uma conquista considerável; existem muitos atletas que burlam os seus esforços a respeito das pernas e preferem concentrar-se em áreas do corpo aparentemente mais vistosas, como o tronco ou braços. Se você não cometer esse erro e dedicar o tempo necessário para as pernas, o seu corpo vai agradecer.

Divida o Treinamento de Pernas

Não é aconselhável que você treine todos os músculos da perna em apenas uma sessão, eles são muitos, o que resultaria em uma sessão muito longa e desgastante, de baixo desempenho. É preferível dividir a sessão em um dia de quadríceps e femorais, e outra de adutores, abdutores, panturrilhas e, se você desejar incluir, nádegas. Separando as duas sessões com pelo menos dois dias uma da outra, alcançará melhores resultados.

Não se Esqueça de Incluir Exercícios para Femorais, Adutores e Panturrilhas

Um típico erro presente nas sessões de pernas é não incluir mais de quadríceps e algum outro exercício de bíceps femorais. Enquanto estes são dois músculos muito importantes das pernas, não são os únicos, e o fato de não realizar exercícios para os demais músculos fará com que o seu desenvolvimento não seja harmônico. Planeje exercícios adutores, abdutores e panturrilhas: para adutores e abdutores, as academias geralmente estão equipadas com máquinas muito úteis para o seu desenvolvimento, enquanto que para as panturrilhas, a cadeira de panturrilhas, as panturrilhas em máquina Smith ou multi-power e as panturrilhas com pesos são algumas das opções que você possui.

5 Dicas Para um Melhor Treinamento de Pernas

Dominar o Agachamento

O agachamento é chamado, não sem justiça, o exercício rei para as pernas, já que não existe outro que possa se igualar a ele quanto à utilidade e quantidade de músculos envolvidos, além da grande variedade de estilos de agachamento, que apontam para o desenvolvimento de setores específicos dos músculos. O segredo do agachamento se encontra em manter a forma rigorosa durante todo o roteiro, seja em relação ao agachamento profundo como o médio agachamento. Não deixe que o seu ego prevaleça sobre o seu bom treinamento.

Não Utilize Pesos Excessivos

Como escrevemos na seção anterior, o peso que deve ser utilizado no treinamento das pernas, especialmente em exercícios como o agachamento ou pressão dos quadríceps, não tem nada a ver com o volume puro (isto é, a quantidade de peso ou carga), mas sim com a forma rígida, se utilizamos muito peso, a forma do exercício sofrerá e não ocorrerá outra coisa se não o erro de realizar um mau exercício, que inclusive é ainda pior do que não fazê-lo. Não se exponha a uma lesão ou acidente e trabalhe com o peso necessário para realizar o exercício com esforço, mas sem riscos.

Treine as Pernas Pelo Menos Uma Vez Por Semana

Parece um conselho bobo, mas não é: quantas pessoas abandonam o treinamento de pernas pensando que se trata de um grupo muscular secundário em comparação com outros mais vistosos. Não é verdade: as pernas têm a mesma importância que as costas, peito, ombros ou braços, e esteticamente não é agradável uma pessoa que se orgulha de um tronco bem desenvolvido e exibe pernas estilo pauzinhos. O ideal é o treinamento de pernas duas vezes por semana, como já foi dito, mas se não for possível, pelo menos, uma vez é mais do que o necessário.

Leia também: “Cinco Exercícios Isométricos Para Trabalhar as Pernas Em Casa“.