"Após realizar o treinamento físico o corpo precisa de nutrientes, entre eles o mais importante as proteínas, para se recuperar e reparar, para conseguir isso podemos utilizar os shakes de proteínas. Este tipo de bebida pode ser muito benéfica ao ser tomada de 30 minutos até uma hora após o treinamento e no artigo de hoje vamos te dar algumas dicas para saber como tomá-los e aproveitar ao máximo todos esses benefícios. "

Tomar shakes de proteína é uma forma saudável, rápida e fácil de obter uma boa nutrição após o treinamento.

As proteínas, assim como outros nutrientes, são essenciais para o crescimento, a manutenção e a reparação muscular, contribuindo para a hipertrofia e ganhos de uma força maior. Alimentação após o treinamento é fundamental para os ganhos de força, assim como para garantir uma ótima recuperação.

Dicas de Nutrição Pós-Treinamento

  • Passo 1: Beba um shake de proteína durante a hora seguinte ao treinamento. Existe um tempo em que o corpo obtém o maior benefício da nutrição pós-treinamento. O ideal é beber um shake de 15 a 30 minutos depois de um treinamento, uma vez que permite que o corpo absorva os nutrientes em um ritmo mais rápido para permitir a recuperação e reparação.
  • Passo 2: Adicione carboidratos simples ao seu shake de proteína para crescimento do tecido e a reparação. O corpo é capaz de processar os carboidratos de maneira mais eficiente após o treinamento, já que a sensibilidade à insulina é reduzida. Isto permite que o corpo absorva os aminoácidos que compõem as proteínas de forma mais eficiente para ajudar na recuperação muscular. Se você faz os seus próprios shakes em casa, acrescente carboidratos na forma de frutas frescas ou congeladas, como bananas e um copo de bagas, que também fornecem grandes quantidades de nutrientes, vitaminas e minerais.
  • Passo 3: Beba um shake de proteína na primeira hora da manhã, logo após o treinamento. O corpo está em jejum enquanto você dorme e nenhuma proteína foi consumida. Uma pessoa que normalmente é ativa corre o risco de entrar em um estado catabólico, referindo-se ao estado em que o corpo rompe os músculos para combustível. Tomar um shake de proteína na primeira hora da manhã impede o colapso muscular e coloca a disposição mais proteína para os músculos.
  • Passo 4: Adicionar a proteína de soro de leite a um shake é a opção suplementar mais importante sobre outras proteínas em pó. O soro de leite é facilmente acessível para o organismo, dentro de 20 a 30 minutos após o seu consumo, já que é umas das proteínas mais fáceis de digerir. Outras proteínas, tais como a caseína, a proteína do leite ou da soja são também benéficas, mas não são digeridas tão rapidamente como o soro. Adicione uma ou duas colheres de sopa, aproximadamente de 20 a 30 gramas de proteína em pó para ao seu shake de acordo com as suas necessidades e a intensidade do treinamento.
  • Passo 5: Combine proteínas em pó para obter o máximo de benefícios nutricionais pós-treinamento. A proteína de soro de leite pode ser combinada com uma proteína de soja, caseína, ovo ou proteína de arroz. Uma possível combinação pode incluir um copo de leite, uma fonte de proteína de caseína, uma colher de sopa de soro de leite, proteína de soja e carboidratos, como por exemplo, uma banana. Porque eles são digeridos em velocidades diferentes, o corpo continua recebendo os benefícios das proteínas adicionais dentro de algumas horas depois do treinamento. A proteína de soja também pode ajudar a reduzir os níveis de colesterol.

Leia também: “Benefícios dos Shakes de Proteína“.