Quando realizamos exercício físico desencadeamos um processo de oxigenação essencial para que as células do nosso organismo possam obter a energia que necessitam e assim serem capazes de cumprir o treinamento.

Em condições de esforço e exercícios duradouros, é possível chegar a consumir um valor de oxigênio de doze a vinte vezes superiores do que uma pessoa sedentária.

Este aumento no consumo de oxigênio em momentos de maior esforço é o responsável pelo excesso de produção de radicais livres, com o consequente dano celular do tipo oxidativo, conhecido como o “estresse oxidativo” que deve ser levado em conta, a fim de pará-lo.

Um excesso de radicais livres acelera o processo de envelhecimento do nosso organismo e pode causar lesões e doenças ao diminuir as defesas: problemas do sistema cardiovascular, desenvolvimento das doenças neurodegenerativas, aumento do risco de desenvolvimento de tumores… Nos atletas originam também um dano muscular que se traduz em dor e sensação de inflamação, enquanto abranda a recuperação do glicogênio muscular.

Leia também: “O Que São Antioxidantes e Radicais Livres?

Uma pessoa jovem, saudável, bem treinada, pode se defender bem desse excesso de radicais livres através do aumento da produção e da atividade dos sistemas enzimáticos endógenos (superóxido dismutase, glutationa peroxidase e catalase) capazes de neutralizar grande parte dessas moléculas instáveis, auxiliado também pela ingestão adequada de vitaminas E e C, beta-caroteno, minerais como o zinco, o selênio ou o cobre e outras substâncias antioxidantes como o ALA, os flavonoides, CoQ-10, etc.

Os Antioxidantes Aceleram a Recuperação Após o Exercício

Portanto, para manter um bom estado de saúde e um alto rendimento esportivo é preciso conseguir um equilíbrio entre os mecanismos que geram estes radicais livres e aqueles que os neutralizam, que são as substâncias antioxidantes que podemos encontrar em muitos alimentos, principalmente frutas, verduras e hortaliças, legumes, cereais integrais, frutos secos, azeite de oliva e em alguns suplementos.

Leia também: “Os Melhores Antioxidantes Naturais – Frutas Antioxidantes“.

Os antioxidantes após o exercício ajudam a acelerar o processo de recuperação e a aumentar as defesas, já que melhoram o funcionamento do sistema imunológico.

Os antioxidantes também desempenham um papel igualmente importante na prevenção e recuperação de lesões, devido à influência dos radicais livres no processo de inflamação. As doses adequadas de antioxidantes ajudam na recuperação de processos inflamatórios pós-traumáticos e no momento de aliviar pequenas lesões.

Ter algumas células mais jovens e de melhor qualidade nos garantirá uma melhor saúde por muito mais tempo, o que se traduzirá em um melhor desempenho físico.