Você sabe para que serve a glutamina?

A verdade é que estamos diante de um aminoácido que serve como construção para as proteínas e se encontra naturalmente no corpo. É geralmente utilizado para neutralizar alguns dos efeitos secundários de alguns tratamentos médicos.

Benefícios e Usos da Glutamina

Entre os benefícios e usos da glutamina se encontram os seguintes:

É útil para tratar os efeitos colaterais decorrentes da quimioterapia, utilizada contra o câncer e outros efeitos colaterais como diarreia, dor e inflamação no interior da boca, dor nos nervos e dores musculares e articulares causadas por alguns medicamentos contra o câncer.

É utilizada para proteger o sistema imunológico e o sistema digestivo em pessoas submetidas à quimioterapia e radioterapia contra o câncer de esôfago.

A glutamina resulta benéfica para melhorar a recuperação após o transplante da medula óssea ou cirurgia do intestino, aumentando o bem-estar em pessoas que sofreram lesões traumáticas, e previne infecções em pessoas em estado crítico.

Em outras ocasiões, é usada para tratar a depressão, alterações de humor, irritabilidade, ansiedade e insônia, e para o transtorno de déficit de atenção e hiperatividade – TDAH – cystinuria, anemia de células falciforme e apoio para a abstinência do álcool.

Para Que Serve a Glutamina?

As pessoas que sofrem com AIDS usam a glutamina para prevenir a perda de peso.

Efeitos Colaterais e Precauções Com Glutamina

No entanto, temos que levar em conta alguns efeitos colaterais e precauções com a glutamina:

  • A glutamina é segura para a maioria dos adultos e crianças, quando tomada por via oral; embora os efeitos colaterais potenciais da glutamina não sejam conhecidos ainda. Os adultos não devem exceder mais de 40 gramas de glutamina por dia e para as crianças, de 3-18 anos, não devem ser administradas doses mais elevadas do que 0,65 gramas por kg de peso por dia.
  • Na gravidez e lactação não se conhece suficientemente o uso da glutamina, mas deve-se evitar o uso da mesma, se existe doença grave do fígado ou encefalopatia hepática, já que a glutamina pode agravar esta condição.
  • Em pessoas sensíveis ao glutamato monossódico – MSG – também conhecido como “síndrome do restaurante chinês”, costumam ser sensíveis à glutamina, devido ao fato de que o corpo a converte em glutamato. A glutamina pode causar algumas alterações mentais em pessoas com manias, por isso é melhor evitar o seu uso, já que pode provocar convulsões.

O que você acha das funções para as quais serve a glutamina?