Crianças que tiveram câncer uma vez têm maior risco de ter novos tumores mais tarde na vida.

Uma equipe de especialistas descobriu que o câncer de pele, muitas vezes considerado relativamente inofensivo, seria um sinal de alerta precoce de uma doença mais agressiva.

“Pode ser um aviso em pacientes com risco”, disse o Dr. Gregory Armstrong, Research Hospital Infantil St. Jude, em Memphis, EUA.

“A consulta médica anual é muito importante, disse Armstrong, cujo estudo foi publicado Journal of Clinical Oncology.

Leia também: “Carnes Processadas e Câncer: Novos Estudos Revelam Esta União“.

Crianças Que Já Tiveram Câncer Podem Desenvolver Novos Tumores

Segundo a pesquisa, nos Estados Unidos houve 328 mil sobreviventes de câncer infantil em 2005, um número que continua a crescer no mundo todo.

Uma em cada 20 desenvolveram um novo câncer durante o estudo.

Nos 15 anos após o diagnóstico, a probabilidade de que uma pessoa que passou por um segundo câncer, desenvolver um terceiro tipo de tumor foi de 12%.

Os autores também descobriram que os sobreviventes de um segundo tumor de pele não-melanoma eram duas vezes mais propensos a desenvolver câncer nos próximos 15 anos.