Você precisa injetar insulina diariamente como parte do seu tratamento contra a diabetes? Talvez seja conveniente experimentar a caneta de insulina, um método prático, rápido e muito fácil de aplicar.

Existem três tipos de métodos que são comumente usados para a aplicação de insulina (injeções, bombas e canetas), e embora você deva verificar com o seu médico para decidir qual é o melhor para você, é possível que o método da caneta de insulina te resulte mais conveniente do que os outros.

Leia também: “Saiba Mais Sobre os Diferentes Tipos de Insulina” e “Um Estudo Determina Que as Bombas de Insulina Funcionam Melhor do Que as Injeções Diárias“.

A caneta de insulina funciona como uma seringa, mas se parece com as canetas que você usa para escrever, apenas esta conta com uma pequena agulha em uma extremidade. Embora existam diferentes tipos e marcas, todas vêm em duas versões: descartáveis e reutilizáveis. As descartáveis veem já cheias ou carregadas com insulina, e são descartadas após o uso; nas reutilizáveis se substitui o cartucho de insulina e a agulha, e a caneta pode ser reutilizada (bem conservada pode durar vários anos).

Como qualquer outro método, as canetas de insulina têm suas vantagens e desvantagens. É importante que você considere em seu processo de seleção.

Diga Adeus à Seringa! Opte Por Uma Caneta de Insulina

Vantagens da caneta de insulina:

  • São muito mais fáceis de usar do que as seringas. Basta marcar no indicador a dose de insulina que você precisa e injetar através da agulha.
  • Economizam tempo em comparação com seringas, já que veem prontas para usar.
  • É mais simples marcar a dose exata, especialmente se você não pode ver bem.

Desvantagens da caneta de insulina:

  • O custo. As canetas de insulina custam um pouco mais do que as seringas. E as descartáveis custam mais do que as reutilizáveis.
  • Alguns tipos de insulina não estão disponíveis em forma de caneta.

Como São Usadas as canetas de insulina:

Embora as etapas básicas para aplicar a caneta sejam as mesmas, é importante que você leia com atenção as instruções específicas do fabricante antes de usá-las. Mas, basicamente, os passos são os seguintes:

1. Selecione a área da injeção. Os locais mais comuns são: atrás do bíceps (nos braços), no abdômen (em torno do umbigo), na parte da frente e dos lados das coxas, na parte de trás da cintura e nádegas. A nova injeção deve estar pelo menos 2,5 cm (1 polegada) da anterior, e 5 cm (2 polegadas) do umbigo ou de qualquer cicatriz. Não escolha uma área inflamada, sensível ou com hematoma.

2. Passe por toda a área escolhida um cotonete ou um algodão molhado com álcool, e deixe secar.

3. Retire a tampa da caneta, e você poderá ver a insulina dentro dela. Se você a ver turva, faça-a rodar entre as palmas das suas mãos para misturá-la.

4. Esfregue a ponta da caneta (no lugar onde você vai colocar a agulha) com um cotonete embebido em álcool para esterilizá-la.

5. Retire a tampa da agulha. Enrosque a agulha na caneta, certificando-se que fique ajustada, mas não muito apertada.

6. Para eliminar o ar da caneta, retire a tampa da agulha, e ajuste a dose em duas unidades. Segure a caneta com a mão na vertical com a agulha apontando para cima. Empurre o êmbolo da caneta para remover quaisquer bolhas de ar. Você deverá ver uma gota de insulina sair na ponta da agulha para se certificar de que não ficou nenhum ar dentro. Se necessário, repita esta etapa até ver uma gota de insulina.

7. Para fixar a dose, mova o indicador no sentido dos ponteiros do relógio até que o número correspondente à sua dose seja visto na janela.

8. Comprima a pele no local da injeção para fazer uma dobra. Segure a pele com a mão.

9. Com um movimento rápido, insira toda a agulha na pele.

10. Uma vez que a agulha esteja completamente dentro da pele, empurre o êmbolo da caneta lentamente para baixo com o dedo polegar até injetar toda a insulina.

11. Pele solta. Retire a agulha e mantenha o dedo no local da injeção por um minuto.

12. Desfaça-se da caneta se for descartável. Se for reutilizável, retire a agulha, descarte, e coloque de volta a tampa da caneta.

Você já decidiu utilizar a caneta de insulina? Muito bem, mas é conveniente que você considere as seguintes recomendações:

  • Se você escolher uma área como a parte baixa das costas ou na parte alta do braço, a injeção é menos dolorosa do que se você aplicar em qualquer área do estômago.
  • Verifique se a área está completamente limpa antes de aplicar a injeção, e de limpar bem a agulha antes de injetar.
  • Não use as agulhas da caneta mais de uma vez.
  • Não utilize insulina se encontrar nódulos após a mistura.
  • Nunca compartilhe uma agulha com ninguém, nem use a de outra pessoa por qualquer motivo.

O procedimento para usar a caneta de insulina é simples, e especialmente adequado para pessoas com diabetes tipo 2, e também para aqueles que devem passar muito tempo fora de casa, as que saem em viagens com frequência ou para aquelas que têm dificuldade com a coordenação manual ou inclusive problemas de visão (visão deficiente). Se você estiver em qualquer um desses casos, experimente a caneta de insulina! Terá muito mais a ganhar!