São muitas as pessoas que usam creatina para vários fins, mas também devemos saber que esta pode ter efeitos colaterais significativos para a nossa saúde. Conhecer esses efeitos colaterais da creatina é importante para que os atletas e esportista possam tomar com total segurança e na medida adequada. O mais importante, no entanto, continua sendo que esta substância, como todas as outras deve ser regulada e controlada e não pode ser tomada em doses excessivas.

Funcionamento da Creatina

A creatina se decompõe no corpo a partir dos aminoácidos do fígado e do rim e é transportado para o sangue. Neste ponto, é quando esta substância funciona como combustível para os músculos. 95% da creatina do corpo se encontram no músculo esquelético.

Descobrimento da Creatina e Posterior Comercialização

Em 1970 um grupo de cientistas soviéticos descobriu que a creatina tomada por via oral, melhorava o rendimento atlético em atividades esportivas intensas e curtas. A descoberta de que os carboidratos aumentam a absorção de creatina fez aumentar de forma exponencial a indústria das bebidas esportivas baseada em creatina.

Leia também: “Creatina – As Perguntas mais Frequentes Sobre Creatina“.

Efeitos Colaterais da Creatinina

Como dissemos, existe uma grande variedade de efeitos colaterais da creatina que têm sido verificados em estudos clínicos, mas também é verdade que existem outros que não foram e que, portanto, ainda estão em questão. De acordo com estudos que têm sido realizados ao longo dos anos, a creatina é considerada um suplemento eficaz e seguro, mas não sem riscos, se tomada em doses adequadas. As dosagens incorretas desta substância, assim como se tomada pelas pessoas que fazem uso desses medicamentos pode desencadear uma reação que poderia colocar em risco nossas vidas. É por isso que, antes de fazer qualquer coisa, recomendamos que você consulte um médico se estiver tomando outros medicamentos, mesmo sem receita médica e quer começar a tomar creatina.

Efeitos Colaterais da Creatina

Alguns aspectos a levar em conta são:

  • Existem casos em que tomar creatina tem causado distúrbios gástricos como diarreia, leves cãibras musculares.
  • Embora exista a crença de que a creatina possa ter efeitos prejudiciais sobre os rins, não foi possível demonstrar através de estudos científicos que a creatina afeta a função renal.
  • Acredita-se que a creatina aumenta o peso corporal, sobre este ponto existem controvérsias, devido à sua função de anabólica sobre as fibras rápidas sobre o aumento de glicogênio muscular. A possível relação da creatina com o aumento de peso pode ser devido à retenção de líquidos.
  • Foi publicado (The New England Journal of Medicine Vol 340. 814-815 n.10) que em certos casos pode chegar a ter efeitos sobre a personalidade da pessoa que consome, modifica o caráter e temperamento emocional.

Uma recomendação que é importante, que sempre é preciso levar em conta, é que antes de começar a tomar creatina é importante o assessoramento médico para ajustar a dose apropriada e ser supervisionado regularmente para não sofrer nenhum efeito secundário nocivo.

Como você pode ver, a creatina não é uma substância perigosa se tomada como é devido. De qualquer forma, devemos ter cuidado com a dosagem que tomamos, assim como se estivermos tomando outros medicamentos. Como sempre, nós encorajamos a consultar com seus médicos e treinadores profissionais.