Os Suplementos Naturais Nem Sempre São Bons Para A Saúde

Hoje em dia tem se produzido um aumento nas doenças do fígado e, em casos de fadiga que um grupo de pesquisadores norte-americanos explicaram que são devido ao uso de remédios naturais tomados sem supervisão médica.

Estas são possíveis más notícias para aqueles que acreditam no poder salvador das ervas ou suplementos dietéticos acima de tudo. É preciso dizer que sim são bons para a saúde, mas como os medicamentos, agem sobre o nosso organismo, produzindo modificações e, por isso, não devem ser tomados de ânimo leve e de qualquer forma. Para isso, é necessário não tomar nunca remédios naturais sem antes ter consultado um especialista e sabendo que ele poderá realizar um acompanhamento.

Um estudo realizado pela Associação Americana para o Estudo das Doenças do Fígado publicado na revista Hepatology confirma a relação que existe entre o aumento de doenças e danos no fígado e a má utilização ou uso descontrolado dos suplementos a base de ervas.

Os Suplementos Naturais Nem Sempre São Bons Para a Saúde

De acordo com pesquisa realizada no presente estudo, no qual participaram 839 pacientes durante os últimos 10 anos, os casos de danos hepáticos produzidos por causa dos suplementos naturais cresceu em 13% passando de 7 a 20 pontos percentuais entre os pacientes monitorados pelo Dilin, o Drug-Induced Liver Injury Network, nos Estados Unidos, onde se concentram todas as unidades especializadas em problemas do fígado.

O que os pesquisadores descobriram foi que a doença do fígado causada pelos suplementos à base de ervas era mais comum em mulheres de meia-idade que consumiam estes suplementos para entrar em forma para realizar atividade física. Geralmente trata-se de suplementos vitamínicos ou de suplementos para conseguir massa muscular, no caso dos fisiculturistas.

Estes suplementos tomados sem controle podem causar danos ao fígado, causando fadiga hepática que, eventualmente, pode inclusive exigir um transplante de fígado ou remoção parcial das partes danificadas. E ainda pior, os dados não ficam ai, mas também ocorre um aumento no número de mortes causadas pelo consumo de suplementos que destroem gradualmente a atividade do fígado. De acordo com os pesquisadores, trata-se da segunda causa mais comum de doença hepática.

Esta é a explicação que deu o Dr. Victor Navarro, chefe do Centro Médico Einstein, na Filadélfia:

“Para entrar no mercado dos suplementos dietéticos à base de ervas se requer passar por menos controles de segurança do que os necessários para a medicina tradicional. A desvantagem deste baixo controle é que aumenta a probabilidade de efeitos secundários graves, e inclusive fatais”.

Devemos sempre lembrar que nem tudo o que é natural sempre é "saudável" para o nosso corpo e, como uma substância química ou natural, que modifica o nosso estado natural é preciso fazer um acompanhamento das consequências e de tudo aquilo que for modificado ao tomar a substância. É preciso tomá-los com moderação, precaução e sob supervisão dos especialistas.

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

;
Confira Mais Sobre Esse Assuto