Um estudo publicado recentemente alertou os maiores bebedores de café, tendo concluído que o consumo de mais de 28 cafés por semana, ou seja, cerca de quatro xícaras por dia, aumenta o risco de morte em 21% e, em pessoas com menos 55 anos, o risco de um aumento da mortalidade pode ser ainda maior do que 50%. Embora o número possa parecer chocante, os autores deste trabalho feito nos Estados Unidos, lembram que a última Pesquisa Nacional de café realizada neste país revelou que mais de 60% da população adulta bebe café todos os dias, com uma média de três xícaras diárias.

O Que Aconteceu no Estudo?

O estudo foi analisar os efeitos do consumo de café em caso de morte por todas as causas de doenças e mortes cardiovasculares, para o qual utilizou uma corte de mais de 43 mil pessoas de 20 a 87 anos, com uma média de 17 anos (entre 1979 e 1998). Todos os participantes completaram um questionário sobre seu histórico médico para avaliar seus hábitos de vida (incluindo o consumo de café) e história familiar.

Durante o seguimento houve 2.512 mortes (dos quais 87,5% eram do sexo masculino), e 32% dessas mortes são causadas por doenças cardiovasculares. Além disso, observou-se que aqueles que consumiam maior quantidade de café (homens e mulheres) também eram mais propensos a fumar e tinham menores níveis de aptidão cardiorrespiratória.

Tomar Mais de Quatro Xícaras de Café por Dia, Um Perigo para a Saúde

Leia também: “Cafeína: Vantagens e Desvantagens da Cafeína“.

Os homens mais jovens tiveram uma tendência de aumento da mortalidade, apesar de terem um menor consumo de café, mas a mortalidade mais significativa foi relatada naqueles que tomam mais de 28 cafés por semana, onde tiveram um risco de mortalidade em 56% maior.

Além disso, as mulheres mais jovens que consumiam mais de 28 xícaras de café por semana também tiveram um risco duas vezes maior de todas as causas de mortalidade em geral, em comparação com aqueles que não bebiam café.

Os pesquisadores sugerem que os jovens devem evitar o consumo excessivo de café. No entanto, enfatizam que outros estudos em diferentes populações para avaliar informações sobre os efeitos do consumo de café em longo prazo e sua relação com o aumento da mortalidade por doença cardiovascular.

A pessoa que ingere o café em quantidade exagerada, e sente necessidade de consumi-lo em grandes quantidades diariamente deve entender os malefícios que esse excesso pode trazer. Claro que o café não é de tudo maléfico, e tem também seus benefícios, mas para que você goze desses benefícios é necessário dosar as quantidades.

O indivíduo não deve abster-se totalmente e de uma só vez do café. É necessário retirar as porções aos poucos até que atinja uma quantidade satisfatória para o corpo e que não seja prejudicial. Pois caso você resolva retirar todo o café de uma só vez pode sofrer com problemas sérios para o organismo como ansiedade e dores de cabeça. Para evitar tal efeito é necessário que ele seja retirado da dieta gradativamente.

Leia também: “Substitutos Naturais do Café”.

Experimente substituí-lo pelo chá, e quando surgir uma vontade grande de tomar um cafezinho chupe uma bala de hortelã ou masque uma goma de mascar.