Veja os melhores alimentos para conseguir emagrecer:

1. Cereais e Grãos Integrais: No momento de comer carboidratos, devemos escolher os de lenta assimilação que são provenientes de cereais e grãos integrais, como arroz integral, aveia, chia e trigo integral, que mantém os níveis de insulina baixos e estáveis e evitam os picos de insulina que detém a queima de gordura e promove o aumento gradual no armazenamento de gordura.

Um estudo realizado por pesquisadores da Universidade Estadual da Pensilvânia descobriu que os homens e mulheres que seguem uma dieta baixa em calorias e que adicionam carboidratos provenientes de grãos integrais perderam significativamente mais gordura abdominal do que aqueles que seguiam uma dieta baixa em caloria com carboidratos de fontes refinadas.

2. Toranja: Um estudo da Clínica Scripps (San Diego) descobriu que os homens que consumiam metade de uma toranja ou bebiam 236 ml de suco de toranja três vezes por dia perderam uma média de 1 kg em 12 semanas, sem necessidade de mudar sua dieta. O efeito é, provavelmente, devido à capacidade da toranja de manter estável o nível de açúcar no sangue. Para experimentar os efeitos você mesmo, tente adicionar metade de uma toranja em algumas de suas refeições diárias.

3. Proteína de Soro: Beber proteína de soro de leite entre as refeições é uma maneira inteligente de melhorar não apenas o crescimento muscular, mas também a perda de gordura.

Pesquisadores do Reino Unido descobriram que quando os indivíduos consumiram um batido de proteína de soro de leite 90 minutos antes de comer uma refeição estilo buffet, comiam muito mais alimentos do que quando consumiam um batido de proteína de caseína.

Leia também: “10 Alimentos Depurativos Naturais“.

Os cientistas relataram que isso se devia à capacidade do soro para aumentar os níveis dos hormônios que reduzem a fome, colecistoquinina e o peptídeo glucagon-1.

4. Maçãs: As maçãs são uma grande fonte de carboidratos de digestão lenta com numerosos antioxidantes benéficos. Um grupo de compostos conhecidos como polifenóis da maçã têm demonstrado serem muito eficazes no aumento da força muscular, resistência e perda de gordura, especialmente em torno do abdômen.

Os polifenóis da maçã parecem melhorar diretamente a capacidade do corpo para queimar gordura e limitar a produção e armazenamento de gordura, e aumentar a resistência e a força, o que te permite treinar por mais tempo e mais duro.

Uma maçã grande típica proporciona cerca de 200 miligramas de polifenóis e 30 gramas de hidratos de carbono.

5. Frutos Secos: Um estudo da Universidade de Loma Linda, Califórnia, relatou que os indivíduos depois de realizar uma dieta baixa em calorias e rica em gorduras (40% do total de calorias provenientes de gordura) com a maioria das gorduras provenientes das amêndoas perdiam significativamente mais gordura e gordura abdominal em 24 semanas do que os indivíduos que consumiram as mesmas calorias, mas procedentes de carboidratos e que consumiam menos gordura. Então não se esqueça de incluir frutos secos, como amêndoas e nozes em sua dieta.

6. Chá Verde: O principal ingrediente no chá verde EGCG inibe a enzima que normalmente decompõe a norepinefrina, neuro-hormônio que mantém a taxa metabólica e que ajuda a queimar mais calorias durante o dia.

Beber chá verde é uma boa maneira de manter-se hidratado durante os treinamentos, de acordo com um novo estudo publicado no Journal of Nutrition, relatou que os indivíduos que bebem chá verde durante o exercício obtiveram uma perda de gordura abdominal significativamente maior do que aqueles que tomavam um placebo.

Na maioria dos estudos que demonstram a eficácia do chá verde para a perda de gordura tem sido utilizado o extrato de chá verde. Um estudo confirmou que o EGCG do extrato é absorvido melhor do que o EGCG do chá. Tome aproximadamente 500 mg de extrato de chá verde na parte da manhã e à noite antes das refeições.

Leia também: “Pancreatite: 10 Alimentos Saudáveis Para Pancreatite“.

7. Peixes Oleosos: Os ácidos graxos ômega-3 do óleo de peixe promove a perda de gordura. Os ácidos gordos ômega-3 aumenta a atividade de uma proteína chamada mTOR e da insulina, as quais são sensíveis a pequenas alterações no metabolismo energético.

A mTOR tem efeitos diretos sobre a síntese de proteínas e sobre o centro de controle do apetite do cérebro. Os ácidos graxos ômega-3 estimula a proteína mTOR, que inibe a sensação de fome e impede a degradação de proteínas.

Para obter melhores resultados, tome 1-2 gramas de óleo de peixe no café da manhã, almoço e jantar.

8. Guacamole: Os abacates estão cheios de gordura monoinsaturada, que normalmente não se armazena como gordura corporal. Também contêm Maneptose, um açúcar que embota a liberação de insulina e aumenta a absorção de cálcio.

Manter os níveis baixos e obter suficiente cálcio é essencial para estimular a perda de gordura. Tente adicionar um quarto de abacate em saladas e sanduíches.

9. Soja: O consumo de proteína de soja rica em isoflavonas diminui o armazenamento de gordura no corpo, enquanto promove o crescimento da massa muscular magra.

A soja natural tem uma tendência para igualar os níveis de insulina e de açúcar na corrente sanguínea, o que ajuda a reduzir consideravelmente a fome. De fato, em um estudo de 2008 da Universidade do Alabama, os pesquisadores descobriram que os homens que bebiam de 20 gramas de soja por dia, durante três meses perderam uma quantidade significativa de gordura abdominal.

10. Picantes: Os alimentos picantes como pimentas, japalenos, pimentões contém um ingrediente ativo de capsaicina, uma substância química que demonstrou promover a queima de calorias em repouso, reduz a fome e a ingestão de alimentos.

Embora o efeito termogênico da capsaicina seja modesto e temporário, pode chegar a aumentar o metabolismo em 8% durante um par de horas.