Equinácea: Propriedades Desta Planta Medicinal

Equinácea ou "equinácea purpurea” é uma planta medicinal com muitas propriedades e benefícios para a saúde. Você conhece todas as suas propriedades? Você se preocupa que possa ter contraindicações? Nós vamos te explicar em detalhes.

A equinácea ou equinácea purpurea é uma planta medicinal que antigamente utilizavam os índios americanos por suas propriedades curativas. No final do século XIX, o Dr. Meyer descobriu suas propriedades convivendo com os índios e a colocou no mercado pela primeira vez nos Estados Unidos. Desde então, a equinácea tem sido objeto de numerosos estudos clínicos que têm demonstrado as propriedades desta planta na regulação do sistema imunológico, aumentando as defesas.

A equinácea é usada para tratar infecções de caráter respiratório, especialmente o resfriado, e também é usada contra muitas outras infecções: as infecções do trato urinário, as infecções vaginais por fungos, herpes genital, as infecções da corrente sanguínea, as doenças das gengivas, amigdalite, infecções por estreptococos, sífilis, febre tifoide, malária e difteria.

Leia também: "Saiba Como Usar Tulsi, Uma das Plantas Medicinais da Índia".

Para que se Utilizava a Equinácea?

Para tratar o resfriado. Embora seja verdade que, algumas pessoas tomam a equinácea ao primeiro sintoma de resfriado, a fim de impedir o seu desenvolvimento, os resultados das investigações demonstram que a equinácea não pode prevenir o desenvolvimento do resfriado. Em vez disso, sim, resulta útil para o tratamento, atenuando os sintomas do resfriado.

Para tratar as infecções vaginais por fungos. Alguns estudos têm demonstrado que tomar equinácea e aplicar um creme medicinal sobre a pele diminui a taxa de recorrência de infecção em 16%.

Como é Ingerida a Equinácea e em que Dose?

No mercado você pode encontrar produtos de equinácea, disponíveis em comprimidos, sucos e chás. Para o tratamento de infecções do trato respiratório superior, incluindo resfriados, os cientistas têm usado uma grande variedade de doses, dependendo da forma como são preparados. Estas preparações incluem:

Um comprimido que contém 6,78 mg de extrato bruto de equinácea purpurea com base em 95% da erva e 5% da raiz. São tomados dois comprimidos três vezes ao dia.

Cápsulas com extrato de suco de equinácea liofilizado. São tomados 100 mg três vezes por dia.

Suco da erva de equinácea purpurea. É tomada uma dose diária de 6 a 9 ml em um tempo máximo de oito semanas.

Composto de ervas de chá de equinácea. São tomadas de cinco a seis xícaras de chá no primeiro dia, quando aparecem os primeiros sintomas do resfriado aparecem e vá diminuindo gradualmente em uma xícara a menos por dia durante cinco dias. O chá deve ser deixado repousar durante 10 a 15 minutos.

Equinácea líquida. São tomadas 20 gotas a cada duas horas, durante o primeiro dia de sintomas do resfriado e, em seguida, se toma três vezes por dia, durante um máximo de 10 dias.

Leia também: "Propriedades Do Eucalipto Medicinal".

Preocupação pela Segurança do uso da Equinácea

Existe certa preocupação com a qualidade de determinados produtos de equinácea que se encontram no mercado. Isto se deve ao fato de que os produtos de equinácea são frequentemente etiquetados erroneamente, e é possível que nem sequer contenham equinácea apesar do que aparece na etiqueta.

De acordo com as pesquisas científicas, a equinácea é provavelmente segura para a maioria das pessoas, quando se usa em curto prazo. No entanto, não se tem suficiente informação para saber se o seu consumo é seguro em longo prazo. São conhecidos vários efeitos colaterais da sua administração, como febre, náuseas, vômitos, mau gosto, dor de estômago, diarreia, dor de garganta, boca seca e dor de cabeça.

No caso das crianças, os cientistas acreditam que a equinácea é, possivelmente, segura para crianças de 2 a 11 anos, se for usada por um período não superior a 10 dias. No entanto, cabe levar em conta que algumas crianças podem desenvolver erupções cutâneas.

Em relação com a gravidez e lactação, não se tem suficiente informação sobre o uso da equinácea. Nestes casos é aconselhável evitar o seu consumo.

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

;
Confira Mais Sobre Esse Assuto