Moringa: Tem Efeitos Secundários Ou Negativos?

Um remédio natural que tem suas contraindicações. A moringa é uma planta muito recomendada para perder peso devido às suas propriedades diuréticas e laxativas, também é rica em nutrientes e não contém gordura. Isto significa que é possível reduzir a ingestão de determinados alimentos, suplantando-os com moringa, mas sem perder o seu valor nutricional.

Ao mesmo tempo se produz uma sensação de saciedade, ou seja, que te ajudará a comer menos calorias e alimentos gordurosos. Até agora, parece uma combinação ideal para perder peso, mas como muitos outros remédios naturais, tem efeitos indesejados. Conheça os efeitos negativos da moringa para perder peso.

Leia também: “Propriedades das Sementes de Girassol Para Emagrecer”.

Moringa: Tem Efeitos Secundários ou Negativos?

Efeitos Secundários da Moringa

Embora existam estudos científicos que apoiem estas propriedades benéficas da moringa para emagrecer, há vários aspectos que você deve considerar antes de consumi-la.

Quem Não Deveria Consumir moringa:

Grávidas. Como muitas outras plantas, a moringa é contraindicada em mulheres grávidas, já que contém altos níveis de vitamina A, que em excesso pode deter o processo de divisão celular, afetando o crescimento do feto. Seu uso controlado por um médico e em quantidades mínimas pode ser realizado, mas nunca consuma por conta própria moringa estando grávida, pode ser muito perigoso.

Hipoglicêmicos. Embora para aqueles que sofrem de diabetes as propriedades hipoglicemiantes da moringa sejam benéficas, nos hipoglicêmicos acontece o oposto. Esta planta poderia reduzir drasticamente seus níveis de açúcar no sangue, podendo sofrer desmaios e inclusive entrar em coma.

O Problema Está no Excesso. Sempre que você vai ao médico e este te indica um medicamento para aliviar a dor ou acabar com um mal estar, te explica detalhadamente quanto, como e quando deve ser consumido esse remédio. Nas contraindicações do mesmo você pode encontrar os efeitos negativos que pode causar em pessoas sensíveis e também em casos de overdose. Bem, algo assim acontece com a moringa, existe uma dose diária recomendada que precisa ser respeitada, de outra forma você poderia sofrer efeitos negativos como estes.

  • Insônia. Enquanto que para passar o dia pode cair muito bem consumir moringa, porque tem efeitos energizantes, antes de ir dormir pode ser uma má decisão. Se você já sofre de insônia pode piorar o problema, se não for o caso pode se tornar difícil pegar no sono. É recomendável consumir moringa até três ou quatro horas antes de ir para a cama.
  • Acidez. Uma das razões pelas quais se recomenda consumir moringa antes ou após as refeições é porque tende a produzir acidez. Isto significa que se você consome com o estômago vazio corre o risco de sofrer este desconforto.
  • Diarreia. Embora o efeito laxante possa resultar benéfico para limpar seu organismo de toxinas e, portanto, ver alguns quilos a menos na balança, seu excesso pode provocar diarreia. Se você decidir começar a usar moringa é importante saber que devido a sua natureza fibrosa irá mais ao banheiro do que o habitual durante o primeiro dia, principalmente.
  • Excesso de glóbulos vermelhos. Outra propriedade que pode ser tão benéfica quanto prejudicial. Enquanto que para os atletas de alto rendimento como alpinistas este excesso pode vir a calhar, se você desenvolve uma atividade normal ou sedentária pode te prejudicar.

Leia também: “Propriedades da Planta Aloe Vera Para Emagrecer”.

Como Consumir Moringa:

A moringa vem em várias apresentações, em pó, chá, folhas secas, óleos e como consumi-la depende disso. Você pode preparar infusões com as folhas, incorporar o pó em sucos e sopas ou usar o óleo em saladas. No entanto, existem alguns detalhes que você deve considerar em cada tipo de preparação e, especialmente, prestar atenção às quantidades diárias que consome, para evitar excessos.

É recomendável que você comece consumindo meia colher de chá entre os primeiros 3 a 5 dias. Isso falando do pó, no óleo a quantidade seria equivalente a cerca de 5 gotas e nos chás depende da concentração e se está acompanhado ou não de outras ervas.

A partir do quinto dia vá aumentando, gradualmente, a quantidade de moringa que você consome por dia, podendo chegar a 3 colheres de chá por dia, dependendo das suas necessidades energéticas.

Se você preparar a moringa em chá ou infusão, não a cozinhe, desligue a água antes da ebulição para preparar a infusão. Conserve a moringa em qualquer de suas apresentações em um lugar escuro e seco, longe da luz solar direta, para preservar suas propriedades ao máximo.

Leia também: “Propriedades da Arruda Para Emagrecer”.

Descubra as Contraindicações de Outros Remédios Naturais:

Chá branco. Muito rico e muito antioxidante. Mas, com um leve teor de cafeína, que pode causar complicações.

Infusão de salsa. É ótimo para eliminar líquidos retidos. Mas convém certificar-se sobre seus efeitos secundários antes de consumir, porque tem alguns.

Flor da Jamaica. Esta também pode ser um excelente remédio para emagrecer, mas tem suas contraindicações que você pode - e deveria -, conhecer.

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

;
Confira Mais Sobre Esse Assuto