Remédios Caseiros Para Crosta Láctea Ou Dermatite Seborreica Em Lactentes

O crosta láctea é o nome popular dado ao que se conhece medicamente como dermatite seborreica em lactentes e que ocorre especialmente em bebês pequenos, embora possa ocorrer em crianças de até 3 anos.

Trata-se de manchas com aparência de escamas de textura grossa e cor branca ou amarelada, que embora costumem aparecer no couro cabeludo do bebê, também podem ocorrer nas sobrancelhas, cílios, orelhas, pregas do nariz, pescoço, nuca, virilha e/ou axilas, em alguns casos.

Nenhuma investigação foi capaz de determinar a causa precisa desta doença. Neste sentido, muitos especialistas concordam que pode ser o resultado de uma produção excessiva de sebo pelas glândulas sebáceas e folículos pilosos, enquanto que outros especialistas sugerem que se trata de uma infecção causada por um tipo de levedura ou fungo conhecido como Malassezia, que ao crescer no sebo junto com as bactérias, provoca o aparecimento dessas crostas.

Remédios Caseiros Para Crosta Láctea ou Dermatite Seborreica em Lactentes

As peles de natureza gordurosa são mais sensíveis ao sofrimento desta doença, que embora não seja contagiosa, pode ser transmitida da mãe para o feto antes do nascimento. Além disso, a exposição a temperaturas extremas, banhos excessivos do bebê, a aplicação de cosméticos que contém álcool e a obesidade aumentam o risco de desenvolver dermatite seborreica em lactentes.

Quanto aos seus sintomas, podem se concentrar em uma única área em forma de aglomerados, ou se desenvolver em áreas do corpo distantes entre si, e diferem entre uma criança e outra. Caracteriza-se por:

  • Crostas espessas.
  • Textura gordurosa ou oleosa.
  • Pequenas escamas em forma de caspa.
  • Pele levemente avermelhada.
  • Coceira.
  • Perda de cabelo.

Remédios Caseiros Para a Crosta Láctea ou Dermatite Seborreica em Lactentes:

  • Aplique óleo de bebê durante a noite e a lave com shampoo pela manhã, quando as crostas tiverem suavizado. Repita até que todas as crostas tenham saído. Se estas se tornam espessas e duras, você deve continuar com óleo de bebê por 10 dias, até soltá-las.
  • Aplique vaselina sobre as crostas para amaciá-las gradualmente. Faça na parte da tarde e limpe no dia seguinte sem esfregar, com um shampoo suave de bebê. Realize 2 vezes por semana.
  • Use óleo de amêndoas ou de lanolina: os quais são utilizados da mesma maneira que o remédio anterior.
  • Ferva 1 colher de sopa de trinitária em uma xícara de água durante 5 minutos. Cubra e deixe descansar. Embeba uma gaze nesta infusão e coloque sobre a crosta durante alguns minutos, 2 vezes ao dia.
  • Penteie o bebê diariamente na direção do crescimento do cabelo (inclusive se tem muito pouco) com uma escova macia.

Recomendações: Evite coçar ou levantar as crostas, não esfregue o couro cabeludo com força ao lavar a cabeça. Os shampoos eliminam a sujeira em segundos, basta fazer espuma e depois enxaguar bem. Reduza a quantidade de shampoo. Lave o cabelo do bebê não mais do que a cada três dias, com um shampoo suave para bebê. Quando se leva muito, pode haver um efeito de ressecamento, o que agravará as crostas.

Tenha cuidado para não engrossar. Se camada de crosta torna-se muito grossa, pode ser desconfortável para o bebê e inclusive pode se infectar. Sugere-se lavar o cabelo do bebê com um shampoo anticaspa que não requer receita médica. Para isso, use uma quantidade muito pequena de shampoo e evite que este toque os olhos do bebê. Serão obtidos melhores resultados se permitir que a espuma do shampoo permaneça no cabelo durante cinco minutos antes de enxaguar.

Tenha as unhas do bebê bem cortadas e limpas para evitar infecções nas crostas. Consulte o seu médico se o bebê apresenta manchas vermelhas e crostas em outras partes do corpo que causam desconforto.

Para mais informações, não deixe de ler também "A Crosta Láctea do Bebê: O Que É, Sintomas e Tratamentos".

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

Confira Mais Sobre Esse Assuto