Muitas pessoas têm nos perguntado sobre remédios para fortalecer os tornozelos, mas, antes de dar uma resposta, resulta conveniente conhecer mais sobre os tornozelos. Em poucas palavras, é uma articulação que suporta parte do peso corporal e amortece os impactos produzidos ao caminhar. Por isso, eles têm uma grande importância.

No entanto, se incha, em alguns casos, com relativa facilidade e quando não está suficientemente forte, tende a perder estabilidade o que pode gerar aumento das possibilidades de torção e de sofrer uma distensão (pequenas rupturas nos ligamentos que causam dor e dificuldade para caminhar) e até fraturas.

Existem vários remédios e simples exercícios que ajudam a fortalecer os tornozelos e prevenir, inclusive, ostensivas fraturas e que, a seguir, nós detalhamos.

Remédios Caseiros Para Fortalecer os Tornozelos:

  • Aplique compressas de raiz de confrei, as quais ajudam a fortalecer os ossos que formam esta articulação.
  • Consuma sementes de gergelim tostadas diariamente, as quais também fortalecem os ossos dos tornozelos.
  • Coloque panos embebidos em vinagre com sal sobre os tornozelos, especialmente se você tem um desconforto ou dor.

Leia também: “Como Evitar a Retenção de Líquidos nos Tornozelos”.

Remédios  Caseiros Para Fortalecer os Tornozelos

Realize alguns movimentos muito simples e que com apenas dez repetições você verá como melhora notavelmente a estabilidade e a força dos tornozelos.

  • Sente-se em uma cadeira com os joelhos dobrados formando um ângulo reto e os pés tocando o chão. Levante os calcanhares, apoie-os novamente e agora levante os dedos. Mantenha a posição por 5 segundos.
  • Também sentado e colocando uma bola de tênis debaixo do pé, deslize-o para frente e para trás, pisando bem na bola e tentando não deixá-la escapar. Em seguida, repita com o outro pé.
  • Agora faça o movimento com uma bola maior, movimente o pé para frente e para trás, para a esquerda e para a direita e, por último, realizando círculos em ambas as direções. Sempre mantenha a planta do pé plana apoiada sobre a bola e tente não move muito o joelho, mas o tornozelo.
  • Deitado na cama com as pernas esticadas e os pés juntos, circunde os pés com fita adesiva ou meias e faça força para fora, como se você quisesse separá-los. Mantenha a posição por 5 segundos e descanse por alguns segundos.
  • Fique de pé e faça flexões de tornozelos marcando “calcanhar-ponta”, primeiro dez vezes com um pé e depois repetindo com o outro.
  • Caminhe nas pontas dos pés, fazendo passos bastante curtos e elevando ao máximo os calcanhares. Percorra 30 metros aproximadamente e procure fazer isso em terreno macio e plano, de preferência grama. Então, caminhe com os tornozelos levantando o máximo que puder a ponta dos pés.

Se as panturrilhas são fortalecidas se ganha ainda mais estabilidade. Em geral, uma musculatura mais forte nas pernas fará com que o pé não suporte todo o peso. Para conseguir esse objetivo faça o seguinte exercício: coloque uma perna para frente e flexione um pouco, mantendo a outra totalmente esticada.

Lembre-se que as plantas dos pés devem estar em contato com o solo. Quando você sentir que estica a panturrilha, mantenha pelo menos 6 segundos e repouse pelo mesmo tempo. Repita com a outra perna. Com este alongamento você tonifica as panturrilhas e os tornozelos também ganham mobilidade.

Recomendações: Procure evitar os saltos muito altos e muito finos, mas tampouco te convém um calçado totalmente plano. O melhor é um salto tipo cunha e amplo que estabiliza o pé e não supere os 4 centímetros de altura.

Realize outras atividades que também fortalecem seus tornozelos como ciclismo, caminhar ao longo da praia sobre a areia molhada ou simplesmente caminhar sobre terreno plano e regular com um calçado que sustente bem o pé e amorteça o impacto.