Às frieiras são áreas inchadas, vermelhas e inflamadas da pele (especialmente o lóbulo da orelha, nariz, bochechas, dedos das mãos ou dedos dos pés) que coçam ou queimam, como resultado de uma exposição ao frio.

A presença de frieiras depende da sensibilidade de cada pessoa às mudanças bruscas de temperatura e se você sofre de distúrbios metabólicos em geral ou do tipo circulatório especificamente na redução sobre a chegada de sangue até as extremidades do corpo (má circulação).

Neste sentido, o consumo de tabaco e álcool, ao serem vasoconstritores (reduzem a circulação), também pode favorecer o aparecimento de frieiras.

Outros fatores que podem promover o seu aparecimento são roupas e habitação inadequada para um clima úmido e frio e uma alimentação carente da quantidade necessária de vitaminas A e C que requer diariamente o organismo.

Remédios Populares

  • Adicione de 2 a 3 colheres de sopa de calêndula em um litro de água e deixe ferver durante 10 minutos. Após esse tempo, retire do fogo. Adicione a água do banho esta infusão e banhe as partes afetadas duas vezes por dia.
  • Corte um nabo ao meio e esfregue as áreas afetadas com frieiras para reduzir a inflamação e desconforto.
    Remédios Caseiros Para Frieiras
  • Esprema um limão e aplique, várias vezes ao dia, um par de gotas sobre as áreas afetadas ou quando se tem desconfortos, combinando-o com uma leve massagem.
  • Ferva 250 gramas de talos ou raiz de aipo, por litro de água e deixe ferver durante uma hora. Realize banhos nas áreas afetadas, de 10 minutos, três vezes por dia, seque e proteja do ar.
  • Ferva 3 colheres de sopa de folhas de nogueira em meio litro de água e banhe a parte afetada.
  • Dissolva uma colher de sopa de alúmen em uma bacia de água quente e aplique nas frieiras mediante toalhas molhadas na mistura e esprema. Você também pode mergulhar, antes de dormir, nas frieiras das mãos ou dos pés durante 20 minutos. Em seguida, cubra com luvas e meias durante o resto da noite.

Leia também: “Remédios Caseiros Para Fungos nos Pés”.

  • Faça um emplastro, misturando um pouco de cebola crua amassada com mel e um pouco de sal. Em seguida, aplique diretamente sobre as frieiras, por pelo menos, duas vezes todos os dias e esfregue levemente.
  • Esfregue um pouco de pimenta caiena, mas se não existe ruptura na pele, para estimular rapidamente a circulação sanguínea na área afetada por frieiras.
  • Espalhe uma camada de óleo de gérmen de trigo com uma escova macia para aliviar a dor e acelerar a cura se você tem bolhas.
  • Aplique as faces internas das cascas de vários pepinos e prenda-as sobre as frieiras durante toda a noite.
  • Use a água na qual tenham sido fervidas batatas para passar com uma esponja por essas áreas ou para lavar as mãos ou os pés. Você também pode cobrir a área afetada com purê de batatas à temperatura ambiente para ajudar a aliviar a área da dor.
  • Embeba uma gaze na própria urina e aplique sobre a área afetada. Existem regiões na Europa, onde as pessoas urinam nas mãos se têm frieiras nessa área. Em seguida, colocaram luvas e dormem, assim, durante toda a noite.
  • Misture 5 gotas de essência de lavanda e 5 gotas de pinho ponderoso e realize uma massagem nas mãos e nos pés. (Remédio proveniente de aroma terapia).
  • Prepare uma decocção de 150 gramas de cascas secas de carvalho por quatro litros de água durante 10 minutos. Deixe esfriar até que esteja morna realize banhos de mãos ou pés com esta preparação.
  • Extraia o suco de um alho-porro e misture com óleo de amêndoa. Aplique sobre as áreas afetadas.
  • Esfregue as áreas com frieiras com morangos.
  • Cozinhe, durante 10 minutos, dois punhados de aipo e dois de nabos em um litro de água. Em seguida, mergulhe as mãos ou os pés com frieiras nesta preparação que deve estar de morna a quente. Repita várias vezes até sentir melhoria.
  • Esmague 3 dentes de alho e esfregue nas frieiras; em seguida, esfregue uma rodela de cebola, e, por último, unte com glicerina a área afetada.
  • Despeje 1 colher de chá de milefólio e outra de malva em meio litro de água que está fervendo. Cubra e deixe descansar durante 5 minutos. Coe e aplique sobre as áreas com frieiras.
  • Misture um punhado de alecrim com 3 xícaras de óleo de cozinha em um frasco de vidro. Cubra e deixe descansar por 5 dias e agite diariamente. Após este tempo, coe e coloque a preparação em um frasco de vidro de fecho hermético. Adicione 1 colher de sopa dessa mistura a 2 litros de água quente e tome um banho de 15 minutos.
  • Realize banhos quentes com a decocção de 30 gramas de casca de carvalho e 40 gramas de cavalinha em 1 litro de água.
  • Realize banhos com a decocção de 50 gramas de folhas de videira em 1 litro de água.
  • Realize massagens energéticas para restaurar a circulação com essências de zimbro ou gengibre.
  • Embeba um pano limpo com tintura de arnica (adquirida em botânicas) e esfregue, duas vezes por dia, a área afetada. Este remédio se aplica apenas em caso de que as frieiras estejam fechadas.
  • Misture 1 grama de óleo essencial de lavanda e 10 gramas de óleo de argan. Em seguida, aplique diretamente um par de gotas na área a tratar e dê uma massagem durante alguns minutos.
  • Ferva em 1 litro de água durante 10 minutos 35 gramas de flores de sabugueiro. Aplique mediante emplastros sobre a área afetada.
  • Deixe macerar durante 2 horas em 2 litros de água fria de 200 a 300 gramas de raiz de cálamo aromático finamente cortado. Em seguida, dê uma pequena fervura na mesma água, coe quente e adicione a decocção para a água do banho. Tome o banho pela manhã. Este remédio resulta ideal não apenas em casos de frieiras, mas também em distúrbios circulatórios em geral.
  • Ferva em 1 xícara de água 1 colher de chá de folhas de videira vermelha durante 5 minutos e deixe repousar por 10. Filtre e quando estiver quente, aplique durante 5 minutos, mediante banhos na área afetada três vezes ao dia.

Dicas de Saúde Para Pessoas Que Têm Frieiras

• Evite mudanças bruscas de temperatura. Ou seja, não fique grudado ao aquecedor justamente antes de sair para rua em um dia invernal, nem chegue a casa e aproxime-se imediatamente de fontes de calor.

• Comer alimentos ricos em vitaminas A e C, já que, de acordo com estudos, ajuda o organismo a manter sua temperatura normal prevenindo, assim, as frieiras.

• Agasalhe-se de forma adequada. Recomenda-se o uso de gorros para dormir e os que se usam durante o dia, que protegem as orelhas e a parte de trás do pescoço, pois pelo menos, um terço da perda de calor do corpo, se perde através da cabeça. É possível se proteger, inclusive, com máscaras para o rosto.