Os intestinos, geralmente, se movem com contrações rítmicas. No entanto, quando uma pessoa sofre de síndrome do cólon irritável, ou SCI, estas são irregulares; rápidas e erráticas, o que provoca diarreia ou constipação, dor abdominal e gases.

Embora não se conheça as causas exatas desta síndrome (que afeta mais as mulheres do que os homens) é sabido que os altos níveis de estresse, certos alimentos e até mesmo alterações hormonais podem agravá-la.

Sintomas Para Síndrome do Cólon Irritável:

  • Episódios de diarreia e constipação com flatulência, inflamação, dor abdominal (geralmente após as refeições) e acidez.
  • Fezes pequenas (como bolas de gude) ou apertadas (como ripas) que podem conter muco.
  • Sensação persistente de plenitude depois de uma evacuação.

É importante saber que as pessoas com essa síndrome apresentam um intestino que não mostra qualquer sinal de anormalidade, por isso se considera um transtorno funcional, e age de forma diferente dependendo da pessoa.

Leia também: “Cólon Irritável: Os Melhores Alimentos Para Cólon Irritável“.

Remédios Caseiros Para a Síndrome do Cólon Irritável:

  • Ferva, durante cinco minutos, 2 colheres de sopa de folhas de hortelã em uma xícara de água. Beba 1 ou 2 xícaras por dia. Esta infusão relaxa os intestinos, reduz os espasmos e os gases dolorosos. No entanto, deve ser evitado no caso de gastrite.
  • Lave e rale uma raiz pequena de gengibre e despeje em uma xícara de água quente. Deixe repousar durante 10 minutos, coe e beba 3 vezes ao dia.
  • Comer um iogurte diariamente em caso de sofrer de diarreia (sempre e quando não haja intolerância à lactose).
  • Pegue um pano grande de algodão e dobre várias vezes. Em seguida, mergulhe em água quente e coloque sem pingar em sua barriga. Deixe agir por 10 minutos. Este remédio é indicado quando se sente desconforto, como gases ou flatulência causada por esta síndrome.
  • Ferva três cabos de cereja em uma xícara de água durante 5 minutos. Tome três vezes por dia.

Leia também: “Intolerância à Lactose – O Que é Lactose e Porque Ocorre a Intolerância“.

Recomendações: Realizar mudanças na dieta. Resulta positivo adicionar fibras (pães, cereais integrais, frutas e verduras) à sua dieta, especialmente se você está experimentando uma fase de constipação. Não exceda mais de 30 gramas de fibra por dia, se tiver diarreia. Tome de 8 a 10 copos de água por dia.

Evite cafeína, bebidas carbonatadas (exceto cerveja de gengibre), produtos lácteos, alimentos que produzem gases, alimentos muito gordurosos ou picantes, leite, açúcares de frutas (lactose e frutose) e adoçantes artificiais (sorbitol e aspartame), já que podem desencadear a síndrome do cólon irritável. Evite comer em excesso, pular refeições ou comer muito rápido.

Praticar técnicas de meditação, como ioga ou tai chi, a fim de reduzir o estresse. Realize exercícios regularmente. O exercício ajuda a manter saudável o sistema digestivo, já que liberam as substâncias químicas do cérebro chamadas endorfinas, as quais permitem livrar o corpo dos efeitos do estresse reduzindo os sintomas da síndrome do cólon irritável. Por isso, recomenda-se fazer sessões de 30 minutos de caminhada, natação e ciclismo de 3 a 5 vezes por semana.

Verifique os medicamentos que consome, já que alguns têm efeitos colaterais sobre o sistema digestivo, como alguns antibióticos (que causam diarreia) e anti-histamínicos e antiácidos que contêm sais de alumínio (que causam prisão de ventre).

Detectar se você sofre de intolerância à lactose. Muitos casos de síndrome do cólon irritável são causados pela sensibilidade aos açúcares dos produtos lácteos (o que se conhece com o nome de intolerância à lactose). A fim de saber se você sofre deste problema, é necessário tomar uma xícara de leite desnatado com o estômago vazio. Se, no prazo de 4 horas, você sente dor ou a diarreia aparece, você deve repetir o teste, mas com leite de soja. Se não há sintomas, talvez você seja sensível aos produtos lácteos e, por isso, deve reduzir o seu consumo.

Consulte um médico se os seguintes sintomas aparecem, já que poderiam indicar a presença de doenças:

  • Fezes com sangue.
  • Perda de peso.