A depressão é uma síndrome que tem entre seus sintomas característicos uma sensação de vazio esmagadora, baixa ou nenhuma autoestima, alterações de humor, incapacidade de se preocupar com as coisas e para interagir com os outros, cansaço significativo, desespero, irritabilidade e comportamento obsessivo.

Costumam existir também sintomas físicos, como dores musculares (particularmente nas costas), cefaleias, palpitações, transtornos digestivos, aperto no peito, perda de apetite, redução da libido e insônia.

Muitas vezes a alimentação complementada com suplementos naturais pode ajudar combater a depressão.

Suplementos Naturas para a Depressão:

Erva de São João: A erva de São João (também chamada Hypericum, Yerbaniz, campasuchil) é uma erva excelente para a depressão que seja de leve a moderada.

Na verdade, é um dos antidepressivos naturais que mais têm sido pesquisados. Os componentes ativos da erva incluem hipericina, flavonóides e outros compostos que funcionam, simultaneamente, para aumentar os níveis de serotonina no cérebro.

Os estudos demonstram que a erva de São João é igualmente eficaz para a depressão leve a moderada que os fármacos antidepressivos receitados, como imipramina (Tofranil), fluoxetina (Prozac), sertralina (Zolqft) e paroxetina (Paxil).

Suplementos Naturais para a Depressão

Embora ninguém saiba exatamente como a erva aumenta os níveis de serotonina, os pesquisadores especulam que o mecanismo subjacente é provavelmente semelhante ao dos fármacos de prescrição. Especula-se que a erva de São João inibe uma enzima que desintegra as moléculas de serotonina e outras substâncias químicas do cérebro. Também pode ser que aumente a ação de serotonina nas terminações nervosas do cérebro.

A vantagem da erva de São João sobre os antidepressivos de prescrição é que tem muito poucos efeitos colaterais. Algumas pessoas sofrem uma leve irritação estomacal e outras têm relatado ter aumentado a sensibilidade à luz solar e sofrer de insônia.

Se você estiver grávida, consulte o seu médico antes de tomar este ou qualquer outro suplemento. Se você já está tomando um medicamento antidepressivo, também deverá consultar o seu médico antes de tomar a erva de São João.

Se você sofre de depressão leve a moderada, sugerimos tomar um comprimido ou cápsula de 300 miligramas três vezes por dia com os alimentos. Para uma máxima eficácia, consiga um extrato padronizado que contenha hipericina em uma concentração de 0,3%, mas se você não se sente melhor depois de seis semanas, é pouco provável que seja de alguma ajuda.

Leia também: “Remédios Caseiros Para Depressão“.

Ginkgo biloba: Embora não seja tão forte como a erva de São João, você pode usar o Ginkgo biloba como um antidepressivo leve. O ginkgo melhora em grande medida a circulação, a acuidade mental e memória, além de que, como resultado, alivia a depressão.

A circulação sanguínea deficiente para o cérebro pode fazer com que este funcione incorretamente, o que resulta em desequilíbrios nos níveis de serotonina e outros neurotransmissores que regulam o humor e a estabilidade emocional.

Em um estudo, 40 pacientes cujas idades variavam entre 51 e 78 anos de idade receberam 80 mg de extracto de ginkgo ou uma pílula inativa (placebo) três vezes por dia junto com o seu medicamento antidepressivo. Após oito semanas, os pesquisadores descobriram que aquelas pessoas que tomaram ginkgo mostraram uma maior melhora do que aquelas que tomaram placebo.

Se você tem mais de 50 anos de idade e sofre de depressão leve a moderada, tome uma cápsula 40 miligramas de ginkgo três vezes por dia.

Para obter doses da erva de máxima potência, escolha cápsulas ou comprimidos que contenham ginkgo flavoglucósidas (ginkgqflavo-glicosídeos) a uma concentração de 24%.

Outros Suplementos Naturais para a Depressão:

Outro suplemento natural que poderia ter uma vantagem sobre os medicamentos antidepressivos vendidos por prescrição é o 5-HTP.

Este é um composto natural que o corpo produz a partir do triptofano, um aminoácido encontrado em muitos alimentos. Também é um precursor da serotonina, o que significa que se produz uma maior quantidade de serotonina quando o 5-HTP está presente.

Quando você toma 5-HTP em forma de suplemento, este é absorvido pelo trato gastrointestinal e, em seguida, viaja para o cérebro, onde se converte em serotonina.

Se você tiver sido diagnosticado com depressão e conta com a aprovação do seu médico, pode tomar 50 miligramas de 5-HTP durante a tarde. Mas não é recomendável tomar mais. Qualquer dose superior a 50 mg pode provocar sonhos muito vívidos, pesadelos e náuseas.