fígado é o depurador, purificador do corpo, por isso é muito mais do que importante cuidar e promover o seu bom funcionamento.

A desintoxicação do corpo é uma forma de garantir um ótimo estado de saúde e é essencial quando se quer perder peso. Sempre que se realiza um processo de desintoxicação perdem-se quilos, isso acontece porque o fígado começa a queimar uma maior quantidade de glicogênio armazenado nas reservas de gordura.

A desintoxicação é essencial porque os resíduos da alimentação, e da própria vida, passam pelos órgãos excretores, onde são submetidos a uma transformação e são levados aos órgãos de evacuação para assim saírem do corpo.

Como Desintoxicar o Fígado Naturalmente

No dia a dia o corpo absorve e gera uma infinidade de resíduos. Mediante à respiração, à alimentação, à água, medicamentos, hábito do tabagismo, etc., cheios de contaminantes que dificultam a atividade das células e geram uma grande quantidade de resíduos para os órgãos eliminadores, que em algum momento tornam-se incapazes de se livrar destas toxinas.

Quando o corpo já não é capaz de se livrar de resíduos nocivos, endógenos e exógenos, começam a aparecer os sintomas que indicam a necessidade de uma purificação.

Sintomas de Fígado Intoxicado

Uma pessoa que tem um fígado “sujo” manifesta sintomas como os seguintes:

  • Digestões difíceis, tonturas e náuseas depois de consumir alimentos gordurosos.
  • Língua branca, sente-se um sabor amargo na boca e existe halitose (particularmente ao se levantar).
  • Dificuldade para pensar ou concentrar-se, peso mental e problemas coma memória.
  • Alergias, coceira e erupções na pele.
  • Dores de cabeça especialmente na nuca.
  • Intolerância de alimentos gordurosos, pedras na vesícula biliar e vontade de vomitar.
  • Cansaço excessivo.

A alimentação durante a limpeza do fígado tem que ser extremamente saudável, baixa em calorias e com uma quantidade significativa de antioxidantes essenciais. Anote estes alimentos para montar um plano de alimentação:

Alimentos que ajudam a desintoxicar o fígado:

Alcachofra

Durante os anos trinta, os estudos clínicos sobre esta planta estabeleceram o seu valor para reduzir o colesterol no sangue e outros resíduos metabólicos. O sabor amargo e áspero da alcachofra é devido à cinarina, princípio ativo que estimula a secreção biliar. Como planta medicinal se usa as folhas secas. Como alimento se utiliza a inflorescência antes de abrir. É usado em caso de fígado intoxicado, insuficiência hepática, má digestão, cálculos biliares e constipação crônica.

Cardo Mariano

Tradicionalmente considerado como útil no tratamento de doenças hepáticas, a pesquisa moderna confirmou essas propriedades. O cardo mariano é um protetor do fígado, regenerador, anti-hipoglicêmico, anti-inflamatório e antioxidante. Ajuda na hepatite crônica, cirrose, colestase, fígado gordo. Seus talos são tomados cozidos.

Cúrcuma

Esta erva também é usada como um tempero. É atua na limpeza do fígado, estimulando a produção e circulação da bílis. Sua ação é mais forte do que a chicória amarga. É utilizada no fígado para congestão biliar, cálculos biliares, colesterol e obstipação crônica. É também anti-inflamatória e ajuda no tratamento de câncer.

Cavalinha

É diurético, purificadora do sangue, regeneradora de células mortas e cicatrizante. É utilizada no tratamento da obesidade, excesso de ácido úrico, doenças reumáticas, dissolve cálculos renais e biliares e muitas outras propriedades.

Dente de Leão

Os médicos árabes medievais o recomendavam para tratar todos os tipos de doenças hepático-biliares. Aparece citado na farmacopeia mundial para distúrbios digestivos e hepáticos. As propriedades terapêuticas do dente de leão se devem em parte as substâncias amargas inulina e taraxacina. Também contém flavonoides, pectina, ácidos graxos, minerais e vitaminas. Suas folhas frescas podem ser consumidas em saladas.

Lecitina

Contém colina e fosfolípidos, que protegem a membrana das células hepáticas, previne o acúmulo de gordura no fígado e o resguardam de transtornos relacionados com abusos de bebidas alcoólicas, tabaco, gorduras e fármacos. Suas propriedades tornam seu uso aconselhável em dietas para perder peso, já que acelera e melhora a absorção do intestino, protege o fígado, reduz o nível de colesterol e facilita a circulação sanguínea.

Chá Verde

Contêm altos níveis de polifenois, substâncias que por suas propriedades antioxidantes, anticancerígenas e antibióticas ajudam a prevenir as doenças cardíacas e hepáticas, incluindo o câncer de fígado.

Verduras Crucíferas e Tubérculos

Brócolis, couve-flor, repolho, folhas de rabanete e couve de Bruxelas contêm substâncias fortalecedoras do fígado. Os brócolis, em particular, ajudam a eliminar toxinas. Todas elas reduzem o risco de câncer. Tubérculos, como a beterraba e a cenoura, devido ao seu alto teor de betacaroteno, carotenoides e flavonoides ajudam a depurar e desintoxicar o fígado.

Suplementos Purificadores do Fígado

Você pode complementar sua dieta com suplementos que favorecem a desintoxicação do fígado, como por exemplo: S-adenosil-metionina (SAMe), Glutamina, Colina, Vitamina C, Ácido lipoico, acetilcisteína, Dente de leão.

Vitaminas Para Cuidar Do Fígado

Vitamina C

Podemos encontrá-la de forma natural nas frutas cítricas, pimenta vermelha, assim como outras frutas ou verduras, também é um excelente antioxidante.

Vitamina B2 Ou Riboflavina

Ajuda o metabolismo das proteínas e dos lipídios, encontra-se principalmente em vegetais de folhas verdes, algas ou amêndoas.

Vitamina B3 Ou Niacina

Reduz os triglicerídeos e o colesterol no fígado, encontra-se nos frutos secos, assim como no arroz integral.

Vitamina B6 Ou Piridoxina

Seu objetivo é fabricar anticorpos e glóbulos vermelhos, e ajuda o corpo na formação de outras vitaminas; atua para a desintoxicação hepática.

Vitamina B12

Encontra-se em alimentos de origem vegetal, carnes de origem animal, peixe e produtos lácteos. É uma das poucas vitaminas obtidas naturalmente e não por medicamentos.

Remédios Naturais Para Desintoxicar o Fígado

Chá de Alcachofra

Ferva por 10 minutos, duas alcachofras em um litro de água. Passado esse tempo, deixe em repouso e coe. Tome ao longo do dia durante uma semana.

Chá de Cardo Mariano e Dente de Leão

Despeje 1 colher de sopa de sementes de cardo de mariano e outra de folhas de dente de leão em meio litro de água. Ferva por 7 minutos. Retire do fogo e deixe esfriar. Tome ao longo do dia durante uma semana especialmente 20 minutos antes das refeições.

Batido de Brócolis, Couve e Repolho

Lave e parta uma cabeça de brócolis e coloque no liquidificador junto com algumas folhas de couve e outra de repolho, previamente lavadas. Em seguida, adicione meia xícara de água. Bata por alguns instantes. Tome este suco diariamente, em jejum, durante uma semana.

Chá Verde

Tome 3 xícaras por dia de chá verde (um pouco quente) após as refeições por uma semana.

Suco Natural Para Limpeza Do Fígado

Além desse suco saudável, você pode tratar seu fígado comendo mais couve, repolho, alface, couve-flor, brócolis, couve de Bruxelas, aspargos, beterrabas e aipo. Evite qualquer alimento processado, os carboidratos refinados e consuma o glúten com moderação. Esta preparação ajudará a facilitar a limpeza.

Se você está limpando seu fígado, precisa fornecer ao seu corpo uma nutrição que seja fácil de digerir. Você não quer que o seu corpo gaste sua energia digerindo alimentos, mas definitivamente precisa manter um bom equilíbrio de nutrientes, eletrólitos e antioxidantes para fornecer apoio durante a desintoxicação. Este suco é uma maneira poderosa de apoiar a limpeza do seu fígado sem comprometer o processo de cura natural do corpo.

Ingredientes:

  • 3 cenouras (descascadas e lavadas)
  • 1 beterraba (descascada e lavada)
  • 2 maçãs vermelhas (lavadas e cortadas)
  • Gengibre
  • Suco de meio limão
  • Água

Preparação: Basta usar um liquidificador para colocar todos os ingredientes e misturar bem. Sirva com um pouco de gelo para mantê-lo fresco! Não é indicado guardar essa bebida, pois pode perder seus nutrientes, mas se fizer isto, guarde-a na geladeira.