As Dietas Ricas Em Proteínas São Seguras Para A Saúde Oral?

Você é uma daquelas pessoas que faria qualquer coisa para perder peso e conseguir essa figura bonita e tonificada com a qual sempre sonhou? Dietas milagrosas, como as ricas em proteínas podem ter graves consequências para a nossa saúde oral. Vamos te contar em Saúde Dicas, você nos acompanha?

Com a chegada do verão, muitos de nós se veem presos na operação biquíni para parecer um palmito e esse corpo dez que anunciam as celebridades nas capas de revistas de moda. No entanto, essa obsessão para alcançar em um breve espaço de tempo essa figura da deusa grega, pode nos levar a cometer grandes loucuras. Uma delas está relacionada com o fato de optar pelas chamadas "dietas milagrosas" que, supostamente, em questão de poucos dias nos ajudarão a alcançar o peso ideal.

Dietas 'Milagrosas': Hiperproteicas

Cegados por melhorar a nossa estética nos meses antes do Verão, não somos capazes de ver a realidade que temos diante de nossos olhos: o dano em níveis nutricional e de saúde que estamos gerando em nosso organismo.

As Dietas Ricas em Proteínas São Seguras Para a Saúde Oral?

Especialistas no âmbito da dietética e nutrição, como é o caso do Doutor Ivan Malagon, afirma que tem um "forte efeito rebote”, com uma recuperação do peso perdido de forma imediata, sem que as consequências negativas que tiveram desapareçam com a mesma rapidez". Entre elas, destacamos as anteriormente mencionadas dietas hiperproteicas.

Leia também: "Prós e Contras das Dietas Ricas em Proteínas".

Usadas por muitos famosos diferentes para conseguir um corpo escultural é caracterizada pelo consumo ilimitado de frios, carnes, produtos lácteos, ovos, todos eles ricos em proteínas animais, deixando de lado alimentos como cereais, batatas, legumes e pães, assim como limitam o consumo de frutas e verduras. A perda de peso entre dois e três quilos em menos de uma semana ou favorecer a eliminação de líquidos são algumas das muitas promessas destas dietas, mas a que preço?

Efeitos da Dieta Hiperproteica em Nossa Saúde Oral

Especialistas como Dr. Malagon antes citado, não hesitam em advertir que este tipo de dietas pode ser a principal causa de infecções orais, do aumento cáries ou diferentes doenças das gengivas, que podem levar à perda de dentes, entre outras coisas. Tal e como afirma o profissional médico, nesta dieta, o organismo responde acabando com a proteína que gera o próprio corpo e não com a gordura.

Nossa saúde oral será afetada por uma série de consequências negativas. Entre outras coisas, diminui o volume, assim como as propriedades antibacterianas e físico-químicas da saliva.

  • Ao mesmo tempo aumentar a oxidação dos tecidos influenciará negativamente na sustentação dos dentes. Tudo isto contribui também para a dificuldade de sintetizar o cálcio e, assim, favorece a osteoporose.
  • Além de afetar o sistema imunológico, o uso destas dietas hiperproteicas pode significar o desenvolvimento de doenças das gengivas tais como gengivite ou periodontite.
  • Além disso, pode causar uma deficiência de vitaminas, entre elas as do grupo A, B e C. Por um lado, a carência de vitamina A tende a um aumento das infecções, assim como uma redução da salivação e suas propriedades antibacterianas. Por outro lado, a deficiência de vitamina B12 conduzirá à atrofia das papilas linguais alterando o paladar e a carência de vitamina B2 comprometerá as mucosas causando estomatite. Por seu lado, a falta de vitamina C também reduz a capacidade de reparar as lesões, além de aumentar a susceptibilidade a infecções.

E você? Já seguiu uma dieta hiperproteica? Como foi sua experiência? Você acha que são seguras para a saúde oral?

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

Confira Mais Sobre Esse Assuto