A cárie dentária, traumatismos ou periodontite grave (doença de gengiva) são algumas das situações que podem causar perda de dentes e afetar o apoio do osso maxilar. Nestes casos, uma opção duradoura e saudável é colocar uma prótese para substituir o dente ausente (ou, em alternativa, para substituir uma ponte).

Próteses Removíveis ou Fixas

Cada implante é projetado para suportar um dente. Nos casos em que o paciente perdeu algum ou todos os dentes, a colocação do número de implantes para determinar se a prótese é colocada móvel ou imóvel.

Segundo o especialista, “a vantagem mais importante da prótese com o implante de próteses versus convencional (aqueles cujo único suporte da linha da gengiva) é a retenção e estabilidade que proporcionam. Os pacientes com implante sentem como se fosse parte de sua boca; podem rir, tossir, bocejar ou comer qualquer alimento com absoluta confiança de que a prótese permanece fixa em sua base”.

Substituição de um único dente

Quando falamos da perda de uma única utilização do implante dentário é uma alternativa funcional e estética de primeira ordem. Dizemos funcional porque o implante substitui completamente a raiz do dente. “Uma vez no local e ao longo de meses, o osso ao redor do implante é regenerado para manter a sua estrutura natural e funcional, que garante uma fixação correta e estabilidade para resistir às forças de mastigação”, diz o Dr. Flores.

Implantes: Dentes Para Toda Vida

A colocação do implante é a primeira fase do procedimento cosmético. A segunda parte consiste em colocar a coroa sobre o implante dentário, ou seja, a parte visível do dente. (Lembre-se que o dente é composto de uma parte visível chamada coroa e não se vê inserido no osso maxilar e é conhecido como root).