Nem todas as mulheres são iguais nem têm as mesmas necessidades. Tampouco são iguais todos os lubrificantes e dentro da variedade que existe no mercado, cada um atende uma necessidade específica. Quer saber como escolher o lubrificante vaginal mais adequado para você? Aqui você encontrará algumas recomendações.

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

O sexo seguro não apenas é agradável, mas também saudável. Por isso, é importante que o casal desfrute e passe um bom tempo. Para as mulheres, às vezes pode ser de grande ajuda usar um lubrificante vaginal, seja por razões físicas ou simplesmente por prazer.

No entanto, no momento de escolher o lubrificante adequado, a variedade de lubrificantes disponíveis no mercado pode fazer com a escolha seja confusa. Qual é mais conveniente? A escolha não deve ser baseada em questões visuais ou de marketing. De fato, os diferentes tipos de lubrificantes podem se adaptar a diferentes situações e mulheres.

9 Dicas Para Escolher o Lubrificante Vaginal Que Mais te Convém

Por exemplo, não é o mesmo uma mulher adulta que já tenha entrado na menopausa, do que uma mulher jovem. Em geral, os especialistas recomendam esses produtos para as mulheres que estão na menopausa e têm o desconforto do ressecamento vaginal que pode ocorrer durante esta etapa devido às mudanças hormonais e diminuição de estrogênio.

Leia também: "Desejo Sexual Feminino".

Em contrapartida, as mulheres jovens não costumam ter esse problema. No entanto, poderiam precisar de lubrificantes para facilitar o sexo com o uso de preservativos ou para aumentar o prazer. Claro que, o lubrificante adequado para algumas nem sempre é o mesmo para outras.

Qual é o problema de não se usar um lubrificante adequado? Embora possa não acontecer nada, em algum as ocasiões podem se produzir reações não esperadas, como mais ressecamento vaginal, infecções vaginais, ruptura do preservativo, dificuldade para conseguir uma gravidez e reações alérgicas, entre outras.

Por isso, tome nota das seguintes informações e da próxima vez que você pensar em melhorar seu relacionamento sexual escolha o melhor lubrificante para você, se possível, em uma farmácia (sempre é mais aconselhável do que comprá-los em "sex shops" ou em uma loja de artigo relacionados ao sexo, no momento de comprar produtos que tenham contato direto com a vulva):

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

1. Lembre-se que seus órgãos genitais requerem cuidados especiais. Não use todos os produtos disponíveis no mercado. Verifique com seu médico antes.

2. Se você tiver problemas associados à menopausa, o melhor é que você use hidratantes vaginais regularmente e lubrificantes durante o ato sexual. Entre os mais populares estão à geleia KY nos Estados Unidos, que contém metilcelulose e carboximetilcelulose.

3. Escolha lubrificantes osmolares, que contém a mesma concentração dos minerais e outros componentes das células, por isso não produzem ressecamento. E evite os lubrificantes hiperosmolares, que são aqueles que têm mais sais, carboidratos e proteínas que o interior das células da vagina ou reto, já que estes fazem com que a célula perca água e se produza ressecamento. Este último também pode torná-lo mais vulnerável a contrair o vírus HIV.

Leia também: "Quão Eficazes São os Preservativos Para Evitar Doenças Sexualmente Transmissíveis?"

4. Se você é jovem e tem uma vida sexualmente ativa, o uso de lubrificantes pode te ajudar a combater o ressecamento vaginal próprio de algumas etapas como a amamentação ou produto de algum medicamento que tenha esse efeito colateral (como certos contraceptivos), mas você também poderia usá-los para evitar que os preservativos se rompam, embora não tenha problemas de ressecamento vaginal. Em qualquer caso, tenha o cuidado de selecionar o lubrificante correto.

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

5. Escolha lubrificantes vaginais feitos à base de água. São seguros, podem ser facilmente lavados e são compatíveis com os produtos de látex (como os preservativos ou outros acessórios).

6. Pelo contrário, ser cautelosa com lubrificantes fabricados a base de óleos e derivados de petróleo, como a vaselina, já que podem romper o preservativo e alterar o pH da vagina, o que pode causar infecções vaginais.

7. Se você quer um lubrificante lúdico (travesso, festivo, divertido) que te ajude a aumentar as sensações durante a relação sexual, certifique-se de que sejam de base aquosa (de água) e que, se tem sabor, não contenha açúcar.

8. Alguns lubrificantes são feitos a base de silicone. Embora sejam mais resistentes do que aqueles feitos a base de água, não são compatíveis com brinquedos sexuais e outros tipos de acessórios que também contenham silicone. Além disso, são mais difíceis de lavar.

9. Leve em conta que qualquer tipo de lubrificante pode causar reações alérgicas. Por isso, na primeira vez que você usar um experimente em uma pequena área que tenha sido lavada antes e comprove que não causa ardência nem irritação.

Como você pode ver, escolher um lubrificante adequado para você não é apenas uma questão de ficar na frente da gôndola (prateleira) e olhar as cores e as promessas que aparecem destacadas em letras grandes. Aprenda a ler os rótulos dos produtos e explore o tema dos lubrificantes com o seu médico. Deixe a vergonha de lado e pergunte se você tiver alguma dúvida, pois o sexo é saúde e existem várias alternativas no mercado que podem te ajudar.