Às vezes, a placenta não se forma corretamente ou adere à parte errada da parede do útero.

Tais alterações placentárias podem ocorrer durante a gravidez e se não tratadas, podem causar complicações graves de saúde para a mãe e o bebê.
Entre eles pode-se destacar:

Placenta Prévia

Placenta prévia ocorre quando a placenta está localizada no fundo do útero, em vez de no topo e impede a passagem de saída do bebê. Se a placenta cobre o cérvix completamente, é chamada placenta prévia completa. Se a placenta cobre apenas a parte do colo do útero passa a se chamar placenta prévia marginal.

Geralmente ocorre em mulheres grávidas que fumam, têm uma gravidez de gêmeos ou que já se submeteram à cesariana ou cirurgia uterina, e entre os sintomas sangramento vaginal é o mais frequente.

Em 90% dos casos se resolve sem tratamento e o médico irá acompanhá-la com ultrassom, se o caso não for resolvido é possível realizar cesariana. Se não aguentar até as 34 semanas, o seu médico pode dar corticosteroides para o seu bebê para aumentar a capacidade pulmonar.

Leia também: “Tudo sobre a placenta prévia”.

Descolamento Prematuro Da Placenta

Descolamento de placenta é uma das doenças mais comuns da placenta, que ocorre 1 em cada 100 gestações, muitas vezes ocorre no terceiro trimestre. O descolamento prematuro da placenta ocorre quando a placenta começa a se desprender da parede uterina antes de o bebê nascer.

Como Tratar Distúrbios Da Placenta

Alguns fatores parecem contribuir para a doença, incluindo trauma abdominal, ruptura prematura de membranas, ou fumar durante a gravidez, e os sintomas são sangramento vaginal, dor ou sensibilidade uterina e dor abdominal.

O tratamento depende da gravidade do desprendimento da placenta e se você está ou não tendo sangramento ou contrações, será monitorada pelo seu médico que muito normalmente pede para se abster de atividades físicas optando por repousos mais constantes. Se seu bebê está em perigo, você pode realizar a cesariana.

Placenta Acreta

Isso ocorre quando a placenta é ligada muito firmemente à parede do útero, e está associada a complicações sérias e a causa parece ser a placenta prévia ou cesariana anterior.

Ela está associada com hemorragia maciça e contrações uterinas. Ela pode exigir uma histerectomia para evitar hemorragia maciça e se placenta acreta é diagnosticada antes do nascimento, você pode ter uma cesariana.

Leia também: “Acretismo Placentário Causado por Cesariana“.