Quando um casal está tendo problemas para conceber uma criança, podem recorrer às técnicas de reprodução assistida. Uma delas é a fertilização in vitro (FIV). Aqui te contamos do que se trata este método de reprodução assistida, passo a passo.

Ter problemas para conceber uma criança pode ser uma das situações mais estressantes para um casal. Mas graças aos avanços da ciência, seja qual for à causa da infertilidade ou da dificuldade para conceber muitas vezes podem ser resolvidos com as técnicas de reprodução assistida. Uma das mais sofisticadas e caras chama-se fertilização in vitro (FIV) e consiste em unir o óvulo e ao espermatozoide de forma extrauterina, ou em palavras simples, fora do útero e, em seguida, ser implantado dentro da mãe e assim dar inicio a gravidez.

A fertilização in vitro é o que se conhece como “bebê de proveta”, que foi realizada pela primeira vez em 1978. Estima-se que atualmente 35% das mulheres de 35 anos ou mais jovens conseguiram conceber um bebê usando a fecundação ou fertilização in vitro. Em alguns centros este percentual é maior.

Leia também: “Tratamentos De Fertilidade – Combater a Infertilidade“.

Quais São os Passos Necessários Para Conseguir Uma Fertilização in Vitro?

1. A produção de óvulos é estimulada mediante tratamentos hormonais. O normal é que a mulher libere um óvulo por cada ciclo menstrual, mas estes tratamentos com injeções fazem com que se produzam óvulos para ter mais “material” para poder fazer a fertilização artificial fora do útero.

A Fertilização in Vitro, Passo a Passo

2. Os óvulos são retirados no momento em que estão maduros e antes de deixar os folículos. Esta precisão requer que o seu médico acompanhe muito de perto o seu ciclo menstrual e sua ovulação com exames de sangue e ultrassons. No momento preciso, um hormônio chamado HCG é dado para ajudar a amadurecer os ovos. Quando estão maduros, mas antes da ruptura dos folículos, os óvulos são removidos mediante uma pequena cirurgia conhecida como “aspiração folicular”. O procedimento dura cerca de 30 minutos e é feito sob anestesia local ou geral, se a paciente assim o desejar.

3. É preparada a amostra de espermatozoides do seu parceiro ou de um doador (depende se o problema de fertilidade é porque o seu parceiro tem uma baixa contagem de espermatozoides ou a qualidade do esperma é ruim). Para isso, é necessário que o seu parceiro se masturbe em um consultório médico, onde se condiciona uma sala especial para esse fim ou é possível coletar a amostra em casa e levar em um recipiente estéril ao médico ou laboratório para fazer a fertilização assistida. A amostra é submetida a uma avaliação e limpeza para eliminar os espermatozoides mortos ou de má qualidade.

4. Antes de completar 24 horas após a extração dos óvulos é realizada a fertilização. Para isso, é utilizada uma placa sobre a qual o especialista coloca um óculo com cerca de 10.000 espermatozoides. Esta placa é mantida em uma incubadora durante um dia após o qual se verifica se ocorreu a fertilização.

5. Se houver fertilização de óvulos, como é natural, começam sua divisão celular e são chamados embriões. Em seguida, são monitorados no laboratório, durante um período que varia de 3 a 5 dias para verificar que estão se desenvolvendo bem antes de serem transferidos para a mãe.

6. Os embriões são transferidos para a mãe mediante um cateter muito pequeno que é inserido através da vagina até o colo do útero (é similar a realização de um teste de Papanicolau). Os embriões são depositados, geralmente, dois ou mais para aumentar as chances de que a mulher fique grávida. Lembre-se que nem todos os embriões prosperam, mas também o fato de ter vários embriões significa que existem mais chances de que haja uma gravidez múltipla.

Se os embriões são implantados com sucesso, a mulher logo começa a sentir os primeiros sintomas de gravidez.

Depois de saber quais são os passos para uma fertilização in vitro (FIV), você se pergunta: quanto tempo dura o processo. A resposta: entre quatro e seis semanas. Mas é possível que seja necessária mais de uma tentativa para ter sucesso. Você deve se preparar com muita paciência e tomar o processo com calma. Converse com seu médico e seu parceiro sobre as expectativas que existem de que seja concretizado o processo.

Sabe-se que os resultados da fertilização in vitro (FIV) alteram drasticamente, dependendo do problema de fertilidade do casal e de acordo com sua idade. Em geral, fala-se de 35% de chance de gravidez por fertilização in vitro em média, embora o percentual seja mais elevado entre as mulheres mais jovens.

Lembre-se que a fertilização in vitro (FIV) é um tratamento caro e que você deve avaliar cuidadosamente o seu caso com o seu médico antes de tomar a decisão de submeter a ele. Por ser caro, estima-se que apenas 5% dos casais com problemas para conceber, decidem seguir este método. De qualquer maneira, é uma alternativa que tem proporcionado a muitos casais no mundo a grande alegria de serem pais.