A mulher grávida vegetariana, precisa prestar uma atenção especial a certos aspectos da sua dieta. O objetivo é o de adaptar a dieta de forma com que ela evolua de acordo com as suas necessidades, desse modo ela irá abranger o desenvolvimento fetal e seu crescimento, além de aliviar o desconforto gástrico e intestinal muito comum durante a gravidez.

O fato de você ser vegetariana e estar grávida não é um problema, estudos mostram que os vegetarianos têm menores taxas de mortalidade relacionadas a doenças crônicas e degenerativas que os não-vegetarianos, portanto, neste sentido, a dieta é claramente um fator decisivo.

A presença regular de alguns alimentos, é considerada de valor inestimável para assegurar o crescimento orgânico e desenvolvimento, que aumenta muito durante o período de gestação. A opção mais completa é a dieta baseada em frutas, vegetais, grãos, legumes, sementes e castanhas, e inclui ovos e leite, é portanto uma dieta ovo-lacto-vegetariana.

É muito importante tentar evitar o máximo possível as deficiências nutricionais, já que o vegetarianismo estrito durante a gravidez pode levar a uma deficiência de vitamina B12 e de aminoácidos essenciais, tais como o ferro e cálcio, entre outros nutrientes, se não for controlado com suplementos específicos. O ferro normalmente é comprometido, porque o corpo facilmente assimila o ferro contido em alimentos de origem animal, mas tem dificuldade em absorver o mineral presente nas plantas. Além disso na gravidez a necessidade do ferro aumenta, já que há um aumento do volume sanguíneo.

Dieta Vegetariana Durante A Gravidez

Leia também: “Dieta Vegetariana Rica em Proteínas“.

Portanto, não se deve perder a dieta habitual dos vegetais mais abundantes em ferro como feijão, grãos, frutas secas, figos, ameixas, tâmaras e nozes. Estes dois últimos devem ser consumidos com moderação, também é necessário acompanhar esses alimentos vegetais com vitamina C, que é abundante nos cítricos, frutas tropicais como kiwi e goiaba, pimentão, crucíferos-brócolis, couve-flor, tomate, morango e melão. A vitamina B12 também é um nutriente que fica em falta durante a gravidez dos vegetarianos já que é encontrada normalmente nos ovos, leite, legumes e carnes.

Os brotos de cereais ou de leguminosas são altamente nutritivos e podem ser consumidos todos os dias, com a germinação a planta aumenta a quantidade de vitaminas B e ferro, e pode triplicar a quantidade de aminoácidos essenciais em plantas como soja, feijão, ervilha, alfafa, trigo e cevada que são mais fáceis de serem digeridos e uma alternativa para os grãos cozidos. Comidos crus em saladas, frituras e em omeletes.

Como suplementos, você pode usar a levedura de cerveja e gérmen de trigo, rica em vitamina C, E e ácidos graxos essenciais, e algas por serem ricas em proteínas, sais minerais e oligoelementos, exceto se você tem pressão arterial elevada ou hipertireoidismo.