Para Que Guardar O Cordão Umbilical?

Guardar o sangue do cordão umbilical do bebê pode ser um pouco estranho e desconhecido para os pais, mas é uma decisão importante que os pais deveriam levar em conta. O sangue do cordão umbilical, que pertence ao recém-nascido, refere-se realmente ao da placenta, que pode ser de até 180 ml.

Desde o início dos anos 90, existem bancos, onde armazenam este sangue para um possível uso no futuro. O sangue do cordão umbilical é uma fonte de tipo hematopoiéticas de células-tronco e pode, potencialmente, curar uma série de doenças e outras condições.

Coleta de sangue do cordão umbilical:

O processo atual de coleta de sangue do cordão umbilical leva apenas alguns minutos, mas os pais devem ter decidido antes do parto. Depois que o bebê nasce, o médico conta com cerca de 15 minutos mais ou menos para apertar e cortar o cordão e, em seguida, coletar seu sangue.

Para Que Guardar o Cordão Umbilical?

Existem dois métodos de coleta:

    Método da bolsa: o médico liga uma bolsa até à extremidade cortada do cordão e eleva o cabo, permitindo que o sangue flua para dentro da bolsa.

    Método da seringa: o médico introduz uma seringa no cordão umbilical e extrai o sangue, como se fosse de uma veia.

    Os defensores da coleta de sangue do cordão umbilical dizem que é totalmente inofensivo para a mãe e a criança. No entanto, existem aqueles que argumentam que, na pressa para recolher o sangue do cordão umbilical, o procedimento é feito às vezes cedo demais e parte do sangue flui de volta para o bebê antes que se prenda o cabo. Eles mesmos argumentam que clampeamento precoce priva o bebê de sangue oxigenado muito necessário e inclusive pode aumentar a probabilidade de certas doenças da infância.

    O que você acha sobre essas práticas para guardar o sangue do cordão umbilical?

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

;
Confira Mais Sobre Esse Assuto