A depressão pós-parto ou pós-natal, ocorre em aproximadamente uma em cada duas ou três mil gestações. A causa exata é desconhecida, embora se acredite ser devido provavelmente à predisposição genética, que interage com as mudanças nos níveis hormonais (estrogênio e progesterona) que têm sido elevados na gravidez e, que logo após o parto, diminuem abruptamente.

A depressão pós-parto se caracteriza por sintomas que vão desde o cansaço (não ser capaz de sair da cama), distúrbios do sono, perda de peso, falta de apetite, tristeza profunda com episódios de choro até uma intensa psicose depressiva.

As pesquisas demonstram que os seguintes fatores de risco podem tornar mais suscetível à mãe a sofrer esta depressão:

  • Ter uma posição elevada no trabalho ou uma carreira de sucesso antes do nascimento.
  • Ter dificuldades na relação com o parceiro antes do nascimento do bebê.
  • Ter passado por uma experiência ao dar à luz inesperadamente difícil.
  • Ter um bebê exigente e que dorme pouco.
  • Ter experimentado problemas psicológicos anteriormente.
  • Passar por sérios problemas econômicos.
  • Falta de apoio do seu parceiro ou do núcleo familiar.

Lista de Remédios Caseiros Para Ajudar as Mães Que Sofrem Depressão Pós Parto

  • Comer bananas, tomates e outros alimentos ricos em potássio, se existe uma grande sensação de exaustão.
    Depressão Pós-Parto: Remédios Caseiros Para a Depressão Pós-Parto
  • Tome até 2 colheres de sopa por dia (uma de manhã e outra à tarde) de geleia real. É rica em vitamina B, ajuda como tonificante do organismo, e proporciona uma sensação de bem-estar.
  • Ferva por 10 minutos, um punhado de manjerona, e outro de flores de lavanda em 3 litros de água. Depois desse tempo, retire do fogo e deixe esfriar. Despeje a água na banheira. Permaneça nela por 15 minutos.
  • Mergulhe os antebraços com um pano embebido em uma infusão de chá de tomilho e videira vermelha. Este remédio é revigorante.
  • Ferva por 5 minutos 1 colher de sopa de passiflora e outra de poejo em 1 xícara de água. Cubra, coe e deixe esfriar. Tome 1 copo 2 vezes ao dia, durante 16 dias consecutivos. Não tome este remédio durante a amamentação.

Leia também: “Como Tratar as Complicações Pós-parto“.

Recomendações Para Mães

  • Descansar o máximo possível, já que o cansaço agrava a depressão e torna mais difícil superá-la. Igualmente, se recomenda tirar cochilos durante o dia e, se possível, solicite a ajuda de alguém para a alimentação noturna do bebê.
  • Tenha uma dieta adequada, rica em frutas e vegetais crus.
  • Evite comer doces fabricados industrialmente ou chocolates.
  • Coma pouco, mas com frequência.
  • Faça exercícios leves, como uma caminhada rápida ao ar livre para levantar o ânimo.
  • Respire profundamente sempre que sentir o cansaço, já que o oxigênio contribui para revitalizar as energias que foram perdidas.
  • Evite grandes mudanças. Recomenda-se não começar um novo trabalho, não mudar de casa ou redecorar.
  • Tente não se preocupar muito e ser positiva.
  • Trate-se bem. Recomenda-se que a mãe não realize mais tarefas do que pode executar.
  • Falar sobre seus sentimentos: nesse sentido, você não deve esconder as suas preocupações, porque pode piorar as coisas. Você deve discutir com os outros, especialmente com seu parceiro.

Dicas Para os Pais

  • Escute e converse com sua parceira.
  • Recomende que a parceira descanse coma e beba adequadamente.
  • Ofereça a sua parceira ajuda com as coisas do bebê.
  • Certifique-se de que ela não passe muito tempo sozinha.
  • Busque ajuda psicológica se os problemas de depressão pós-parto da parceira se aprofundarem.