O tema do cabelo durante a gravidez é recorrente. Por causa das constantes mudanças hormonais que as mulheres experimentam em seus corpos, a pele e o cabelo podem mudar de forma favorável ou não.

Mas cabe destacar que a gravidez não é motivo para desistir das rotinas de beleza. A crença de que as mulheres grávidas devem deixar de usar qualquer produto é geralmente falsa. Existe uma grande quantidade de artigos permitidos para uso durante a gravidez, e muitos deles são para o cuidado do cabelo.

Tratamentos Capilares Podem ou Não Ser Realizados em Grávidas:

Hidratação Profunda: SIM O cabelo seco tende a ser mais seco durante a gravidez, o que significa que pode ser que as fibras capilares estejam mais suscetíveis à quebra e queda.

Tratamentos Capilares na Gravidez

Nestes casos, cai bem o uso de um tratamento de hidratação profunda ou de óleo quente. Aplique uma vez por mês deve ser suficiente.
Outra forma de ajudar é ir lavando o cabelo com menos frequência.

Tratamentos Químicos: NÃO Não são apropriados para esta etapa da vida, em primeiro lugar, porque o corpo passa por muitas mudanças hormonais e é provável que o resultado no cabelo não seja o mesmo que quando você não está grávida.

Por outro lado, alguns produtos possuem ingredientes químicos que podem resultar prejudiciais para o feto.

Leia também: "Como Tratar as Mudanças do Cabelo Durante a Gravidez".

Ler as Etiquetas dos Produtos: SIM Isso se aplica tanto para as mulheres grávidas como para qualquer outra pessoa. É muito importante ler sempre as etiquetas porque os produtos de beleza podem conter ingredientes químicos nocivos.

Cabe destacar que durante a gravidez, até mesmo alguns elementos orgânicos podem ser potencialmente perigosos.

Tingir o Cabelo Durante o Primeiro Trimestre: NÃO

É uma velha questão: Você pode pintar o cabelo enquanto está grávida? A questão é que os primeiros três meses são os mais sensíveis, por isso é ideal evitar o uso de qualquer produto ou corantes durante este período.

As tinturas de cabelo são geralmente seguras para uso depois destes três meses, mas alguns especialistas consideram que não, por isso é melhor consultar o seu médico pessoal.

Massagens Capilares: SIM Como o cabelo pode estar mais seco durante a gravidez, é aconselhável hidratar o cabelo com massagens capilares com óleo de três a quatro vezes por semana.

Isso garante que o cabelo esteja mais nutrido, e por sua vez a massagem ativa a circulação e faz com que o folículo absorva mais nutriente.

Em resumo, o cuidado do cabelo não é algo que pode ser esquecido ou que seja preciso renunciar quando se está grávida.

Existem muitas opções de tratamentos disponíveis para grávidas, é preciso apenas seguir estas simples dicas e truques para estar completamente linda.

Para mais informações, recomendamos a leitura do artigo "10 Cuidados Essenciais do Cabelo Durante a Gravidez".