Fazer exercício e manter uma rotina de atividades físicas é saudável para as pessoas de todas as idades. No entanto, os movimentos inadequados ou errados podem deixar doloridos qualquer um e inclusive podem provocar lesões que necessitam de tempo para se curar. Você sabe quais são os erros mais comuns no momento de fazer exercício, especialmente se você é um iniciante? Aqui, te contamos alguns deles para não cometê-los e/ou poder corrigi-los.

Felizmente você começou uma nova rotina de exercícios em busca de melhorar o seu estado físico e sua qualidade de vida em geral. Certamente você está entusiasmado (a) e espera ver os bons e prometidos resultados de imediato. Mas espere! Não tão rápido. Lembre-se que os melhores resultados virão com o tempo: o importante é manter a rotina de exercícios escolhida e torná-la uma atividade divertida e agradável.

Para fazer isso, uma vez que você tenha escolhido a atividade que deseja e os horários mais convenientes, para que não vá abandonar, é importante que não cometa certos erros comuns que ocorrem ao fazer exercícios. E se você acredita que esse não é o seu caso, te propomos um desafio: descobrir quantos e quais erros você comete, para que possa corrigi-los, para evitar lesões e para obter melhores resultados. Anime-se! Está preparado (a)? A seguir estão os mais comuns:

Dez Erros Comuns ao fazer Exercício

1. Você sofre de ansiedade? Não espere resultados rápidos. Tal como acontece com as dietas, nada é milagroso. O importante é manter uma rotina e se exercitar entre 3 a 5 horas por semana para manter a forma (e acompanhar com uma alimentação saudável, é claro).

2. Seja paciente! Não tente fazer tudo de uma vez nem “recuperar o tempo perdido”. Assim, apenas aumentará as chances de se lesionar. O ideal é ir adicionando exercícios pouco a pouco, à medida que você vai adquirindo força e flexibilidade.

3. Prevenir é melhor… Não se esqueça do pré-aquecimento, nem dos exercícios de relaxamento. A passagem de um estado para outro, de repente não é bom para o seu corpo e aumenta as possibilidades de se machucar. A recomendação é começar devagar e aumentar gradualmente a intensidade dos exercícios, e ao terminar tirar um tempo para reduzir o ritmo cardíaco e esticar os músculos, a fim de conseguir uma maior flexibilidade.

4. Não se esqueça da água! Beber água antes, durante e após o exercício te permitirá manter seus músculos hidratados e evitar espasmos e dores musculares. Não espere ter sede, porque neste momento o seu corpo já está desidratado.

5. Cuidado com as máquinas e aparelhos. As máquinas para fazer exercícios são fabricadas para se adaptar a todos os tipos de corpos. Antes de utilizá-las, verifique se estão ajustadas para sua medida. Seu treinador ou alguém que as conheça na academia poderia te ajudar com isso.

Leia também: “Corrida: O Esporte mais Barato e Saudável“.

6. Evite as más posturas. Tenha cuidado para não fazer um esforço equivocado quando usar os aparelhos, sempre mantenha as costas retas e tente não se esquivar nem se prender muito forte. Por exemplo, evite se flexionar para frente na escalada, é preferível reduzir a intensidade do exercício para manter uma boa postura com as costas enquanto suas mãos descansam levemente nas barras laterais.

7. Controle o peso que levanta. Não tente levantar mais peso do que seus músculos podem suportar, você deve controlar o peso e não deixar que este te controle. Evite puxar abruptamente os pesos ao levantá-los, utilize a barra sempre à frente da cabeça (nunca atrás) e não se apresse nas repetições, isso apenas fará aumentar a sua pressão arterial e que aumentam as possibilidades de lesionar as articulações. Além disso, lembre-se de exalar sempre na parte mais difícil do trabalho, por exemplo, quando levantá-los e sustentá-los no alto.

8. Não exagere na intensidade. Você deve aprender a equilibrar a intensidade dos seus exercícios. Estes devem ser suficientemente intensos para fazer você suar ligeiramente e aumentar sua frequência cardíaca, mas não devem ser todos rápidos e em excesso. É melhor ter uma rotina de exercício moderado por mais tempo, do que se exercitar intensamente durante alguns minutos.

9. Cuidado com os rebotes. Ao fazer exercícios de flexibilidade e alongamento muitas pessoas tentam forçar, por exemplo, para tocar o chão com as mãos sem dobrar os joelhos, e para isso saltam tentando chegar um pouco mais baixo. Isso apenas aumenta a possibilidade de que você se lesione. Recorde que os movimentos devem ser sempre lentos e você deve sentir que os músculos se alongam, mas sem chegar a doer.

10. Escolha sabiamente o que você come para se exercitar. Consumir barras energéticas e bebidas esportivas durante uma rotina moderada apenas aumentará as calorias que você ingere. Evite consumi-las a menos que o seu exercício dure mais de duas horas diárias.

Quantos erros você encontrou? Lembre-se que se você sentir qualquer desconforto depois de fazer exercício, é importante consultar um especialista que possa te orientar e te indicar o tratamento adequado para eliminar a dor.

Além dessas sugestões, não se esqueça de se divertir e ter bons momentos enquanto se exercita. Se sua rotina começa a te aborrecer, então não perca tempo e a modifique. Além disso, mudar sua rotina de vez em quando te permitirá nem sempre trabalhar os mesmos músculos. Boa sorte!