Uma das grandes vantagens do Pilates, além de nos ajudar a queimar gordura e fortalecer nossos músculos, é que podemos praticá-lo tranquilamente a partir do conforto da nossa casa. É por esta razão que nós encontramos uma série de sites, livros e DVDs que explicam como realizar estes exercícios. Os seguintes são dez dos mais aconselháveis para iniciar nesta disciplina.

Exercícios de Pilates Para Fazer em Casa

1. Pernas circulares. Deitamos de costas com as pernas dobradas, apoiando os pés no chão. Com os braços estendidos sobre a esteira, flexionamos uma perna no peito e, em seguida, esticamos lentamente, elevando o pé em direção ao teto. Flexionamos novamente o joelho e agarramos a perna com as mãos, esticando bem as costas. Voltamos para a posição inicial e fazemos 10 séries alternando as duas pernas.

2. Elevação de torso. Boca para cima e as costas retas, esticamos as pernas e as levantamos, mantendo as mãos atrás da cabeça. Elevamos o torso até os ombros e levamos um joelho até o peito, aproximando o cotovelo direito até o joelho, tentando juntar ambas as partes. Fazemos 10 repetições alternando ambas as pernas e os braços.

3. A tesoura. Deitamos de costas com os braços esticados ao longo do corpo, apoiados no chão. Juntamos as pernas e as elevamos para cima até nos apoiarmos apenas com a área lombar. Para fazer isso, apoiaremos os quadris com as mãos.

10 Exercícios de Pilates em Casa

4. A serra. Sentamo-nos com as pernas mais abertas do que a largura dos quadris e esticamos os braços em cruz. Em seguida, giramos a cintura até alcançar o lado externo do pé com a outra mão. Basta fazer 10 repetições alternando as pernas.

5. Alongamento da coluna. Sentados no chão, abrimos as pernas, como no exercício anterior. Então, lentamente, dobramos a coluna até alcançar a forma de um “C”, com os braços esticados para frente. Por último, voltamos lentamente para a nossa posição inicial. Novamente, 10 repetições seriam adequadas.

6. Alongamento de uma perna. Deitamos-nos de costas com as pernas esticadas, que levantaremos levemente do chão. Tentamos elevar o máximo possível a perna para cima e as sustentamos com as mãos. Levantamos, por sua vez, a cabeça e os ombros. Fazemos 10 repetições com as duas pernas.

7. Chute com uma perna. Deitamos de bruços, apoiando sobre os cotovelos e com as pernas esticadas. Levantamos uma perna, dobrando o joelho, e tentando aproximá-la o máximo possível dos glúteos. Repetimos 10 vezes alternando as duas pernas.

8. O cem. Deitados de costas, dobramos as pernas e as subimos, esticando os braços para frente e levantamos ligeiramente. Elevamos também o pescoço e os ombros, movimentando os braços ao mesmo tempo, para cima e para baixo. Depois, voltamos à posição inicial. Podemos começar fazendo 30 repetições, e aumentar para 100 pouco a pouco.

9. O mergulho de cisne. Deitamos de bruços com os braços flexionados, apoiando as mãos no chão. Abrimos um pouco as pernas e elevamos o tronco, formando uma suave curva com as costas muito lentamente. Podemos começar com cinco repetições e subir até 10, com a passagem do tempo.

10. Rodar com uma bola. Sentados no chão, com as pernas dobradas em direção ao peito e as abraçamos com ambas as mãos. Com as costas curvadas, nos balançamos para frente e para trás, até nos deixarmos cair no chão suavemente. Desta forma, esticamos a coluna e relaxamos. Fazemos 10 repetições.

Além disso, você pode se informar sobre os benefícios que nos proporciona esta prática neste outro artigo: “O Que A Ciência Diz Sobre Pilates e Seus Benefícios”.