O consumo de frutas é um dos hábitos alimentares mais recomendados para a nossa saúde. No caso dos cítricos, muito recomendados, por sua percentagem elevada de vitamina C, eles contribuem para o bem-estar geral com propriedades de prevenção de doenças como o câncer.

Laranjas, limões, tangerinas e toranjas (ou cimboas) são as frutas cítricas mais conhecidas e consumidas, especialmente na temporada de inverno por exemplo. Estes alimentos, além de terem um sabor delicioso, fornecem importantes nutrientes e vitaminas para nosso corpo graças aos seus compostos naturais, tais como, ácido bioflavonoide, pectina fólica e fibras. Eles também têm alguns minerais, como o cálcio, potássio e magnésio.

Estes componentes nos ajudam a reforçar as defesas, prevenir resfriados, prevenir o câncer, reduzir o colesterol, fornecer defesas do sistema imunológico e facilitar a circulação capilar, entre outras propriedades. Seu alto teor de ácido cítrico e vitamina C torna essas frutas ideais para o bom funcionamento do intestino, nervos, músculos e as células vermelhas do sangue. São facilmente assimiladas pelo corpo devido à sua riqueza em açúcares, especialmente frutose.

Leia também: “Propriedades dos Cítricos Que Protegem o Cérebro de Derrames e Acidente Vascular Cerebral“.

Benefícios das Frutas Cítricas Para Sua Saúde

Por outro lado, por terem uma grande percentagem de água são perfeitas para a dieta. Elas também têm propriedades antioxidantes e desinfetantes (especialmente o limão), ajudando a prevenir doenças cardiovasculares e degenerativas.

As frutas cítricas são muito benéficas para o cuidado da pele, uma vez que ajudam a hidratar, limpar e tonificar, combater os sinais de estresse, rugas e acne. Podem até mesmo melhorar a cicatrização de feridas. Também favorecem a atividade intestinal porque fornecem um alto teor de fibra, facilitando também a digestão. Elas também ajudam na absorção do ferro, impedindo a ocorrência de anemia.

No entanto, não é recomendado o consumo dessas frutas em pessoas com problemas digestivos, bem como comê-las em jejum sem o acompanhamento de outros alimentos, pois caso contrário, propiciam o desenvolvimento de cáries.