Cãibras Musculares: O Que São, Causas, Tratamento E Dicas

Podem ocorrer quando você menos espera, te pegarão de surpresa... Mas em seguida, você se dá conta, e tal como se fosse uma corrente elétrica que tivesse te percorrido, você notará como sua panturrilha se contrai involuntariamente, forçando-o a parar de realizar qualquer movimento que estivesse fazendo. Os nadadores, ciclistas, maratonistas, jogadores de futebol... Praticamente qualquer atleta já sofreu ou poderá sofrer durante sua carreira esportiva as temidas cãibras.

No entanto, tomando as medidas adequadas, não devemos ter medo, e no pior dos casos, com uma simples massagem, e reposição de eletrólitos, nós podemos continuar...

O Que São as Cãibras Musculares?

As cãibras nas pernas são uma ocorrência dolorosa e frequente, que pode ocorrer durante a atividade física, como caminhar ou correr. São muito comuns entre os atletas de resistência e as pessoas idosas que realizam atividade física extenuante. Às vezes ocorrem durante ou no final de um exercício intenso.

Cãibras Musculares: O que São, Causas, Tratamento e Dicas

As cãibras ocorrem quando um músculo se contrai involuntariamente, sem interferência da vontade. Nesse momento, justamente no lugar da dor, podemos notar um caroço ou protuberância, o qual indica a rigidez e apreensão que acaba de sofrer o músculo. Claro, certa dor a acompanha. A duração desta cãibra pode abranger apenas alguns segundos ou inclusive alguns poucos minutos. No pior dos casos, podem se prolongar durante várias horas, de forma intermitente.

À medida que envelhecemos, as cãibras podem ser mais habituais...

Embora as cãibras musculares costumem ser benignas, em certas ocasiões podem indicar uma condição médica ou sintoma de sofrer algum tipo de patologia, como diabetes, hipotireoidismo... Caso sejam muito frequentes e regulares, aconselha-se consultar um médico.

Leia também: "Cãibras: O Que É, Causas e Remédios Caseiros".

Espasmos Musculares. Este termo está relacionado com as cãibras, mas uma possível diferença é que enquanto que estes tendem a se produzir como resultado de atividades e média longa duração junto com uma série de fatores, como uma pobre hidratação produzindo uma perda excessiva de minerais, os espasmos muscular ocorrem fora dos momentos nos quais transcorre o exercício.

Os espasmos musculares se produzem como consequência de uma contração involuntária de um músculo podendo causar dor. Os espasmos podem afetar praticamente qualquer grupo muscular, dando lugar a diversos sintomas, e, obviamente, uma diferente escala de dor.

Um exemplo claro, podemos ver mediante as articulações facetarias da coluna vertebral, que quando se lesionam feridos ou se inflamam, os músculos que sustentam a coluna vertebral podem causar espasmos, causando dor lombar, além de limitação de movimento.

Como Ocorrem os Espasmos Musculares?

Entre os sintomas mais gerais se encontra a desidratação, que produz alterações eletrolíticas, e também um excesso ou inadequada carga de trabalho do músculo. Tal combinação propicia o aparecimento do espasmo, o qual tende a ser pontual, produzindo dor, mas por sua vez, de curta duração. Para aliviar e acalmar a dor pode ser suficiente aplicar uma massagem sobre a área.

Como Tratar os Espasmos Musculares?

O espasmo muscular é tipicamente tratado de forma conservadora com relaxantes musculares e terapia de exercícios. Os relaxantes musculares inibem as contrações dolorosas sedando o músculo, enquanto que o exercício alonga os músculos de modo que sejam menos propensos a tensão, o rompimento e o espasmo.

Leia também: "Como Evitar Cãibras Musculares".

Espasmos ou Cãibras Musculares Noturnos. Os espasmos ou cãibras musculares noturnos que costumam ocorrer nas pernas são contrações repentinas que se produzem enquanto dormimos, e provocam a contração involuntária dos músculos da panturrilha, embora também possa ser afetada a coxa e inclusive o pé. Às vezes ocorre justamente quando a pessoa dorme ou quando desperta.

Embora as causas dos espasmos ou cãibras musculares não sejam conhecidas com certeza, sim, podem ser devido a uma combinação de vários pontos, entre os quais podemos encontrar:

  • Lesão muscular.
  • Alto volume de exercício ou treinamento.
  • Gravidez, já que produz um decréscimo na concentração de minerais.
  • Clima, como estar exposto a baixas temperaturas, ou também água fria.
  • Problemas derivados de certas patologias, como problemas circulatórios, problemas renais, função da tireoide, esclerose...
  • Manter uma mesma posição durante um tempo prolongado.
  • Falta de potássio, cálcio, assim como de outros minerais essenciais.
  • Desidratação.
  • Efeitos secundários de certos medicamentos.

Causas de Cãibras Musculares:

Embora as cãibras musculares possam ser o resultado de doenças pouco frequentes, a maioria das cãibras associadas ou induzidas pelo exercício não guardam relação alguma com doenças nem transtornos.

  • As cãibras do músculo esquelético podem aparecer em plena competição, imediatamente depois da competição ou de noite no meio do sono.
  • As cãibras são igualmente frustrantes para os cientistas, porque não têm sido capazes de determinar completamente a sua causa ou a forma de preveni-las ou tratá-las.
  • As cãibras associadas com o exercício têm sido definidas como contrações involuntárias, espasmódicas e dolorosas dos músculos esqueléticos, que se produzem durante ou justamente depois do exercício.

As primeiras pesquisas sugerem que as cãibras musculares eram causadas pelos transtornos no equilíbrio de líquidos e eletrólitos, associados com altas taxas de transpiração. Embora este possa ser o caso de algumas cãibras induzidas pelo exercício, estudos mais recentes sugerem que é produto da atividade dos neurônios motores alfa, causada por um controle aberrante a nível medular.

A fadiga muscular parece causar essa falta de controle mediante um efeito dos órgãos tendinosos de Golgi e os fusos musculares. A atividade dos fusos musculares aumenta, enquanto diminui a atividade dos órgãos tendinosos.

Leia também: "Como Evitar Cãibras Durante o Exercício".

Como se Produzem as Cãibras Musculares:

As causas mais comuns de que ocorram cãibras durante a prática esportiva correspondem ao seguinte:

  • Quando realizamos uma atividade, de certa intensidade, nosso organismo começa a transpirar para eliminar o calor gerado. Mediante o suor vão sendo excretados água e eletrólitos, como sódio, potássio, magnésio, cálcio e cloreto.
  • Se continuarmos, mais quantidade de líquidos e sais minerais será esgotada.
  • Os eletrólitos são essenciais para a transmissão de impulsos elétricos, de modo que o músculo recebe a ordem de se contrair a nossa vontade. Mas no momento em que o corpo perde uma quantidade de água e sais minerais, os impulsos nervosos desde o cérebro até a fibra muscular são alterados.

Como Evitar as Cãibras Musculares?

Prevenir as Cãibras. Manter uma rotina frequente de alongamentos, todos os dias e, se possível, dedicar um mínimo de 30 a 60 minutos, levará a uma série de melhoras, tanto a nível físico, como fisiológico no caso de reduzir os riscos de sofrer cãibras. Graças aos alongamentos, o tecido que cobre os músculos, a fáscia, se manterá relaxado, e será evitada a tensão contínua, que normalmente, sofre devido ao exercício, e, claro, a falta de alongamentos, de tal modo que podemos ver reduzidas as possibilidades de sofrer cãibras nas pernas, cãibras nas mãos e cãibras nos pés.

Antes de Sair Para Realizar Exercício. Procure se hidratar bem, bebendo pelo menos um copo de água. Consuma em abundância frutas e verduras frescas. Se as condições climáticas forem adversas, e provoca uma alta temperatura, você pode optar por ingerir uma dose de eletrólitos em pó como medida de precaução.

Aquecimento e Alongamento Antes de Fazer Exercício. Antes de iniciar o exercício sempre será necessário um aquecimento prévio, composto por exercícios de mobilidade e, em seguida, uma entrada em calor, mediante a execução de atividade de baixa intensidade, como correr durante vários minutos. Os atletas de esportes de resistência são mais propensos a sofrer cãibras nas pernas.

Alongamentos Para Evitar Cãibras:

Alongamento das panturrilhas: incline-se em uma parede com uma perna na frente da outra. Estique a perna para trás e pressione o calcanhar no chão. O joelho da frente deve estar dobrado. Mantenha essa posição durante 15 a 30 segundos. Mantenha ambos os calcanhares no chão e a ponta dos dedos dos pés na parede.

Alongamento dos isquiotibiais: sente-se ereto, com as pernas esticadas para frente. Seus pés devem estar relaxados, não flexionados. Coloque as palmas das mãos sobre o chão e deslize suas mãos até os tornozelos. Pare quando sentir o alongamento na parte de trás das coxas e atrás dos joelhos. Mantenha essa posição durante 30 segundos.

Alongamento dos quadríceps: apoie-se em uma parede ou na parte traseira de uma cadeira. Levante um pé na direção dos glúteos. Mantenha o seu tornozelo com a mão e levante o calcanhar na direção do seu corpo até que sinta o alongamento. Mantenha essa posição durante 30 segundos. Evite torcer suas costas.

Remédios Caseiros Para as Cãibras:

Obviamente, nos veremos obrigados a deixar de correr. Diante do caso em que a intensidade seja muito leve, da mesma forma desaceleraremos a atividade e procederemos com o alongamento.

  • Alongar e massagear suavemente o músculo: mantenha-o em uma posição esticada até que passe a cãibra. Você pode ajudar alguém a manter a perna esticada.
  • Hidratação: como temos visto, a causa mais comum de cãibras musculares durante as atividades esportivas é a desidratação. Tome bebidas esportivas para repor os minerais perdidos.
  • Suplementos de eletrólitos: antes, e especialmente, durante a atividade física. Além disso, como elemento de recuperação.
  • Tomar magnésio: magnésio para cãibras musculares.

Dicas Para Evitar Sofrer Cãibras Musculares:

  • Realizar cada alongamento brevemente.
  • Não esticar até sentir dor.
  • Realize os exercícios dentro de suas possibilidades.
  • Se você deseja aumentar a intensidade dos seus treinamentos, faça-o progressivamente.
  • O excesso de exercícios pode aumentar o risco de cãibras musculares.
  • Consulte o seu médico se as cãibras são frequentes ou não respondem ao tratamento.
  • Evite correr ou caminhar em tempo quente. Corra ou caminhe à noite ou no início da manhã durante o verão.

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

;
Confira Mais Sobre Esse Assuto