Não é incomum que a maioria dos homens ache que a culpa de tudo que se passa com as mulheres se deva aos hormônios. Bem, pode ser que eles tenham razão.

Mas depois de ler este artigo, você também pode torná-los responsáveis por seus hormônios. Não é apenas uma desculpa, especialistas dizem que quando há um desequilíbrio hormonal (produtos químicos essenciais para o crescimento, o desenvolvimento ou a fertilidade) nossa figura sofre.

E dependendo de qual hormônio está envolvido pode nos afetar de uma forma ou outra, levando-nos a perder ou ganhar um peso desproporcional. Aqui estão alguns exemplos da relação entre hormônios e peso.

Dicas para Obesidade e Sobrepeso

“Meu corpo parece uma sanfona”

Se você se move com facilidade entre excesso de peso e magreza pode ser devido a uma infecção viral em sua tireoide chamada Tireoidite.

Geralmente acompanhada de uma tosse comum, porque é como se um vírus do tipo de resfriado infectasse a tireoide, fazendo com que ela se torne hiperativa e em seguida hipoativa.

De acordo com os endocrinologistas, a tireoidite viral não é muito comum, porém ocorre em 5% das mulheres que tiveram um filho. De repente sua tireoide começa a inchar e passam de fase hiperativa a hipoativas.

Hormônios Que Fazem Você Engordar

Normalmente desaparece naturalmente, mas às vezes pode permanecer em fase de hipoatividade. Da mesma forma, as pessoas que recebem tratamento para a tireoide hiperativa, depois de perder uma quantidade significativa de peso, podem acabar ganhando muito mais do que tinham no início.

Homens e mulheres de meia-idade podem ter flacidez aumentada devido ao declínio dos hormônios estrogênio e testosterona.

Ambos os hormônios são importantes para a energia, pois com os níveis mais baixos, podem sentir-se mais cansados e lentos, e como resultado, podem ganhar peso.

Mas a queda natural do hormônio do crescimento e tiroxina, bem como um abrandamento do metabolismo, podem contribuir para construir qualquer forma de gordura.

Embora as mulheres experimentem uma queda dramática nos níveis de estrogênio durante a menopausa e um declínio gradual dos trinta em diante, os homens não costumam perder muita testosterona com a idade.

Segundo os médicos, os homens têm uma ligeira queda, mas a maior parte de ganho de peso pode ser devido ao aumento de gordura corporal associado ao envelhecimento.

No entanto, acrescentam, há evidências de que cerca de 3% dos homens com 50 anos têm uma deficiência significativa nos níveis de testosterona.

Homens com barriga desproporcional, com sintomas de disfunção erétil e perda da libido devem controlar essa perda de testosterona.

É provável que, na maioria dos casos, o ganho de peso seja o resultado do estilo de vida. O melhor para se livrar do excesso de gordura é fazer exercício e comer melhor. Com isso há um possível retorno a normalidade.

Richard Kiel, que interpretou o personagem Jaws de dentes de aço no filme de James Bond parece gigante e é um exemplo clássico de síndrome de acromegalia, isto é, um excesso de hormônio do crescimento, usualmente provocado por um tumor na glândula pituitária. Mãos e pés crescem devido ao excesso de hormônio de crescimento, o que provoca o aumento dos tecidos moles. A maxila, uma das últimas partes do corpo a desenvolver, torna-se excepcionalmente grande e começa a crescer mais cedo do que o normal. Um excesso deste hormonal pode conduzir ao gigantismo em crianças.

“Pernas longas e tronco pequeno”

A ausência de testosterona durante a adolescência pode prejudicar o desenvolvimento do corpo dos homens.

Este déficit pode ser genético ou o resultado de danos na glândula pituitária, que não envia sinais para os testículos, portanto, não produz testosterona. Então, o adolescente continua a crescer, especialmente braços e pernas, com um tronco relativamente curto.

Isso ocorre quando se tem muito pouca testosterona, mas hormônio de crescimento suficiente nos ossos dos membros inferiores para continuar crescendo.

Crescimento vertebral tende a ser muito sensível a produção de testosterona, então se você não tem o suficiente, a coluna vertebral não cresce como deveria.

Outra evidência da deficiência de testosterona é o não crescimento dos órgãos reprodutores na puberdade, crescimento dos músculos, pelos pubianos ou faciais e a voz não muda.

Se algum desses sintomas lhe são familiares, você deve consultar o médico.