O pescoço é uma parte importante do corpo. Contém todas as comunicações entre a cabeça e o corpo. Muitas estruturas vitais são comprimidas na estreita área do pescoço, incluindo a passagem de ar e de alimentos, os principais vasos sanguíneos e os nervos, assim como a medula espinhal. Também tem que ser flexível para uma máxima mobilidade e rotação. Portanto, qualquer lesão no pescoço tem o potencial de ser muito grave e inclusive fatal.

As lesões no pescoço geralmente não apenas afetam uma estrutura devido à proximidade de todos os componentes, por exemplo, a dor aguda cervical também pode ser diagnosticada como tensão muscular, entorses de ligamentos ou lesão do disco.

Lesões no Pescoço: Causas, Sintomas e Como Proceder

A dor no pescoço pode aparecer repentinamente devido a um traumatismo ou gradualmente devido à má postura nas atividades ou ao dormir. Um torcicolo no pescoço é geralmente devido a uma má posição ao dormir, e geralmente reduz o movimento no pescoço, costuma ser mais proeminente de um lado e os sintomas vão melhorando gradualmente em poucos dias.

As entorses do pescoço são geralmente causadas ​​por quedas ou torções súbitas que sobrecarregam ou provocam tensão repetida das articulações. Os sintomas incluem dor e inchaço. As entorses são classificadas em três grupos, leves, moderados e graves.

No jargão dos atletas existem lesões denominadas "ferrões e queimadores de pescoço", chamadas assim pelo tipo de dor causada, ocorrem geralmente em esportes de contato. São causadas pela compressão de nervos por golpes no pescoço e ombros. Os sintomas são uma dor forte ou ardência na área do pescoço, que pode irradiar para baixo no braço. Também pode haver dormência no ombro, mas os sintomas apenas duram alguns poucos minutos.

Leia também: "8 Maneiras de Prevenir a Dor no Pescoço".

A lesão no pescoço mais grave incluem a dor aguda cervical e a hérnia de disco. A lesão de dor aguda cervical ocorre quando a cabeça é lançada primeiro para trás e, em seguida, para frente rapidamente e afeta os jogadores de futebol e os jogadores de rugby, especialmente quando abordados. Também é muito comum em acidentes de carro.

Uma fratura da coluna cervical é causada por um grande trauma. Os atletas que andam de motocicletas ou carros de corrida, montam a cavalo ou deixam a cabeça à frente, se colocam em risco de uma fratura da coluna cervical. Os sintomas incluem dor, inchaço, equimose, fraqueza muscular e no pior dos casos, paralisia nos braços ou nas pernas.

Os espasmos musculares simples ou cãibras no pescoço podem ser tratados em casa com gelo e medicação anti-inflamatória. Qualquer outra lesão no pescoço sempre deve ser tratada como algo muito sério, até que se demonstre o contrário. Você deve entrar em contato com os serviços de emergência e imobilizar o pescoço usando um colar cervical, colarinho e blocos. Uma ressonância magnética ou tomografia computadorizada podem ser realizadas para determinar a gravidade da lesão e o tratamento que resultará em consequência, por exemplo, um colarinho macio ou duro para ser usado por algumas semanas.

Quando o seu médico decidir que está pronto, comece com exercícios de amplitude de movimento e alongamento. Um fisioterapeuta te ajudará com o programa de atividades, e te dará conselhos sobre o momento de regressar a qualquer atividade física.