Meditar em movimento? Se a meditação é uma arte em si – porque é preciso colocar a atenção em um único ponto ou na respiração e deixar passar as ideias na mente para esclarecê-la, se concentrar e relaxar – imagine agora fazê-la em movimento… Isso e muito mais é o Tai Chi.

O Tai Chi se originou na China e, embora ninguém saiba exatamente o momento em que foi parece ter sido criado como uma arte marcial que ajudava a boa saúde tanto mental quanto corporal. Seus praticantes devem respirar profundamente ao ritmo de movimentos leves e relaxados, tranquilos e com atenção ao presente e ao entrar e sair o ar.

Em geral a meditação promove muitos benefícios para a saúde: reduz o estresse e a ansiedade, foca a mente, relaxa o corpo, ajuda a controlar as dores e inclusive tem impacto bastante palpável como retardar o envelhecimento cerebral.

Isso é justamente o que relata um estudo realizado na UCLA (Universidade da Califórnia, Los Angeles), onde vários pesquisadores descobriram que os meditadores que têm mais tempo praticando experimentam menos perda de massa cinzenta que as pessoas que não meditam. Além disso, também descobriram que a meditação beneficia mais partes do cérebro do que se pensava anteriormente.

Tai Chi: Meditação em Movimento

Isto, obviamente, aplica-se tanto para a meditação convencional (sentados, em silêncio, em flor de lótus ou repetindo mantras) como para o Tai Chi que têm os mesmos princípios, mas incorpora movimentos lentos (como uma espécie de dança) para também colocar o corpo em movimento, exercitá-lo, melhorar o seu equilíbrio e força dos músculos e das articulações.

Também se conhece como Tai Chi Chuan e outro ponto relevante é que não fomenta a competência entre os participantes, e é um exercício físico muito suave, por isso todos podem praticar inclusive os idosos que normalmente precisam de alívio em seus ossos e duas articulações.

As posturas (um pouco como Yoga) fluem de uma para a outra ao ritmo da respiração e fazem com que o corpo esteja em movimento constante, mas tranquilo, e, como no Yoga, existem vários ramos do mesmo, os que se concentram em seu aspecto mais físico, aqueles que procuram mais o lado espiritual e aqueles que ressaltam o seu valor como uma arte marcial.

O ideal é praticá-lo o mais constantemente possível, de preferência diariamente mesmo que por apenas alguns minutos, para que comece a sentir os benefícios. Mas se isso não for possível, simplesmente repita mentalmente os preceitos do Tai Chi para encontrar relação em momentos de estresse (em uma reunião ou quando se está em um engarrafamento) poderia ajudar muito.

Como você pode começar a praticar Tai Chi?

Procure um instrutor experiente em Tai Chi, é difícil ter estudos certificados ou garantidos neste tipo de área, mas que você pesquise entre pessoas que conhecem o assunto e peça referências, podendo encontrar alguém que satisfaça suas necessidades.

Não é preciso muito, mas apenas assistir suas aulas com a maior regularidade possível e ir vestido confortavelmente. É importante que o instrutor te dê boas bases sobre a técnica, a filosofia e a maneira de fazer corretamente os exercícios de Tai Chi, pois de outra forma, você pode se machucar ao fazer uma postura, se você não a fizer bem. Se você tem alguma condição nos ossos, está machucado, teve um acidente, sofrem de osteoporose severa, hérnias, etc., informe o seu instrutor antes de iniciar a prática.

Não costuma ser caro, é possível praticar acompanhado ou sozinho e quase em qualquer lugar (claro ao ar livre e em lindas paisagens é mais estimulante e relaxante).

Como ajuda o Tai Chi:

De acordo com vários estudos o Tai Chi poderia ajudar a melhorar os distúrbios do sono e, possivelmente, melhorar o equilíbrio. Quanto a melhorar a densidade óssea e osteoporose, melhorar a condição cardiovascular, reduzir a gordura, ajudar com pressão alta, com o bem-estar geral e a respiração nos idosos, de acordo com a medicina natural, ainda se requer mais investigação para determinar se realmente ajuda ou não.

Por outro lado, alguns estudos sugerem que ao aprendê-lo corretamente, o Tai Chi poderia melhorar sua saúde, melhorando a ansiedade, aumentar a flexibilidade, equilíbrio e agilidade, beneficiando os pacientes com insuficiência cardíaca crônica, melhorando a capacidade respiratória e dando definição e força para os músculos.

Alguns outros estudos indicam também que poderia: reduzir a insônia e promover um bom descanso, alivia a dor em geral (e especialmente as articulações), fortalecendo o sistema imunológico, e melhorando a qualidade de vida dos idosos.

De fato, um estudo recente realizado pela NCCAM (Centro Nacional de Medicina Alternativa e Complementar, nos Estados Unidos) analisou 40 adultos com osteoartrite que praticaram Tai Chi e exercício convencional durante 12, 24 e 48 semanas e descobriu que, embora nas primeiras semanas ambos mostravam alívio nos ossos, ao prolongar a terapia, o grupo que fez Tai Chi melhorou consideravelmente, não apenas fisicamente, mas em sua segurança pessoal, sua sensação de dor e inclusive reduzindo a depressão.

Além disso, a confiança em si mesmos e no seu corpo pode ajudá-los a prevenir quedas que podem ser potencialmente perigosas e os torna mais independentes das pessoas que cuidam deles. Na verdade, a Fundação da Artrite (Arthritis Foundation), recomenda este tipo de exercícios aeróbicos leves, mas é importante lembrar que, especialmente se você tem um problema médico, este deve ser um complemento para as recomendações do seu médico.
Os pacientes com Parkinson também poderiam melhorar o seu equilíbrio e balanço e evitar o risco de cair praticando. O Tai Chi poderia melhorar alguns sintomas da fibromialgia (dor muscular, fadiga e rigidez), de acordo com um estudo publicado no New England Journal of Medicine, ou a osteopenia (que normalmente aparece antes de osteoporose e afeta em sua grande maioria as mulheres).

Praticar Tai Chi e tomar suplementos a base de chá verde poderia melhorar o desconforto em mulheres que estão na menopausa, de acordo com alguns estudos, e reduzindo o risco de sofrer fraturas.

Então, você já sabe, o Tai Chi poderia proporcionar muitos benefícios, e aceita praticantes de todas as idades. Além disso, ao realizá-lo corretamente é bastante seguro.