Todos os elementos provenientes do mar podem ser utilizados como agente terapêutico nas pessoas que desejam estar melhor emocionalmente, esteticamente ou em matéria de saúde.

De forma natural e de diferentes maneiras é possível tratar todos os cantos do corpo, com os elementos necessários para o bom funcionamento do organismo, alguns deles antitumorais, antibacterianos e antivirais.

Uma técnica muito antiga e que sobrevive é chamada de talassoterapia, nome que provém do grego “Thalasso” que significa mar e terapia. A sua característica essencial é a de utilizar todos os elementos que fornece o mar como as algas, a lama e outras substâncias marinhas, incluindo ar ou o movimento do mar, como as ondas (que produz um efeito de hidromassagem na superfície corporal) para os tratamentos.

Origens da Talassoterapia:

Desde a época de Hipócrates se recomenda a utilização da água do mar como uma terapia para determinadas doenças. Inclusive no Egito também se utilizava a lama do Nilo. Mas são os romanos os verdadeiros divulgadores da terapia. Nos famosos banhos romanos é onde tudo começou e foi derivando a utilização das águas marinhas.

A modernidade trouxe muitas outras aplicações, combinando um atrativo turístico, com a saúde e as terapias de spa. Hoje é muito comum passar férias em locais onde o mar serve como alternativa de relaxamento, mas também de cura.

Talassoterapia: Terapia da Água do Mar e Algas Para Diferentes Doenças

Componentes Nutritivos Marinhos

  • A água do mar: para ser utilizada em algumas terapias são coletadas a mais de 1000 metros da costa, se depura e esteriliza para garantir a ausência de agentes patogênicos antes da sua aplicação. Devido à sua temperatura, facilita a absorção através da pele dos elementos contidos na água (iodo e sódio), produzindo a sua renovação.
  • As algas marinhas: se nutrem do mar, armazenando todos os tipos de substâncias e sendo grandes portadoras de vitaminas A, B, C, E, F e K, além de ferro e cálcio, proteínas e sais minerais. Algumas delas também têm propriedades antibióticas, antitumorais, antioxidantes, antivirais e retardam o envelhecimento da pele.
  • O ar do mar: é saturado com gotículas de água do mar, que são ricas em ozônio e iodo, com propriedades antibióticas, relaxantes, além de aumentar as defesas do organismo.

Benefícios da Talassoterapia

  • Funciona como analgésico, diminui a dor em qualquer área.
  • É indicada para doenças crônicas como reumatismo e osteoporose.
  • Serve para alguns pós-operatórios ou traumatismos.
  • Colabora com a recuperação de todas as doenças respiratórias (asma, faringite).
  • No sistema muscular, é muito indicada para a redução de edema.
  • A nível dermatológico é indicada para o tratamento de psoríase.
  • Também melhora os problemas típicos da menopausa e puberdade.
  • Ideal para combater o estresse, depressão, insônia e fadiga.
  • A nível estético funciona para melhorar os tecidos, a flacidez, a celulite e retardar o envelhecimento da pele.
  • As algas são eficazes para reduzir os níveis de colesterol no sangue.
  • Aplicação de Talassoterapia

    Todos os elementos do ambiente marinho são transmitidos por meio de osmose na pele das pessoas, seja por massagens, mergulho ou contato. Após 7 dias de tratamento contínuo é possível ver os efeitos. No início, a sensação é de cansaço, mas depois será de revitalização, já que fornece energia muito duradoura.

    A forma de fazer os tratamentos varia, por exemplo, com água do mar natural, que deve ser aquecida até uma temperatura entre 35º e 37ºC. As aplicações, neste caso, se realizam em forma de banhos, duchas, jatos de água, etc. Também servem os exercícios físicos e movimentos na água.

    Para isso, existem diversos tipos de piscinas, jatos e estilos de águas massageadoras. No caso de outros elementos a serem aplicados como as lamas ou as algas são utilizadas compressas, máscaras ou através de massagem.

    Toda aplicação de talassoterapia deve ser supervisionada por um médico, já que algumas doenças não podem ser submetidas a elas como as infecciosas, as alérgicas, os problemas cardiorrespiratórios e o hipertireoidismo.

    A água do mar é uma excelente fonte de saúde e de beleza que pode ser aproveitada por qualquer pessoa, de qualquer idade e em qualquer condição.