O Que É Ubiquinol?

Ubiquinol trata-se da forma reduzida da coenzima Q-10. O termo Ubiquinol deriva de ubíquo ou ubicuedad, cujo significado poderia se expressar como: "está presente em todas as partes".

O nome não foi escolhido aleatoriamente, uma vez que uma das características da coenzima Q-10 é a sua presença em cada uma das células que compõem o nosso organismo. De maneira natural, o corpo humano sintetiza e metaboliza esta enzima, mas devido a vários fatores, e um deles a idade, fazem com que este ritmo de síntese se veja reduzido drasticamente.

Para obter os benefícios da coenzima Q-10, o nosso organismo deve primeiro convertê-la na forma absorvível e utilizável. Para isso, a partir da forma oxidada ubiquinona se obtém a forma reduzida, ou seja, a forma ativa, ubiquinol.

Ubiquinol é uma molécula lipossolúvel, a qual é armazenada no fígado e no tecido lípido, fornecendo energia para todas as células. Está relacionada com o metabolismo celular e atua como catalisador de inúmeros processos fisiológicos.

Benefícios do Ubiquinol:

Em suma, a coenzima Q-10 em sua forma Ubiquinol pode proporcionar, entre outros benefícios, os seguintes:

  • Antienvelhecimento.
  • Fortalece o sistema imunológico.
  • Apoia o sistema nervoso.
  • Saúde cardiovascular.

O principal benefício que fornece o Ubiquinol é contribuir na função mitocondrial na produção de energia a nível celular. Pode-se dizer que graças ao Ubiquinol se reforça ou aperfeiçoa o trabalho deste órgão da estrutura celular, sendo pelo que se atribuem as suas propriedades antienvelhecimento.

Ubiquinol poderia ser um fator para introduzir, se a nossa missão é melhorar a qualidade e a quantidade de tempo de nossas vidas.

Outro trabalho importante é a proteção celular. Este composto solúvel é tratado como o mais poderoso em termos de proteção antioxidante e é produzida pelo próprio organismo.

Pessoas que por certas condições possam manter baixos níveis da coenzima se beneficiariam muito de tomá-la. Entre estas doenças se pode observar:

  • Insuficiência cardíaca congestiva.
  • Pressão alta.
  • Doença periodontal.
  • Parkinson.
  • Distrofia muscular.
  • Fadiga crônica.

Leia também: "Coenzima Q 10 Para Pele: Benefícios e Dicas".

Possíveis Sintomas de Deficiência de Q-10:

Entre os sintomas mais atribuídos a deficiências de Coenzima Q-10 se encontram:

  • Fraqueza geral.
  • Fadiga.
  • Convulsões.

Embora se expresse a coenzima Q-10 no lugar de Ubiquinol, os efeitos são os mesmos, se considerarmos uma possível carência destes compostos.

Poderíamos considerar que as causas de níveis deficientes podem ser atribuídas a vários fatores, incluindo:

  • Dieta carente de Q-10.
  • Excesso de estresse.
  • Doença.

Mas entre um dos fatores que podem destacar é como resultado de tomar certos medicamentos e fármacos, tais como aqueles que tratam o colesterol, que recebem o nome de estatinas.

Ao tomar este tipo de substâncias, o efeito que procede é reduzir os níveis de coenzima Q-10, já que o corpo utilizará a mesma via para reduzir os níveis de triglicéridos em contraposição da geração de Q-10, sendo bloqueada a produção de mevalonato, encarregado da produção da coenzima e da biossíntese do colesterol.

Outros Medicamentos Que Interagem Negativamente Com a Q-10:

  • Beta-bloqueadores, para controlar a pressão arterial.
  • Antidepressivos tricíclicos.
  • Tolazamida, para a redução da concentração de açúcar no sangue.

Por Que Ubiquinol em Vez de Q-10?

A administração de Ubiquinol corresponde a maiores termos de biodisponibilidade que a Q-10, e, assim como o uso que o corpo vai dar a esta enzima se vamos avançando no tempo, já que à medida que nos tornamos mais velhos, a capacidade para converter a coenzima Q-10 em Ubiquinol se vê reduzida. Existem outros motivos além da idade que produzem estas deficiências, tais como:

  • Estresse oxidativo.
  • Ingestão insuficiente de coenzima Q-10 através da alimentação.
  • Doença ou condição genética.
  • Deficiência de fatores necessários para a biossíntese na conversão de Ubiquinol.

O resultado de um ou mais dos fatores anteriores conduzem a uma pobre conversão desta enzima e, portanto, uma pior produção de energia celular, assim como menor proteção contra a ação dos radicais livres.

Recomenda-se que, se a nossa idade é superior a 40 anos, optemos pela administração de Ubiquinol em vez da coenzima Q-10.

Leia também: "10 Melhores Alimentos Antienvelhecimento".

Que Dose Tomar de Ubiquinol?

Como visto na seção anterior, se a pessoa está sob tratamento de compostos de estatinas, recomenda-se a inclusão da coenzima Q-10 em sua forma ativa Ubiquinol, onde as doses podem variar de 100-300mg, e assim repor os níveis corretos.

Se a pessoa não estiver tomando o medicamento, poderia avaliar a administração da coenzima em função do seu estado ou condição, em que o mais recomendado seria tomar de 100 a 200 mg, tomando a proporção de 2mg/kg por dia. Ubiquinol:

  • Ubiquinol 200mg - 60 caps
  • Ubiquinol CoQH​​-Cf - 60 caps

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

;
Confira Mais Sobre Esse Assuto