Os Perigos Dos Adoçantes Artificiais

Cada vez mais se usam os adoçantes ​​como substitutos do açúcar, mas é preciso ter cuidado com eles, pois apresentam inconvenientes para a nossa saúde. Por isso, neste artigo vamos ensinar os perigos dos adoçantes artificiais.

A maioria de nós não pode viver sem os alimentos doces, é um prazer do qual é muito difícil se privar. No entanto, seu alto teor de açúcar faz com que sejam alimentos pouco aconselhados, se queremos manter o nosso peso e desfrutar de um estado de saúde ideal. Como sempre dizemos, seu consumo é necessário e bom, mas sempre de forma moderada.

O Que São os Adoçantes Artificiais?

No mercado podemos encontrar muitos produtos químicos artificiais que foram criados para simular os efeitos do açúcar, que estimulam os receptores de sabor doce que temos na língua. Geralmente, estas substâncias não têm calorias, nem tampouco efeitos nocivos ao nosso organismo do açúcar adicionado. Estes produtos dos quais falamos são conhecidos como adoçantes artificiais, ao contrário dos adoçantes naturais, como açúcar ou mel.

Os Perigos dos Adoçantes Artificiais

Estas substâncias químicas são muito doces e muitas vezes são adicionadas aos alimentos e bebidas que são anunciados para perder peso de uma maneira fácil. Até certo ponto isso pode ser verdade, já que praticamente não têm calorias. No entanto, a realidade é que o aumento do uso dos adoçantes de baixa caloria não impede o alarmante aumento da obesidade nas sociedades mais avançadas.

Nos últimos anos têm sido realizados inúmeros estudos que mostram outra realidade: é que os adoçantes artificiais não são tão saudáveis ​​como está se vendendo.

Diferentes Tipos de Adoçantes Artificiais

Atualmente, podemos encontrar muitos tipos de adoçantes artificiais, sendo muito diferente a estrutura química em cada um deles. Mas o que todos eles têm em comum é uma grande eficácia no momento de estimular os receptores do sabor doce na língua. Na verdade, a maioria são centenas de vezes mais doces que o açúcar.

Embora alguns deles contenham calorias, é tão baixa a quantidade necessária para proporcionar um sabor doce, que o fornecimento calórico é insignificante.

Leia também: "Adoçantes: Conheça Mais Sobre os Adoçantes e Saiba o Que Você Tem Consumido".

Adoçantes Artificiais e Regulação do Apetite

Todos os animais, incluindo os seres humanos, não apenas buscam se alimentar para satisfazer as suas necessidades energéticas. Também buscamos a chamada "recompensa" da comida. O cérebro conta com um sistema de recompensa, que responde às recompensas naturais de sobrevivência, como podem ser os alimentos, a água ou o sexo.

Os alimentos açucarados causam a liberação de substâncias químicas e hormônios, que é parte deste processo que conhecemos como este sistema de recompensa. Esse mecanismo é básico para nos sentirmos satisfeitos após as refeições.

O problema destes adoçantes artificiais é que proporcionam sabor doce, mas a falta de calorias impede a ativação completa deste sistema de recompensa. Esta pode ser a explicação, de acordo com muitos especialistas, pela qual esses adoçantes artificiais são associados com aumento o do apetite e desejo por alimentos açucarados. Em outras palavras, talvez o sabor doce que proporciona esses adoçantes não venha acompanhado de calorias suficientes, provocando no final uma maior ingestão de calorias, ao não nos sentirmos satisfeito com as refeições e "lanches" entre as refeições.

Esperamos ter esclarecido com este artigo que estas substâncias não são tão seguros como desejam que vejamos e que você tenha aprendido quais são os perigos dos adoçantes artificiais.

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

Confira Mais Sobre Esse Assuto